• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Doctoral Thesis
DOI
10.11606/T.44.2006.tde-11112015-153804
Document
Author
Full name
Fernando Camargo Freitas
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
São Paulo, 2006
Supervisor
Committee
Juliani, Caetano (President)
Barbosa, Johildo Salomão Figueiredo
Campos Neto, Mario da Costa
Oliveira, Marcos Aurelio Farias de
Schorscher, Johann Hans Daniel
Title in Portuguese
Evolução metamórfica dos terrenos granulíticos de Socorro e Caconde (SP e Cambuí (MG)
Keywords in Portuguese
Caconde (SP)
Cambuí (MG)
Geotectônica
Metamorfismo
Petrologia metamórfica
Socorro (SP)
Abstract in Portuguese
Os terrenos granulíticos de Caconde, Socorro e Cambuí apresentam diferentes evoluções metamórficas cujas relações podem ser compreendidas dentro do contexto dos processos tectônicos que atuaram na região. Estas áreas situam-se em dois domínios estruturais distintos dentro da mesma unidade tectônica. A região de Caconde está localizada na porção centro-norte do Maciço de Guaxupé e as áreas de Socorro e Cambuí a sul deste maciço. Essas últimas foram afetadas por zonas de cisalhamento de baixo ângulo e, subseqüentemente, por intenso cisalhamento transcorrentes de direção N-NE. As rochas granulíticas de Socorro apresentam uma evolução metamórfica caracterizada por um caminho metamórfico em sentido horário, iniciado a partir de uma crosta relativamente fria, cujas condições de sua porção inferior são registradas por granulitos básicos equilibrados a temperaturas em torno de 800°C e 13.5 kbar de pressão. Estas rochas sofreram descompressão com um inicial aumento de temperatura com pico térmico em torno de 850°C a 11 kbar, e posterior resfriamento e exumação em um ambiente de alto gradiente geotérmico, definindo desta forma uma trajetória típica de ambiente de colisão continental. Neste processo o metamorfismo progressivo atuou sobre rochas gnáissicas promovendo fusão em diferentes condições de temperatura e fase fluida, resultando em sobreposição de processos metamórficos à diferenciação ígnea. Gnaisses charnockíticos a enderbíticos, afetados por este processo metamórfico, guardam ainda o registro de sua origem ígnea associada a uma série tipicamente cálcio-alcalina originada em ambiente de arco magmático. Na literatura estas rochas são atribuídas ora ao Complexo Socorro ora ao Complexo Paraisópolis, porém apresentam características litológicas, geoquímicas e evolução metamórfica distinta dos granitóides do Complexo Socorro, a leste, das rochas granulíticas de Cambuí, também atribuídas ao Complexo Paraisópolis, e das rochas do Grupo Amparo, situado a oeste, cabendo então a designação dessas rochas como uma unidade litoestratigráfica distinta. As rochas de Cambuí foram metamorfisadas em regime de alta temperatura e pressão intermediária com pico térmico de aproximadamente 850°C e 8 kbar, sofrendo leve compressão antes do subseqüente resfriamento e descompressão em um caminho metamórfico em sentido anti-horário, desenhando um looping fechado no campo PT onde a porção retrógrada do caminho metamórfico passa em condições de pressão e temperatura próximas às atuantes durante o metamorfismo progressivo. A evolução metamórfica desta área é típica de ambiente tectônico de arco magmático e deve estar associado ao magmatismo granítico presente na área. Em Caconde, as rochas granulíticas apresentam uma trajetória em sentido horário com pico bárico em torno de 11 kbar, registrado tanto em granulito básico como em paragnaisse. Tais rochas sofreram descompressão aproximadamente isotérmica e foram reequilibradas junto à grande maioria das rochas da área em condições de aproximadamente 850°C e 8 kbar, caracterizando uma evolução metamórfica típica de ambiente de colisão continental, porém em um regime térmico de alta temperatura que pode ser associado a um estágio pré-colisional de arco magmático ou mesmo a uma anomalia geotérmica gerada no próprio ambiente colisional.
Title in English
Not available.
Keywords in English
Not available.
Abstract in English
The high-grade metamorphic terrains of Caconde, Socorro and Cambui related to the São Paulo Plate or the Socorro-Guaxupé Nappe. SE Brazil, reveal distinct P-T evolutions, whose relationship can be understood within the regional tectonic setting. These terrains are located in two different structural domains placed within the same tectonic unit. Caconde is located in the center-north portion of the Guaxupé Massif, whereas Socorro and Cambuí occur at south of this massif. The latter were affected intensely by low angle shear zones and subsequently by NNE-SSW-striking transcurrent faults. The Socorro granulitic rocks evidence a metamorphic evolution characterized by clock-wise P-T path defined by heating of a cold crust and later decompression, which is typical of continental collision setting. Progressive metamorphism up to the granulite-facies, at distinct temperature and fluid phase conditions, promoted partial melting of the Socorro gneissic rocks resulting in overprint of metamorphic process and magmatic differentiation. Charnockitic to enderbitic gneisses affected by these processes still record their magmatic geochemical signature related to the calc-alkaline series, reflecting, probably , a origin associated with the magmatic arc evolution. THE Socorro granulitic rocks have been attributed to the Socorro or the Paraisópolis complexes. However, their distinct metamorphic evolution and lithological and geochemical characteristics in relation to those from these complexes imply in the designation of a different stratigraphic unit for these rocks. The Cambui rocks were metamorphosed at high temperature and intermediate pressure, with thermal peak at 850°C and 8kbar pressure. These rocks suffered a slight compression before the subsequent cooling and descompression in a counter-clockwise P-T path that draws a closed looping in which the retrograde path occurred at temperature and pressure conditions close to those experimented at the progressive metamorphism recorded in the Socorro rocks. Thus, the Cambui metamorphic evolution was typical of a tectonic magmatic arc and could be associated to the granitic magmatism present in this terrain. In the Caconde region, the granulitic rocks show a clockwise P-T path where the highest pressure was approximately 11 kbar, registered in basic granulite and paragneisse. These rocks suffered near isothermal decompression and were reequilibrated in conditions of 850°C and 8 kbar, characterizing a typical metamorphic evolution of continental collision, however in a geothermal regime of high temperature, which might be associated with a former pre-collisional magmatic arc or even with a geothermic anomaly generated within the collisional setting.
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
Freitas_Doutorado.pdf (20.97 Mbytes)
Publishing Date
2015-11-12
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
Centro de Informática de São Carlos
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2020. All rights reserved.