• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.45.2001.tde-20210729-125228
Documento
Autor
Nome completo
Patrícia Rosa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2001
Orientador
Título em português
Análise não-paramétrica de dados ordinais com medidas repetidas
Palavras-chave em português
Pesquisa E Planejamento Estatístico
Resumo em português
Neste trabalho comparamos duas metodologias de análise de dados ordinais coletados em experimenos com medidas repetidas. A primeira considera a atribuição de escores às categorias de resposta e a utilização de modelos paramétricos para comparar as médias destes escores. Esta técnica é amplamente utilizada uma vez que a metodologia de Análise de Variância para Medidas Repetidas na qual se baseia é bastante difundida e vários pacotes estatísticos disponibilizam rotinas de ajuste e análise. No entanto, sua utilização é criticada devido às suposições bastante restritivas dessa classe de modelos, como a continuidade da variável resposta, distribuição normal dos dados e estruturas especiais para as matrizes de covariância. Por essas razões, uma metodologia alternativa, baseada em técnicas não-paramétricas que apresenta suposições menos restritivas é descrita. Esta metodologia utiliza os postos das observações para estudar os efeitos dos fatores na distribuição da variável resposta. Os procedimentos utilizados para investigar as hipóteses de interesse são baseados na distribuição assintótica das estatísticas propostas e a exatidão das aproximações pode ser insatisfatória no caso de experimentos com amostras pequenas. Por intermédio de estudos de simulação, comparamos as taxas de erro Tipo-I e o poder dos testes para as técnicas paramétrica e não-paramétrica, sob planejamentos balanceados. Conclusões similares são obtidas utilizando modelos paramétricos para escores equiespaçados e a estatística tipo-ANOVA para o modelo não-paramétrico. Indicam ainda diferenças nas conclusões da análise paramétrica quando vários sistemas de pontuação para a mesma variável ordinal são utilizados
Título em inglês
not available
Resumo em inglês
not available
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
RosaPatricia.pdf (4.21 Mbytes)
Data de Publicação
2021-07-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.