• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2013.tde-08102013-150427
Documento
Autor
Nome completo
Aurélio Fabrício Torres de Melo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Kovacs, Maria Julia (Presidente)
Carone, Iray
Carvalho, Alex Moreira
Franco, Maria Helena Pereira
Kohatsu, Lineu Norió
Título em português
O que "dizem" os filmes sobre a morte? - ensaios de análise fílmica
Palavras-chave em português
Análise do discurso
Filmes
Luto
Morte
Resumo em português
Têm sido muitas as formas como o homem ocidental encara a morte desde a idade média: evento natural da vida, destino certo do homem, castigo de Deus, glamour exclusivo dos jovens amantes, fracasso da medicina, descarte de mercadoria. Assim como na história do homem, a história do cinema também retratou as diferentes formas do homem encarar a morte. O objetivo do presente estudo foi identificar, no discurso fílmico, o que dizem os filmes sobre a morte, formas contemporâneas de encarar a morte. O método de pesquisa consistiu na análise dos filmes Mar Adentro (Alejandro Amenabar), O Quarto do Filho (Nanni Moretti) e O Sétimo Selo (Ingmar Bergman), sob dois aspectos: a análise dos elementos fílmicos fotografia, iluminação, câmera, figurino, cenário, maquiagem, roteiro, montagem, personagens; a análise do filme como narrativa, identificando a fábula, os temas e o discurso. As análises fílmicas revelaram um discurso intimista da morte. A morte foi retratada como experiência íntima e singular. De acordo com a literatura tanatológica, a morte como experiência subjetiva é uma das formas atuais de encarar a morte nas sociedades ocidentais. O fenômeno da intimização da morte também se apresenta no discurso fílmico de algumas obras cinematográficas, confirmando uma mentalidade histórico-cultural do homem
Título em inglês
What do films tell us about death? Essays on film analysis
Palavras-chave em inglês
Death
Films
Mourning
Speech analysis
Resumo em inglês
There have been many ways of the western man face the death since the middle Ages: natural event of life; inevitable fate; God punishment; exclusive glamour of young lovers; medicine failure, discard material. In the history of cinema as well as in the human history face death is also portrayed in different ways. The purpose of this study was identifying in the film discourse what the films says about this event and the contemporary ways to face it. The method of the research consists in analyze the films; The Sea Inside (Alejandro Amenabar), The Son´s Room (Nanni Moretti), The Seventh Seal (Ingmar Bergman) in two aspects: analysis of the film elements like cinematography, lighting, camera, costumes designer, scenery, makeup, script, editing, characters; and the film analysis like a narrative, identifying the fable, the themes and the discourses. This analyses show an intimate narrative of death which was portrayed like a unique experience. According to the thanatological literature, death as subjective experience is one of the current ways of facing death in Western societies. The phenomenon of death in an intimate perspective also appears in the film discourse of some cinematographic works, confirming a historical-cultural mentality of humanity
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
melo_do.pdf (1.66 Mbytes)
Data de Publicação
2013-10-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.