• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.45.2012.tde-30052012-155250
Documento
Autor
Nome completo
Renan de Melo Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Lejbman, Alfredo Goldman Vel (Presidente)
Gerosa, Marco Aurélio
Souza, Cleidson Ronald Botelho de
Título em português
Um estudo sobre o espaço de trabalho informativo e o acompanhamento em equipes ágeis de desenvolvimento de software
Palavras-chave em português
acompanhamento ágil
big visible charts
espaço de trabalho informativo
métricas
Resumo em português
Podemos encontrar em métodos ágeis como no Extreme Programming [Beck, 1999, Beck e Andres, 2006], no Scrum [Schwaber, 2008], no Crystal Clear [Cockburn, 2005], e no Lean Software Development [Poppendieck e Poppendieck, 2007] referências relacionadas à manipulação e disponibilização de métricas e outras informações no ambiente de desenvolvimento. Neste trabalho, estas atividades são consideradas como tarefas de acompanhamento ágil. Observamos em métodos ágeis a importância de se realizar ações (práticas) baseadas em alguns princípios como guidelines [Poppendieck e Poppendieck, 2007]. Por isto, realizamos uma análise bibliográca na literatura disponível para compreender princípios ágeis que possam afetar na execução deste tipo de tarefa, além de escrever sobre métricas no contexto de métodos ágeis e engenharia de software. Apesar da bibliograa, não encontramos pesquisas experimentais com o objetivo de levantar e (ou) compreender aspectos relacionados ao sucesso na aplicação deste tipo de tarefa em ambientes de desenvolvimento. Para isto, realizamos neste trabalho uma pesquisa experimental com este objetivo, utilizando uma abordagem de métodos mistos sequenciais de pesquisa [Creswell, 2009]. Escolhemos aplicar esta pesquisa em um conjunto de quinze equipes de desenvolvimento ágil, reunidas em realizações da disciplina Laboratório de Programação Extrema do IME-USP nos anos de 2010 e 2011. Esta pesquisa foi realizada em quatro fases sequenciais. Na primeira fase, realizamos sugestões para as equipes de desenvolvimento vinculadas ao acompanhamento ágil a m de levantar aspectos valiosos em sua aplicação utilizando uma abordagem baseada em pesquisa-ação [Thiollent, 2004]. Baseado nestes resultados, agrupamos alguns destes aspectos como heurísticas para o acompanhamento ágil, modelo similar ao de Hartmann e Dymond [2006]. Na segunda fase, aplicamos um questionário para vericar a validade das heurísticas levantadas. Na terceira fase, realizamos entrevistas semi-estruturadas com alguns integrantes destas equipes para compreender o por quê da validade das heurísticas levantadas, sendo analisadas com técnicas de teoria fundamentada em dados (grounded theory)[Strauss e Corbin, 2008]. Na quarta fase, reaplicamos o questionário da fase 2 em outro ambiente para triangulação da validade das heurísticas. Como resultado nal da pesquisa, estabelecemos um conjunto de heurísticas para o acompanhamento ágil, além de avaliações quantitativas de seus aspectos em dois ambientes, juntamente a diversas considerações qualitativas sobre sua utilização. Realizamos um mapeamento tanto das heurísticas como de seus conceitos relacionados à literatura disponível, identicando aspectos já existentes porém expandidos pela realização da pesquisa, e aspectos ainda não discutidos que podem ser considerados como novos na área.
Título em inglês
An study on informative workspaces and tracking in agile development teams
Palavras-chave em inglês
big visible charts
informative workspace
metrics
tracking
Resumo em inglês
It is possible to find on the agile methods several references related to managing and displaying relevant information in a software development worplace. These references are available in agile methods such as Extreme Programming [Beck, 1999, Beck e Andres, 2006], Scrum [Schwaber, 2008], Crystal Clear [Cockburn, 2005], Lean Software Development [Poppendieck e Poppendieck, 2007],etc. In our work, we name this kind of activity as agile tracking, relating it to the tracker role defined by Beck [1999]. We noticed the importance of performing actions (practices) based on a set of principles as guidelines [Poppendieck e Poppendieck, 2007], which is deeply associated with agile methods. Taking this matter into account, we performed a literature review in order to discuss a few agile principles that could affect the execution of agile tracking related tasks. We also describe a few works directly related to metrics, both on the agile methods and on the software engineering area in general. Even with related references in the literature, we could not find empirical researches with the goal of raising/understanding aspects related to successfully performing this kind of task on agile environments, which could be helpful on managing informations and informative workspaces. In order to accomplish this goal, we performed a research using a sequential mixed research methods approach [Creswell, 2009]. We chose to apply our research on a set of fifteen agile teams gathered on the IME-USP's "Laboratory of Extreme Programming" course in 2010 and 2011. This research was performed in four sequential phases. In the first phase, we made several suggestions to the agile teams, regarding agile tracking, using and approach based on action research [Thiollent, 2004]. We used this initial approach in order to gather relevant aspects of their use of agile tracking. Based on these results, we clustered some aspects as "heuristics for agile tracking", the same model used by Hartmann e Dymond [2006]. In phase two, we applied a survey to evaluate the validity of the proposed heuristics. In phase three, we gathered data from a few semi-structured interviews performed on team members in order to understand the reasons behind the proposed heuristics, in which we used grounded theory [Strauss e Corbin, 2008] coding techniques for analysis. In phase four, we reapplied phase two survey on a different environment in order to triangulate the heuristics evaluation data gathered on phase 2. As the result of this empirical research, a set of heuristics were established with quantitative evaluation data and several related qualitative concepts. We also relate the set of heuristics and associated concepts with other works in agile methods, highlighting aspects expanded by this research and some others that we could not directly find in the literature, which could be considered as new in the area.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
dissertacao.pdf (6.73 Mbytes)
Data de Publicação
2012-06-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.