• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2012.tde-04062012-121147
Documento
Autor
Nome completo
Tatiana Borba de Vasconcellos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Simao, Livia Mathias (Presidente)
Guimarães, Danilo Silva
Santos, Marilene Aparecida Grandesso dos
Título em português
Um diálogo sobre a noção de autenticidade
Palavras-chave em português
Autenticidade
Identidade
Interações dialógicas
Intersubjetividade
Resumo em português
Essa pesquisa versa sobre a noção de autenticidade a partir da perspectiva construtivista semiótico cultural em psicologia. A busca pela compreensão dessa noção que permeia as ciências humanas se assenta em diversas razões: em primeiro lugar, a noção de autenticidade é polissêmica, possuindo variados significados em nosso campo cultural; em segundo lugar, a noção de autenticidade tem sido usada com frequência pelos profissionais da psicologia, particularmente da psicoterapia, embora sua conceituação usualmente não esteja aprofundada, confundindo-se com os sentidos adotados pelo senso-comum; em terceiro lugar, o tema da autenticidade permanece contemporâneo, caracterizando-se como uma questão instigadora. A diversidade e a nebulosidade em torno da noção de autenticidade demonstraram a existência de lacunas sobre as quais essa pesquisa pôde se desdobrar. O objetivo da pesquisa é, portanto, construir uma compreensão para a noção de autenticidade a partir da emergência das lacunas que se formaram do diálogo entre inquietações (Simão, 2003) da pesquisadora e dois autores: o filósofo hermenêuta Charles Taylor e o psicólogo cultural Ernst Boesch. Como metodologia da pesquisa foram feitos exame e análise de textos selecionados, por meio do qual puderam emergir algumas compreensões. A discussão dos resultados foi feita em diálogo com textos de Clarice Lispector, pertinentes ao tema da pesquisa. Do processo dialógico que se buscou estabelecer pode-se depreender que: a autenticidade é um constructo constitutivo da identidade do homem contemporâneo; há uma profunda articulação entre as noções de autenticidade e identidade, embora elas não coincidam; a autenticidade implica em abertura da identidade para a futuridade, ou seja, ao vir a ser; a empatia entendida tanto como aproximação afetiva, quanto como distanciamento reflexivo, é condição primordial para a construção de identidades em devir; e, ainda, a tensão e a inquietação, fruto dos desencaixes decorrentes do contato com a alteridade, também são elementos fundamentais da autenticidade, tal como entendida nessa pesquisa
Título em inglês
A dialogue about the notion of authenticity
Palavras-chave em inglês
Authenticity
Dialogic interactions
Identity
Intersubjectivity
Resumo em inglês
This research is about the notion of authenticity from a semiotic-cultural constructivist perspective in psychology. The search for the understanding of such notion pervading human sciences rests upon several reasons: first, the notion of authenticity is polysemic, possessing various meanings within our cultural field; second, the notion of authenticity has been frequently used by psychology professionals, especially psychotherapists, even though its conceptualization is seldom deepened, confusing itself with the word senses adopted by common sense; third, the topic of authenticity remains contemporary, being characterized as a thought-provoking matter. The diversity and nebulosity around the notion of authenticity have demonstrated the existence of gaps over which this research could unfold. The objective of the research is thus to create an understanding of the notion of authenticity from the emerging gaps that have taken form within the dialogue between the researchers disquiets (Simão, 2003) and two authors, the hermeneutic philosopher Charles Taylor and the cultural psychologist Ernst Boesch. As a research methodology, a review and an analysis of selected texts were performed, through which some understandings could emerge. A discussion about the results was developed in a dialogue with texts by Clarice Lispector, pertinent to the topic of the research. From the dialogical process that was sought to be established, one can infer that: authenticity is a constitutive construct of the identity of contemporary man; there is a profound articulation between the notions of authenticity and identity, even though they do not coincide; authenticity implies openness of identity to futurity, that is, to the coming to be; empathy, understood both as affective closeness and reflexive distancing, is a prerequisite for the construction of identities in becoming; yet, tension and disquiet, a result of the ruptures resulting from the contact with otherness, are also fundamental elements of authenticity, as understood in this research
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-06-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.