• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.45.2017.tde-18052017-084025
Documento
Autor
Nome completo
Jorge Augusto Melegati Gonçalves
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Wang, Xiaofeng (Presidente)
Prikladnicki, Rafael
Siqueira, Fabio Levy
Título em inglês
Requirements engineering in software startups: a qualitative investigation
Palavras-chave em inglês
Empirical software engineering
Requirements engineering
Software startups
Resumo em inglês
Software startups face a very demanding market: they must deliver high innovative solutions in the shortest possible period of time. Resources are limited and time to reach market is short. Then, it is extremely important to gather the right requirements and that they are precise. Nevertheless, software requirements are usually not clear and startups struggle to identify what they should build. This context affects how requirements engineering activities are performed in these organizations. This work seeks to characterize the state-of-practice of requirements engineering in software startups. Using an iterative approach, seventeen interviews were conducted during three stages with founders and/or managers of different Brazilian software startups operating in different market sectors and with different maturity levels. Data was analyzed using grounded theory techniques such open and axial coding through continuous comparison. As a result, a conceptual model of requirements engineering state-of-practice in software startups was developed consisting of its context influences (founders, software development manager, developers, business model, market and ecosystem) and activities description (product team; elicitation; analysis, validation and prioritization; product validation and documentation). Software development and startup development techniques are also presented and their use in the startup context is analyzed. Finally, using a bad smell analogy borrowed from software development literature, some bad practices and behaviors identified in software startups are presented and solutions to avoid them proposed.
Título em português
Engenharia de requisitos em startups de software: uma investigação qualitativa
Palavras-chave em português
Engenharia de requisitos
Engenharia de software experimental
Startups de software
Resumo em português
Startups de software enfrentam um mercado muito exigente: elas devem entregar soluções altamente inovativas no menor período de tempo possível. Recursos são limitados e tempo para alcançar o mercado é pequeno. Então, é extremamente importante coletar os requisitos certos e que eles sejam precisos. Entretanto, os requisitos de software geralmente não são claros e as startups fazem um grande esforço para identificar quais serão implementados. Esse contexto afeta como as atividades de engenharia de requisitos são executadas nessas organizações. Este trabalho procura compreender o estado-da-prática da engenharia de requisitos em startups de software. Usando uma abordagem iterativa, dezessete entrevistas foram realizados em três diferentes estágios com fundadores e/ou gestores de diferentes startups de software brasileiras operando em diferentes setores e com diferentes estágios de maturidade. Os dados foram analisados usando técnicas de teoria fundamentada como codificação aberta e axial através da comparação contínua. Como resultado, um modelo conceitual do estado-da-prática da engenharia de requisitos em startups de software foi desenvolvido consistindo da suas influências do contexto (fundadores, gerente de desenvolvimento de software, desenvolvedores, modelo de negócio, mercado e ecossistema) e descrição das atividades (time de produto; levantamento; análise, validação e priorização; e documentação). Técnicas oriundas de metodologias de desenvolvimento de software e desenvolvimento de startups também são apresentadas e seu uso em no contexto de startups é analisado. Finalmente, a partir de uma analogia de maus cheiros presente na literatura de desenvolvimento de software, algumas más práticas e maus comportamentos identificados em startups de software são apresentados e algumas sugestões de solução são propostas.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-05-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.