• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
10.11606/D.44.2009.tde-06072009-111626
Document
Auteur
Nom complet
Bruno Boito Turra
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2009
Directeur
Jury
Riccomini, Claudio (Président)
Bezerra, Francisco Hilário Rego
Cesar, Antonio Romalino Santos Fragoso
Titre en portugais
Diques clásticos da Formação Corumbataí, Bacia do Paraná, no contexto da tectônica permotriássica do Gondwana Ocidental
Mots-clés en portugais
Diques clásticos
Paleotensões
Sismitos
Resumé en portugais
A presente dissertação estuda os enxames de diques clásticos presentes na porção superior da Formação Corumbataí, Permotriássico da Bacia do Paraná, no interior do Estado de São Paulo. Foram analisadas três seções estratigráficas, levantadas em cortes de rodovias e ferrovia nos municípios de Limeira, Batovi e Santa Luzia. No total foram obtidas 273 medidas de atitudes de diques, distribuídos em quatro níveis estratigráficos em Santa Luzia e Limeira, e três em Batovi. Os diques estão intrudidos em siltitos, são compostos por arenito muito fino a siltoso, em sua maioria são subverticais, e possuem geometrias tabulares e ptigmáticas, essas devido a efeitos de compactação posterior. O processo de formação dos diques foi injeção forçada ascendente de sedimento fluidificado. As feições observadas que sustentam essa conclusão são: ramificações rumo ao topo, deformação na laminação da camada encaixante, diques alimentadores de extrusão de sedimento, intraclastos da encaixante, e orientação vertical da petrotrama paralela à parede dos diques. A fluidificação foi induzida provavelmente por atividade sísmica, os diques clásticos estudados podem ser intepretados como sismitos. As características em favor dessa hipótese são: a associação com outras estruturas de liquefação cronocorrelatas da Formação Corumbataí e Pirambóia, ampla distribuição geográfica das ocorrências (dezenas a centenas de quilômetros), confinamento em determinados níveis estratigráficos, e relação com estruturas tectônicas do embasamento. As atitudes dos diques apresentam significativa dispersão nas orientações, porém foi possível identificar orientação preferencial, com atitudes variando principalmente entre NNW a NE, e predomínio da direção NNE. Admitindo o fraturamento hidráulico como o principal mecanismo de ruptura das camadas pelíticas para a colocação dos diques, a direção preferencial NNE marca o esforço horizontal máximo atuante durante a intrusão, associado a distensão no plano vertical na direção WNW-ESSE. A considerável dispersão das atitudes é atribuída a existência de baixos valores de stress diferencial durante o fraturamento e injeção do sedimento fluidificado, situação esperada em casos de intrusão em baixas profundidades. Os sismos indutores dos diques clásticos foram resultado de reativações de falhas pré-cambrianas do embasamento da Bacia do Paraná. Essa relação é observada pelo alinhamento geográfico dos sismitos permotriássicos que corresponde de maneira geral ao traçado ENE da Zona de Cisalhamento Jacutinga. Dentre os afloramentos estudados, os diques de Limeira, os mais próximos a esse traçado, são mais abundantes e possuem maiores espessuras, produtos de maiores volumes de sedimento remobilizados pela fluidificação, provavelmente em função da maior proximidade com a região epicentral dos antigos abalos sísmicos. O campo de esforços sugerido pelas orientações dos diques implicaria numa reativação transcorrente sinistral da Zona de Cisalhemento Jacutinga durante os eventos de sismicidade penecontemporâneos à sedimentação permotriássica da Bacia do Paraná. Essa tectônica, numa quadro mais amplo, possivelmente está relacionada à propagação continente adentro da compressão de direção geral N-S, que ocorreu ao longo da borda sul do Gondwana ao final do Paleozóico, como bem documentado na deformação das rochas sedimentares e sedimentação sin-tectônica do Cinturão do Cabo, na África do Sul, e Serra La Ventana na Argentina.
Titre en anglais
Clastic dikes of the Corumbataí Formation, Paraná Basin, in the permotriassic tectonic context of Western Gondwana
Mots-clés en anglais
Clastic dikes
Paleostress
Seismites
Resumé en anglais
The current dissertation presents the study of clastic dike swarms of the upper part of the Corumbataí Formation, Permian-Triassic of the Paraná Basin, São Paulo State, Brazil. Three columnar sections were analyzed in road and railroad cuts in the municipalities of Limeira, Batovi and Santa Luzia. A total of 273 measurements of structural attributes of dikes were obtained, grouped by stratigraphic level. Four different stratigraphic levels with clastic dikes were recognized in both the Santa Luzia and Limeira exposures, and three in Batovi. The clastic dikes intrude siltstones and are composed of very fine to silty sandstone, being mostly subvertical and with tabular forms, sometimes with ptigmatic folds caused by latter compaction. The origin of the dikes is related to upward forced injection of fluidized sediment. Observed features supporting this conclusion are upward ramification, drag folds in the host rock, sediment extrusion structures over the upper termination of feeding dikes, host rock intraclasts in the dikes and vertical fabric of the dikes grains oriented parallely to the dike walls. Fluidization of the sand was most likely caused by seismic activity, and therefore the studied dikes are considered as seismites. Other evidence support this interpretation, such as their association with other types of liquefaction features found in the coeval Corumbataí and Pirambóia formations, the broad area of occurrence of the dikes (tens to hundreds of kilometers), the confinement of the dikes to specific stratigraphic levels, and their spatial relationship with tectonic structures of the basement. Despite the great dispersion of dike directions, there are preferential orientations, with strikes varying from NNW to NE and the NNE direction being the most common.Admiting that hydraulic fracturing was the main mechanism of dike generation, the prevailing NNE direction would indicate the maximum horizontal stress during the intrusion, related to a WNW-ESE extensional. The great dispersion of attitudes can be interpreted as the consequence of low diferential stresses during the fracturing and injection of fluidized sediment, which is common in shallow intrusions. The interpreted earthquakes were the result of reactivation of Precambrian basement faults, as indicated by the geographic alignment of the Permian- Triassic seismites following the ENE direction of the Jacutinga Shear Zone. The Limeira dikes, which are the closest to the shear zone, are the most closely spaced and the thickest of all occurrences, indicating the fluidazitin of larger volumes of sediment, probably due to proximity to the epicentral zone of the earthquakes. The stress field interpreted from the dike orientations implies in a left-slip reactivation of the Jacutinga Shear Zone during the Permian-Triassic seismic events in the Paraná Basin. These events are possibly related, in a broader scene, to the far-field propagation of the compressional stresses of N-S direction originated in the southern border of Gondwana in the Late Paleozoic, recorded in the Cape Belt of South Africa and Sierra de Las Ventanas in Argentina.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
BBT.pdf (16.35 Mbytes)
Date de Publication
2009-08-24
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
Centro de Informática de São Carlos
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2020. Tous droits réservés.