• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Danielle Gazzotti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Souza, Marilene Proença Rebello de (Presidente)
Kishimoto, Tizuko Morchida
Leite, Sergio Antonio da Silva
Liberali, Fernanda Coelho
Schlindwein, Luciane Maria
Viégas, Lygia de Sousa
Título em português
Afetividade, emoção e vínculo nas relações escolares: uma perspectiva histórico-cultural
Palavras-chave em português
Afetividade
Brincar
Educação básica
Emoção
Psicologia escolar
Resumo em português
A presente tese investiga o desenvolvimento infantil e sua relação com as experiências emocionais vivenciadas em ambiente escolar e tem por objetivo compreender criticamente o vínculo afetivo estabelecido entre educador e educando em contexto escolar sob a perspectiva histórico-cultural. Para tanto, estuda o vínculo afetivo sob diferentes perspectivas, aprofundando-se no papel das experiências emocionais segundo o enfoque histórico-cultural. No processo, analisa o desenvolvimento infantil em relação ao brincar e à agência, perscrutando como esses aspectos da situação escolar podem interferir no estreitamento do vínculo afetivo entre educador e educando e de que forma isso pode influenciar o desenvolvimento da criança. Este estudo fundamenta-se em uma perspectiva histórico-cultural, baseada no materialismo histórico-dialético, abordagem que considera as condições concretas em que as interações e as experiências emocionais são vividas, de forma a constituir sujeitos, suas consciências e seus sistemas psicológicos. O brincar e a agência são considerados ferramentas que colaboram no processo de ensino-aprendizagem e impulsionam o desenvolvimento, ao mesmo tempo que possibilitam o estabelecimento e o estreitamento de vínculos afetivos entre os participantes do contexto escolar. Trata-se de uma investigação com características da pesquisa ação-participante uma vez que se pauta em uma base empírica e se realiza com relação direta a um problema coletivo, sendo concebida como um instrumento de ação científica com dimensão pedagógica em que o pesquisador é participante das relações escolares, objeto de estudo desta pesquisa, propondo atividades e analisando constantemente sua participação. Esta pesquisa possui uma dimensão política, pois defende valores pertencentes ao campo social de uma sociedade mais igualitária, justa em que relações de colaboração e de participação são estabelecidas entre os sujeitos. Participaram da pesquisa sete estudantes de uma mesma sala de aula, todos com 5 anos de idade. O material empírico foi produzido por meio da gravação em vídeo de uma atividade escolar, realizada com esta sala de aula, na qual a pesquisadora é professora. O objeto de análise da pesquisa consiste em uma proposta desenvolvida pela professora-pesquisadora de forma colaborativa, em que os participantes do grupo puderam igualmente interagir e participar da construção do conhecimento, tendo o brincar e a agência como ferramentas centrais para o desenvolvimento da atividade escolar. Estes dados foram analisados a partir do referencial teórico desta tese e alguns critérios de observação retirados da escala Leuven Involvement Scale Young Children Os resultados obtidos apontam para um envolvimento dos participantes na atividade proposta, por meio de uma experiência educativa em que a professora promove ações de participação e de contribuição dos estudantes em relação aos rumos tomados pela atividade, cujas mediações centram-se na agência dos estudantes que coconstroem conhecimento por meio da interação e colaboração
Título em inglês
Affectivity, Emotion and Bond within School Relations: A Cultural-Historical Perspective
Palavras-chave em inglês
Afectivity
Elementary school
Emotion
Play
School psychology
Resumo em inglês
This paper looks into investigating child development and its relation to emotional experiences lived in school environment. Its objective is to critically understand the affective bond established between educator and learner in school context under the cultural-historical perspective. For that purpose, it investigates affective bond under different perspectives, going deeper in the role of emotion experience in the cultural-historical approach. In the process, it analyses child development in relation to play and agency, investigating how these aspects of school situation may help strengthen the affective bond between educator and learner and how this may impact the development of children. For that matter, it comes from a cultural-historical approach, based on Marxs dialectical-historical materialism which considers the concrete conditions in which interaction and emotional experiences take place in the process of constituting subjects, their consciousness and their psychological systems. Play and agency are seen as tools that enable the teaching-learning process, fasten development as the same time as make it viable to enhance the affective bond among those who take part in the school context. This research shares aspects of participatory-action research once it departs from an empiric basis and it comes true with direct relation to a collective problem, thus being conceived as an instrument of scientific action with pedagogical dimension. This research has a political dimension, once it stands up for social values such as social equality and fairness, believing a society where subjects establish collaborative relations with one another. The data was produced through the recording of a school activity, done with one group of 7 five-year-old children through a collaborative and participatory approach, in which play and agency are seen as main tools for the establishment of emotional bond with the educator and with the activity itself, ensuring the involvement of children and working as tool-and-result of the work itself. The data is analyzed from the cultural-historical theory point of view and some visual description indicators taken from from Leuven Involvement Scale Young Children (LIS YC) scale. The results point to involvement and development of children as well as more significant emotional experiences once the activity enabled children to play and act
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-06-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.