• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Thèse de Doctorat
DOI
10.11606/T.46.2019.tde-15022019-145443
Document
Auteur
Nom complet
Paulo Cesar Costa de Oliveira
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2001
Directeur
Jury
Masini, Jorge Cesar (Président)
Coichev, Nina
Lago, Claudimir Lucio do
Moya, Horacio Dorigan
Oliveira, Cláudio Celestino de
Titre en portugais
Aplicações espectrofotométricas da análise por injeção seqüencial (SIA). 1. Determinação de Cr(VI) por oxidação do alcalóide brucina. 2. Determinação de Fe(II) por complexação com 2,2´-bipiridila
Mots-clés en portugais
Cromo (Determinação)
Espectrofotometria (Aplicações; Análise química)
Ferro (Determinação)
Resumé en portugais
Neste trabalho desenvolveram-se metodologias analíticas utilizando a análise por injeção seqüencial para determinação de analitos de interesse industrial e ambiental. Determinou-se Cr(VI) por meio de sua reação de oxidação com o alcalóide brucina. Esta reação gera um intermediário com curto tempo de vida (aproximadamente 7,5 s) que exibe máximo de absorção em 525 nm. A metodologia proposta teve suas condições experimentais otimizada e procedeu-se sua aplicação para análise de amostras reais. Investigaram-se os teores de Cr em amostras certificadas de aço e em efluentes industriais. Foram construídas curvas analíticas utilizando-se água como solução transportadora e padrões também em meio aquoso, ácido sulfúrico (0,6 mol L-1) como solução transportadora e padrões em solução aquosa e finalmente, ácido sulfúrico (0,6 mal L-1) como solução transportadora e na preparação dos padrões com faixas de concentrações de íons Cr(VI) de 1,0 a 8,0 mg L-1 (r2=0 ,9986), de 0,2 a 1,0 mg L-1 (r2=0,9982) e de 0,1 a 1,0 mg L-1 (r2=0,9992) respectivamente. Também foi desenvolvida metodologia analítica de diluição in-line para análise direta de amostras com concentrações mais elevadas, construindo-se curva analítica com padrões preparados em meio aquoso e utilizando-se água como solução transportadora. A faixa de concentração de íons Cr(VI) investigada foi de 20 a 100 mg L-1 (r2=0,9948) com freqüência de amostragem de 80 análises por hora. Desenvolveu-se metodologia analítica de adição de padrão in-line para análise das amostras, além da construção e aplicação de uma cela espectrofotométrica delgada de baixo custo para análise em fluxo. A curva de referência para análise de íons Cr(VI) na faixa de concentração entre 1,0 e 10,0 mg L-1 exibiu coeficiente de correlação (r) 0,993 com uma freqüência de amostragem de 80 análises por hora. Os resultados obtidos foram comparados com os valores certificados das amostras com nível de confiança de 95%, não apresentando evidência de erros sistemáticos. Ainda foi desenvolvida e otimizada metodologia analítica para determinação de íons Fe(II) em diferentes amostras de fármacos e especiação de Fe(II) e Fe(III) em extratos acéticos de sedimento de rio através de análise por injeção seqüencial. Essa metodologia baseou-se na reação entre íons Fe(II) com 2,2'-bipiridila, que gera um complexo bastante estável de estequiometria 3:1 entre o ligante e íons Fe(II) respectivamente, absorvendo fortemente em 523 nm. A curva de referência para análise dos produtos farmacêuticos apresentou faixa linear para concentrações entre 5,0 e 40,0 mg L-1 de íons Fe(II) (r=0,999) com freqüência de amostragem de 100 amostras por hora. Para a determinação de íons Fe(II) e íons Fe(III), as curvas analíticas mostraram boa linearidade na faixa de concentração de 0,35 a 4,5 mg L-1 e 0,70 a 9,00 mg L-1 com coeficientes de correlação 0,9998 e 0,9994 respectivamente, com freqüência de amostragem de 45 amostra por hora para os dois estados de oxidação. Todos os resultados obtidos tanto para determinação de Cr(VI) quanto de Fe(II) foram bastante satisfatórios e bem concordantes com valores encontrados por outras técnicas. As metodologias propostas mostraram-se bastante interessantes, inclusive com grande possibilidade de implementação na indústria ou para monitorização desses elementos estudados em trabalhos de campo.
Titre en anglais
Spectrophotometric applications of sequential injection analysis (SIA). 1. Determination of Cr (VI) by oxidation of the alkaloid brucine. 2. Determination of Fe (II) by complexation with 2,2'-bipyridyl
Mots-clés en anglais
Chemical Analysis)
Chromium (Determination)
Iron (Determination)
Spectrophotometry (Applications
Resumé en anglais
Sequential injection methodologies were developed for determination of Cr(VI) and Fe(II) in samples of industrial and environmental interest. Cr(VI) was determined by the reaction with the alkaloid brucine, which is oxidized producing an intermediate with short lifetime and strong molar absorptivity between 500 and 550 nm. The optimized methodology was applied in the determination of Cr in certified stainless-steel samples and metallurgical industrial effluents. This was further exploited in the development of sequential injection procedures to perform in-line dilution and in-line standard addition, ln addition to the construction and application of a thin layer vertical flow cell for spectrophotometric measurements was performed. A sequential injection methodology for determination of Fe(II) was developed based on the reaction with 2,2' -bipyridyl. This reaction produces a very stable pink complex with strong absorptivity peak at 523 nm. The methodology was tested and applied in Fe(II) determination in anti anemic pharmaceutical formulations and in the speciation Fe(II)/Fe(III) speciation in acetic extracts from river sediments.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2019-02-15
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2021. Tous droits réservés.