• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.47.2018.tde-04072018-180043
Documento
Autor
Nombre completo
Paola Regina Carloni
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2018
Director
Tribunal
Crochick, Jose Leon (Presidente)
Andrade, Tatiana Carilly Oliveira
Schmidt, Maria Luisa Sandoval
Silva, Pedro Fernando da
Zanolla, Silvia Rosa da Silva
Título en portugués
Narração, ideologia e experiência: os desafios da formação no jornalismo
Palabras clave en portugués
Experiência
Formação
Ideologia
Jornalismo
Narração
Resumen en portugués
Este trabalho tem como objetivo compreender a formação no Jornalismo. Para isso, com base nos conceitos desenvolvidos pelos autores da Teoria Crítica da Sociedade, principalmente Adorno, Benjamin e Horkheimer, compreende-se a formação como um processo social que envolve formar o indivíduo para a autonomia e para a emancipação, abrangendo os aspectos da cultura de maneira geral e não apenas a formação escolar, mesmo que esta também faça parte de modo importante do processo formativo. A formação deve se desenvolver em um sentido cultural amplo, buscando uma consciência verdadeira que vise o combate à barbárie, tendo em vista o desenvolvimento de civilidade. Na Modernidade, há o empobrecimento da capacidade de fazer experiências e o declínio das narrações com o surgimento da informação, como aponta Benjamin. Esses conceitos teóricos e ainda outros relacionados à epistemologia do Jornalismo são discutidos nos dois primeiros capítulos em que se faz, também, uma análise histórica do surgimento do Jornalismo como área de atuação e profissão até as mais recentes Diretrizes Curriculares estabelecidas em 2013; é realizada uma leitura crítica de teorias e materiais didáticos da área. Analisa-se, ainda, nos dois últimos capítulos, a concepção de formação, compreensão histórica, epistemológica e a relação entre Jornalismo e desenvolvimento social por meio de entrevistas semiestruturadas com 33 professores jornalistas que ministram aulas em cursos de Jornalismo em três grupos de instituições: pública, filantrópica e particular. Conclui-se, ao final, que o Jornalismo é produto deste momento histórico e por isso contém em si limites e contradições. Não se pode idealizar ou desconsiderar as contradições inerentes ao próprio processo formativo que também comparece na formação do jornalista. Nas entrevistas e nos materiais analisados, é possível perceber que há uma deficiência epistemológica na área do Jornalismo e que os formadores estão mais voltados para o produto jornalístico, a notícia, e sua relação com a sociedade em um sentido de produzir cidadania, desenvolvimento social e influenciar a opinião pública, do que para aspectos amplos da formação, como cultura geral, história e epistemologia
Título en inglés
Narration, Ideology and Experience: the challenges of formation in Journalism
Palabras clave en inglés
Experience
Formation
Ideology
Journalism
Narration
Resumen en inglés
This work aims to understand formation in journalism. For this, based on the concepts developed by the authors of the Critical Theory of Society, mainly Adorno, Benjamin and Horkheimer, the formation is understood as a social process that involves to form the individual for the autonomy and the emancipation, covering the aspects of the culture in a general way and not only the school formation, although this also forms part of an important way of the formative process. Formation must develop in a broad cultural sense, seeking a true conscience aimed at combating barbarism, in view of the development of civility. In Modernity, there is the impoverishment of the capacity to make experiments and the decline of narrations with the emergence of information, as Benjamin points out. These theoretical concepts and still others related to the epistemology of Journalism are discussed in the first two chapters, which also make a historical analysis of the emergence of journalism as an area of activity and profession until the most recent Curricular Guidelines established in 2013; a critical reading of theories and didactic materials of the area is carried out. In the last two chapters we analyze the conception of formation, historical and epistemological understanding and the relationship between Journalism and social development through semi-structured interviews with 33 professors journalists who teach classes in journalism courses in three groups of institutions: public, philanthropic and private. It is concluded, in the end, that journalism is the product of this historical moment and therefore contains within itself limits and contradictions. One can not idealize or disregard the contradictions inherent in the formative process itself that also appears in the formation of the journalist. In the interviews and in the materials analyzed, it is possible to perceive that there is an epistemological deficiency in the area of journalism and that the professors are more focused on the journalistic product, the news, and its relation with the society in a sense of producing citizenship, social development and influencing public opinion, than to broad aspects of formation, such as general culture, history and epistemology
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
carloni_corrigida.pdf (1.26 Mbytes)
Fecha de Publicación
2018-07-06
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2019. Todos los derechos reservados.