• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.42.2012.tde-28052012-093605
Documento
Autor
Nome completo
Antonio Francisco Malheiros
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Shaw, Jeffrey Jon (Presidente)
Alfieri, Silvia Celina
Dias, Ricardo Augusto
Gryschek, Ronaldo Cesar Borges
Pinto, Pedro Luiz Silva
Título em português
Ocorrência de patógenos intestinais e fatores de risco associados à infecção entre os índios tapirapé habitantes da Amazônia Mato-Grossense, Brasil.
Palavras-chave em português
Biologia molecular
Doenças parasitárias
Epidemiologia
Helmintologia
Protozoologia
Saúde indígena
Resumo em português
A prevalência de patógenos intestinais foi estudada entre os índios da etnia Tapirapé, da Amazônia mato-grossense, por meio de técnicas coproparasitológicas, imunológicas e moleculares. Do total de 1526 amostras, 83,35% apresentaram ao menos um parasito intestinal e 65% tinham mais de um parasito (poliparasitismo). Entamoeba coli foi o mais prevalente (827/1526 - 54,19%). Entamoeba histolytica/dispar (581/1526 - 38,07%), Giardia intestinalis (287/1526 - 18,81%), Blastocystis spp. (257/1526 - 16,84%) e Ancylostoma spp. (293/1526 - 19,20%) também foram freqüentes. Cistos de Giardia intestinalis foram seqüenciados utilizando os genes b-Giardina e gdh. Apenas os assemblages A e B foram encontrados, sendo que o assemblage A foi o mais prevalente. Análise molecular de Blastocystis spp. demonstrou que, por meio do gene SSU-rNA, o subtipo 1 foi o mais dominante entre os Tapirapé, seguido pelos subtipos 2 e 3. Com base nisso, G. intestinalis e Blastocystis spp. são potencialmente zoonóticos. Os resultados corroboram com outros estudos realizados na Amazônia brasileira.
Título em inglês
The occurrence of intestinal pathogens and risk factors associated with their infection among the Tapirapé indians of the Amazon region of Mato Grosso, Brazil.
Palavras-chave em inglês
Epidemiology
Helminthology
Indian health
Molecular biology
Parasitic diseases
Protozoology
Resumo em inglês
The prevalence of intestinal pathogens was studied in indigenous of the Tapirapé ethnic from Amazon region of Mato Grosso State, using the coproparasitological, immunological and molecular. Of the total 1,526 fecal samples 83.35% had at least one intestinal parasite and 65% had more than one parasite (poliparasitism). The most prevalent parasite was Entamoeba coli (827/1526 - 54.19%). Entamoeba histolytica/dispar (581/1526 - 38, 07%), Giardia intestinalis (287/1526 - 18.81%), Blastocystis spp. (257/1526 - 16.84%) and Ancylostoma spp. (293/1526 -19.20%) were found too. Cysts of G. intestinalis were sequence by b-Giardina and GDH gene. Only assemblages A and B were found and assemblage A was the most prevalent. The molecular characterization of Blastocystis spp. by SSU-rRNA demonstrated that subtype 1 was dominant followed by subtypes 2 and 3. So, G. intestinalis and Blastocystis spp. are potentially zoonotic. The results are in agreement with previous studies conducted in the Brazilian Amazon.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-06-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.