• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2010.tde-19072010-150040
Documento
Autor
Nome completo
Milena Oshiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Bomtempo, Edda (Presidente)
Brunello, Maria Inês Britto
Motta, Ivonise Fernandes da
Título em português
O brincar na infância das crianças com deficiência: um estudo exploratório
Palavras-chave em português
Atividades cotidianas
Crianças
Deficientes
Recreação
Resumo em português
Este trabalho propõe uma reflexão sobre o brincar na vida da criança que apresenta uma problemática intelectual, emocional e social. Destaca a Terapia Ocupacional e a contextualiza em relação aos temas presentes nas pesquisas que envolvem criança e deficiência: reabilitação e inclusão social. Apresenta a revisão da literatura sobre a infância e o brincar e delimita o recorte da Terapia Ocupacional: o brincar no cotidiano. Utilizando os fundamentos teóricos de Donald D. Winnicott, parte-se do pressuposto que o brincar é universal e próprio da infância saudável. A deficiência é entendida como uma problemática apresentada pela criança, seja física, intelectual, emocional e/ou social; ou seja, como mais uma das condições que a levará a estabelecer o seu jeito singular de brincar e estar no mundo. O trabalho caracterizase como uma pesquisa empírica, qualitativa, desenvolvida por meio de estudo de caso. A coleta de dados foi realizada na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de São Paulo (APAE de São Paulo) através de análise dos prontuários e de entrevistas com as mães. O tratamento dos dados foi realizado a partir da técnica de análise de conteúdo, segundo as proposições de Turato (2003). Foram entrevistadas três mães de três crianças que participaram do Programa Arte, Cultura e Esporte da APAE de São Paulo, mais conhecido como projeto PIPA. As falas das mães retrataram a vivência da infância das crianças: brincar, ter amigos, ir à escola, participar de festas e passeios. Observou-se que, das três crianças estudadas, duas encontraram espaços em que brincar e conviver com os pares foi possível, participando da escola, festas e passeios; entretanto, a outra criança ainda tinha apenas o PIPA como lugar possível para brincar, fazendo com que sua mãe continue em busca de um espaço
Título em inglês
The experience of playing in childhood of children with disabilities: an exploratory study
Palavras-chave em inglês
Children
Daily Activities
Disabled
Recreation
Resumo em inglês
This work proposes a reflection about the playing experience to a child with intellectual, emotional and social problems. The study emphasizes the Occupational Therapy and contextualizes it in relation to themes of current researches involving children and disabilities: rehabilitation and social inclusion. Presenting a short revision of literature about childhood and play, this study gives the direction of Occupational Therapy intervention: the experience of playing in everyday life. Using the theoretical concepts of Donald D. Winnicott, it is understood that the act of playing is universal and characteristic of a healthy childhood. Disability is seen as a physical, intellectual, emotional and/or social problem presented by the child. It is seen as just one of the conditions that will establish their unique way of playing and being in the world. The investigation is an empirical and qualitative research, which uses the case study methodology. Data was collected at the Association of Parents and Friends of the Handicapped of São Paulo (APAE São Paulo) through examination of medical records and interviews with mothers. The data was analyzed through the technique of content analysis, according to the propositions of Turato (2003). Mothers of three children who took part in the Program Art, Culture and Sport of APAE, known as PIPA Project, were interviewed. They reported the childhood experiences of their children such as playing, making friends, going to school and parties. It was observed that two of the children have found spaces to play and socialize with peers, participating in school, parties and tours; however, one child had only the PIPA Project as a possible place to play, leading his mother to search for a new space
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
oshiro2_me.pdf (64.55 Kbytes)
oshiro_me.pdf (444.42 Kbytes)
Data de Publicação
2010-09-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.