• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2010.tde-30072010-145438
Documento
Autor
Nome completo
Simone Aparecida Ramalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Albertini, Paulo (Presidente)
Garcia, Mauricio Lourenção
Scarcelli, Ianni Regia
Schmidt, Maria Luisa Sandoval
Weinmann, Amadeu de Oliveira
Título em português
Uma alegria subversiva: o que se aprende em uma escola de samba?
Palavras-chave em português
Escolas de samba
Psicologia política
Saúde mental
Wilhelm Reich (1897-1957)
Resumo em português
Este estudo explora a intersecção entre alegria e política. Parte da tese de que a alegria e a festa são possibilidades de agenciamento de forças a favor da vida, que podem produzir combate à homogeneização de existências e linhas de resistência coletivas a um modo de viver que sufoca vitalidades. Fundamentando-se na Psicologia Política de Wilhelm Reich, analisa a trajetória da Ala Loucos pela X, do Grêmio Cultural Escola de Samba X-9 Paulistana, projeto que emerge do encontro de uma escola de samba com o campo da saúde mental, no bojo do Movimento de Luta Antimanicomial. Narra os acontecimentos que compõem a estória desse coletivo de trabalho, de 2001 a 2009, percurso no qual se evidenciam radicais transformações existenciais e socioculturais nas vidas de seus participantes. Pessoas que antes estavam confinadas a corpos deficitários destinados àqueles que recebem a designação de portadores de transtornos mentais hoje descobrem que a alegria de viver pode ser mais subversiva em seus cotidianos do que aquilo que décadas de tratamentos biomédicos puderam lhes trazer. Como recursos metodológicos, este estudo se apoia nos conceitos de alegoria e narrativa, de Walter Benjamin, e de memória coletiva, de Maurice Halbwachs. Buscando entrever pelas frestas dos grandes acontecimentos sociais, encontra no território carnavalesco, considerado por uma longa tradição de pensamento como ópio do povo, a afirmação da vida na cultura popular como alegria e resistência, fazendo pulsar forças dionisíacas e processos coletivos transformadores. Conclui que os itinerários da Ala Loucos pela X testemunham a potência transformadora da alegria e convidam a pensar que encontros com a experiência trágica e plural, nos coletivos subterrâneos que persistem na Pós-Modernidade, podem ser bons alimentos para os dilemas vividos por quem enfrenta o campo do cuidado em saúde mental na atualidade. Constata que para além do mero entretenimento, instituições como as escolas de samba constituem-se como espaços abertos na vida das cidades em que se pode aprender que o convívio com a diferença e a construção de redes de sociabilidades subversivas à ordem social vigente são politicamente possíveis
Título em inglês
A subversive expression of joy: what can one learn in a samba school?
Palavras-chave em inglês
Mental Health
Political psychology
Wilhelm Reich (1897-1957)
Resumo em inglês
The present work intends to examine the intersection between joy and politics. It defends that joy and feast act in favor of life, for they can produce lines of collective resistance to alienating ways of life that repress vitality. They can also fight against processes that level people and their existence. Grounded on Wilhelm Reichs Political Psychology, this work analyses the trajectory of Ala Loucos pela X, one of the groups that compose X-9 Paulistana Samba School, through the point of view of the Movimento de Luta Antimanicomial (Anti-mental Hospital Fight) in Brazil. This thesis also narrates the happenings and events that compose the history of the group of people involved with the samba group mentioned above. From 2001 to 2009, such happenings and events have radically changed the lives of those involved, both socially and existentially speaking. People who had been labeled simply as insane, therefore considered as not socially capable, have found out that living happily can subvert their daily routine much more efficiently than decades of medical biomedical treatment. Concerning the theoretical methodology used, the present work is based on Walter Benjamins concepts of allegory and narrative, as well as Maurice Halbwachs concept of collective memory. Considering important social events, this thesis finds in the samba environment, commonly taken as low culture by an intellectual tradition, that joy and resistance are ways of reinforcing life in popular culture, making Dionysian forces pulse and changing collective processes. It concludes that the paths undergone by Ala Loucos pela X show how socially powerful joy may be, inviting people to think that the tragic and heterogeneous experiences, persistent in post-modern life, can help dealing with the dilemmas faced by those involved with mental health. More than just mere entertainment, samba schools are institutions in which one learns to live with diversity. They are open places in the cities, where nets of social resistance to the status quo might be produced
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ramalho_do.pdf (1.95 Mbytes)
Data de Publicação
2010-11-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.