• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.44.1999.tde-19112015-085440
Documento
Autor
Nombre completo
Sérgio Luiz Centurione
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 1999
Director
Tribunal
Kihara, Yushiro (Presidente)
Andrade, Fábio Ramos Dias de
Sant'Agostino, Lilia Mascarenhas
Sbrighi Neto, Claudio
Zampieri, Valdir Aparecido
Título en portugués
A mineralização do clinquer portland e seus benefícios tecnológicos
Palabras clave en portugués
Cimento Portland
Flúor
Mineralogia
Resumen en portugués
A alita é o componente mineralógico principal do clínquer portland, sendo responsável pelo desenvolvimento das resistências mecânicas do cimento, sobretudo no período entre 1 e 28 dias de cura. Dentre as sete formas polimórficas desse mineral, destaca-se a simetria romboédrica, como a de mais alta temperatura e a mais reativa, que não se forma em clínqueres convencionais. No entanto, o uso de algumas substâncias ditas mineralizantes pode estabilizar essa estrutura de cristal, com destaque para o par mineralizante F- e 'SO IND.3'. Os benefícios que o processo de mineralização do clínquer portland com flúor e sulfato pode proporcionar a fabricantes e consumidores estão relacionados a fatores econômicos (consumo de combustível), estratégicos (vida útil das jazidas), ecológicos (redução de emissões, aproveitamento de resíduos industriais) e técnicos (melhor desempenho do produto), entre outros. A parte experimental desse trabalho foi desenvolvida em três etapas, sendo a primeira com a elaboração de clínqueres preparados em laboratório, a segunda através da avaliação de clínqueres industriais supostamente mineralizados e produzidos antes de 1999, e a terceira etapa, correspondente às análises em clínqueres industriais produzidos em 1999. Os resultados obtidos permitiram constatar que a simples adição de F- e 'SO IND.3' no sistema não garante a geração de cristais romboédricos de alita e, consequentemente, a mineralização do clínquer. Verificou-se, ainda, que clínqueres mineralizados industrialmente apresentam desempenhos mecânicos muito superiores aos não mineralizados, podendo atingir resistências mecânicas à compressão a 1 dia de cura até 50% superiores. Os teores de F- e'SO IND.3' no clínquer variam em função de outros componentes químicos, em particular dos álcalis, girando, em torno de 2,0 a 2,5% para o 'SO IND.3' e 0,20 e 0,30% para o F-. A identificação das técnicas analíticas mais adequadas para a caracterização da alita romboédrica foram pesquisadas, tendo-se selecionado a difratometria de raios X e a microssonda eletrônica como as de maior potencial. A microscopia óptica de luz refletida não permite definir, isoladamente, a estrutura cristalina da alita. Porém, sua utilização como técnica complementar é muito importante para a compreensão do processo ao qual o clínquer foi submetido.
Título en inglés
Not available.
Palabras clave en inglés
Not available.
Resumen en inglés
Most abundant mineral componente of Portland clinker, alite is responsible for cement mechanical strength development, especially in the 1-to-28 day period of curing. Out of the seven alite polimorphs, the most reactive, hight-temperature rombohedra crystals do not form in conventional clinkers, but can be stabilized through the use of mineralizers, like the pair F and SO3. The beneficial effects the Portland clinker mineralizing process with fluoride and sulfate can bring to the manufacturer and customer are related to economical (fuel Consumption ), strategic (longer raw materials mine life), ecological (NOx emission reduction, valorization of industrial waste) and technical (higher performance of the product), among others. Experimental work was carried out in three parts. The first one, the elaboration of laboratory clinkers. The second, evaluation of industrial supposedly mineralized clinkers produced before 1999. Finally the third, analysis of industrial clinkers produced along the year 1999. The results allowed to verify that the mere addition of F and SO3 to the system do not guarantee the generation of rombohedral alite crystals and consequently the clinker mineralization.Industrial mineralized clinkers showed higher mechanical performance than those not mineralized, reaching up to 50% higher compressive strengths at 1-day curing. F and SO3 contents in clinker vary - as a function of other chemical components, especially alkalis- around 2 to 2.5% SO3 and 0.2 to 0.3 % F. The analytical techniques selected to characterize rombohedral alite were x-ray diffratometry and electron scanning microscopy.Reflected-light microscopy alone does not distinguish alite crystal structure, but is an important complementary tool to help to understand the clinker manufacture process.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2015-11-25
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.