• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.44.2016.tde-05012016-155048
Documento
Autor
Nome completo
Renata Lourenço Lopes Hidalgo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Petri, Setembrino (Presidente)
Davies, Rosemarie Rohn
Fairchild, Thomas Rich
Quadros, Luiz Padilha de
Walde, Detlef Hans Gert
Título em português
Vida após as glaciações globais neoproterozóicas: um estudo microfossilífero de capas carbonáticas dos crátons do São Francisco e Amazônico
Palavras-chave em português
Glaciação
Micropaleontologia
Pré-Cambriano
Resumo em português
O aparecimento de animais durante a era Neoproterozóica marca uma fase crítica na evolução da Terra. Um dos aspectos mais intrigantes é como as severas glaciações globais (ou Snowball/Slushball Earth"), relacionadas com o Esturtiano (710 Ma) e Marinoano (635 Ma), influenciaram o afunilamento na evolução dos eucariontes e a subseqüente evolução e radiação dos animais. Estudos relacionados com a evolução da vida após as glaciações globais são ainda escassos no Brasil. A análise micropaleontológica de seções de seqüência de capa carbonática permitiu o registro de abundantes acritarcas. Uma biota planctônica de águas profundas predomina na porção superior da seqüência de capa carbonática pós-Esturtiana da Formação Sete Lagoas, Cráton do São Francisco. Acritarcas planctônicos foram também encontrados: 1) na seqüência de capa carbonática pós-Marinoana do Grupo Araras, que inclui as formações Mirassol d´Oeste e Guia e na Formação Nobres, unidade mais jovem deste grupo, no Cráton Amazônico; e 2) nos calcários finos da base da Formação Couto Magalhães da Faixa Araguaia. Apesar do significado cronológico desta biota neoproterozóica essencialmente planctônica, ela não é diagnóstica de paleoambientes de águas rasas. A presença de Cymatiosphaeroides e Trachyhystrichosphaera na Formação Sete Lagoas sugere uma microbiota pós-Esturtiana. A presença de Leiosphaeridia minutíssima e Leiosphaeridia crassa na Formação Guia e Cavaspina sp, Appendisphaera barbata e Tanarium na Formação Nobres sugerem duas palinofloras de acritarcas típicas do período Ediacarano.
Título em inglês
Not available.
Palavras-chave em inglês
Not available.
Resumo em inglês
The appearance of animals during the Neoproterozoic Era marks a critical stage in the evolution of life on Earth. One of the most intriguing aspects is the role of the severe global glaciations (or "Snowball/Slushbal Earth") related to the Stuetian (710 Ma) and Marinoan (635 Ma), causing a bottleneck in eukaryote evolution and the subsequent evolution and radiation of animals. Studies concern the life evolution after global glaciations are still scarce in Brazil. The micropaleontological analysis of well studied sections of cap carbonate sequences allowed the record of abundant acritarchs. Deep water plankton biota predominantes in the upper part of the post-Sturtian cap carbonate sequence of the Sete Lagoas Formation, in the São Francisco craton. Planktonic acritarchs was also found in the: 1) post-Marinoan cap carbonate sequence that include the Mirassol d'Oeste and Guia formations, and Nobre Formations, the younger unit of this group over the Amazon craton; and 2) in the lime mudstones of basal Couto Magalhães Formation of the Araguaia Belt. Despite its chronological significance of the Neoproterozoic acritarch biota essentially planktonic, it is not diagnostic of shallow-waters paleoenvironments. The presence of Cymatiosphaeroides and Trachyhystrichosphaera in the Sete Lagoas Formation suggests a post-Sturtian microbiota. Leiosphaeridia minutissima and Leiosphaeridia crassa in the Guia Formation and Cavaspina sp, Appendisphaera barbata and Tanarium in the Nobres Formation support two acritarch palynoflora typical of Ediacaran period.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Hidalgo__Doutorado.pdf (33.32 Mbytes)
Data de Publicação
2016-01-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.