• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Master's Dissertation
DOI
10.11606/D.44.2016.tde-02022016-130932
Document
Author
Full name
Ely Borges Frazao
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
São Paulo, 1981
Supervisor
Title in Portuguese
Contribuição à metodologia para determinação da pressão de expansão em solos e rochas
Keywords in Portuguese
Solos (Análise física)
Abstract in Portuguese
A expansão de solos e rochas, por absorção de água, e a pressão manifestada no curso da expansão têm causado danos a obras civis em várias regiões do Globo e, por esta razão, têm sido objeto de atenção de geólogos e engenheiros que lidam na construção civil. Existem diversos meios para avaliação e determinação da expansão e da pressão de expansão, sendo que esta é de maior importância na prática da Engenharia Civil. Para a determinação do valor da pressão de expansão de um solo, ou de uma rocha, é desejável um método e um processo de ensaioque sejam o mais simples, rápido e exato possível e que melhor reflitam as situações pelas quais passará o material com o qual, ou sobre o qual, se edificará uma obra civil. Escolheu-se, neste estudo, o método "a volume constante", com monitoração automática dos ensaios, por ser o que mais atende aos requisitos acima citados. A manutenção da constância de volumes das amostras foi alcançada através da utilização de um transdutor que, colocado entre os pratos de uma prensa motorizada, envia sinais a um circuito eletrônico que aciona o motor da prensa para aplicar ou retirar carga quando a amostra, entre os pratos, tende a expandir ou a contrair, respectivamente. Os valores das cargas são lidos em um relógio comparador ou num registrador, onde, a partir de sinais enviados por outro transdutor, têm-se os registros convertidos diretamente para valores de pressão. Utilizando-se de uma amostra de uma argila denominada Volclay-SPV, executaram-se ensaios visando conhecer a influência da massa, da densidade seca e da umidade inicial, de corpos de prova, na pressão de expansão. Para comparar o desempenho desse sistema realizaram-se ensaios, também com argila Volclay-SPV, de acordo com um método que se permitiu a expansão dos corpos de prova sob três valores pré-fixados de pressão, os quais foram aplicados através de uma presença de alavancas. Realizaram-se, também, ensaios sobre quatro amostras de arenitos "a volume constante" e com monitoração automática e, de acordo com o mesmo método em que se permite a expansão dos corpos de prova, mas sob pressões com valores que obedecem a escala de uma progressão geométrica, como nos ensaios rotineiros de adensamento. Este estudo permitiu chegar às seguintes conclusões: 1) quanto maior a massa dos corpos de prova, maior foi a pressão da expansão, a influência foi maior na faixa de 3 a 15g e decresceu a partir desta; 2) quanto maior a densidade seca dos corpos de prova, maior foi a pressão de expansão; 3) quanto maior a umidade inicial dos corpos de prova, menor foi a pressão de expansão; 4) o sistema de monitoração automática de acordo com o método "a volume constante" foi mais exato e mais rápido que o sistema convencional escolhido para comparação.
Title in English
Not available.
Keywords in English
Not available.
Abstract in English
Not available.
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
Frazao_Mestrado.pdf (3.67 Mbytes)
Publishing Date
2016-02-03
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
CeTI-SC/STI
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2021. All rights reserved.