• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.47.2014.tde-05032015-152804
Documento
Autor
Nombre completo
Bruna Rodrigues
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2014
Director
Tribunal
Resende, Briseida Dogo de (Presidente)
Ferreira, Renata Goncalves
Pimenta, Olívia de Mendonça Furtado
Título en portugués
Etologia aplicada ao enriquecimento ambiental para macacos-prego (Sapajus spp.) semi-cativos
Palabras clave en portugués
Enriquecimento ambiental
Estresse psicossocial
Etologia aplicada
Macaco-prego
Quebra de coco
Resumen en portugués
Atualmente há uma grande preocupação ética em promover o bem-estar de animais cativos e semi-cativos. Uma das formas mais eficientes de se fazer isso é aplicar técnicas de enriquecimento ambiental. Para avaliar sua eficácia, a abordagem da etologia se encaixa ao utilizarmos estímulos ambientais e analisarmos as mudanças comportamentais causadas por eles, correlacionando com possíveis funções adaptativas. Este trabalho analisou a influência de um método de enriquecimento ambiental sequencial e cumulativo no comportamento de 27 indivíduos de um grupo de macacos-prego (Sapajus sp) semi-cativos no Parque Ecológico do Tietê, São Paulo. O fornecimento de pedras e de cocos para a tarefa de quebra de coco foi utilizado como enriquecimento cognitivo-alimentar e redes em suspensão foram utilizadas como enriquecimento físico. O delineamento experimental foi composto por quatro condições: 1) Linha de Base, observações feitas antes da introdução do enriquecimento; 2) Enriquecimento com cocos Protocolo I, os cocos eram fornecidos em apenas um sítio de quebra; 3) Enriquecimento com cocos Protocolo II, os cocos eram distribuídos igualmente em três sítios de quebra; e 4) Enriquecimento Físico, duas redes foram colocadas em clareiras da ilha, além do fornecimento de cocos em três sítios. O registro dos comportamentos foi feito pelos métodos Varredura Focal e Todas as Ocorrências. Os machos adultos subordinados foram os únicos indivíduos do grupo que apresentaram comportamentos anormais, devido ao maior estresse psicossocial que sofrem na hierarquia do grupo. A frequência de comportamentos anormais foi alterada, especialmente na condição Enriquecimento Físico, quando houve diminuição drástica desses comportamentos. A introdução das redes ofereceu refúgio e evitação de conflitos, aumentando a sensação de controle do ambiente. Além disso, alguns desses indivíduos tiveram um aumento da proximidade espacial e de interações afiliativas com outros subordinados, o que seria uma estratégia adaptativa adotada para reduzir o estresse. Houve aumento das taxas de comportamentos agonísticos no grupo ao introduzirmos o enriquecimento cognitivo-alimentar. O aumento da competição direta intragrupo já era esperado devido às características do enriquecimento oferecido e essa alteração comportamental do grupo pode ser considerada típica em primatas de vida livre. Não houve aumento significativo das taxas de catação e de brincadeira social em nenhuma condição. Houve alteração significativa da coesão grupal apenas na condição Enriquecimento Físico, onde obtivemos as maiores medidas de distância interindividual e a formação de novas relações de proximidade no grupo. O aparecimento de novas díades envolvidas em catação e a diminuição do tamanho do grupo devido à alta mortalidade explicam o aumento da coesão grupal observado nessa condição. A introdução de redes em estratos superiores eliciou menor terrestrialidade, havendo um aumento significativo da frequência do uso de substratos Acima de 1,5m em detrimento do uso de substratos ao nível do solo na condição Enriquecimento Físico, demonstrando uma preferência por substratos acima do solo pelos animais desse grupo. A técnica de enriquecimento empregada se justifica por ser um elemento novo na rotina desses animais que fez com que empregassem seu tempo, esforço e capacidade cognitiva e interagissem socialmente
Título en inglés
Ethology applied to environmental enrichment for semi-captives capuchin monkeys (Sapajus spp.)
Palabras clave en inglés
Applied ethology
Capuchin monkey
Environmental enrichment
Nutcracking
Psychosocial stress
Resumen en inglés
Nowadays there is a big ethic concern in improving the well-being of captive and semi-captive animals. One of the most efficient forms of doing that is applying environmental enrichment techniques. To evaluate its efficiency, the ethological approach applies environmental stimuli and analyzes the behavioral changes caused by them by correlating with possible adaptive functions. This work has analyzed the influence of a sequential and cumulative environmental enrichment method on the behavior of 27 individuals of a semi-captive group of capuchin monkeys (Sapajus spp.) at Parque Ecológico do Tietê, São Paulo. The provision of rocks and nuts for the task of nutcracking was utilized as cognitive-food enrichment, whereas suspended nets were utilized as physical enrichment. The experimental design was composed of four conditions: 1) Base Line, observations made before the introduction of the enrichment; 2) Enrichment with nuts Protocol I, the nuts were provided at a single cracking site; 3) Enrichment with nuts, Protocol II, the nuts were equally distributed at three cracking sites; and 4) Physical Enrichment, two nets were placed in open areas of the island, beside the provision of nut at three sites. The registry of behavior was made using the Focal Scan and All Occurrences methods. The adult subordinate males were the only individuals of the group that presented abnormal behaviors, as they were under great psychosocial stress in the group hierarchy. The frequency of abnormal behaviors was altered, especially in the Physical Enrichment condition, when a drastic decrease of these behaviors was seen. The introduction of nets provided refugee and enabled conflict avoidance, increasing the sensation of environment control. Besides that, some of the individuals had a increase of spatial proximity and showed affiliative behaviors with other subordinates, which would be an adaptive strategy adopted to reduce stress. The rate of agonistic behaviors was seen to have increased with the introduction of cognitive-food enrichment. The increase of intergroup direct competition was already expected due to the characteristics of the enrichment provided and this behavioral change of the group can be considered typical of wild primates. There was no significant increase in grooming and social play rates at any of the conditions. There was significant change of the group cohesion only under the Physical Enrichment condition, where the biggest interindividual distance measures and the formation of new proximity relations in the group were seen. The appearance of new dyads involved in grooming and the reduction of the group size due to high mortality explain the increased group cohesion observed under this condition. The introduction of nets on superior layers elicited less terrestriality, by having a significant increase of the frequency of use of substrates Above 1,5m in detriment of use of substrates at the ground level under the Physical Enrichment condition, showing a preference for substrates above the ground by these animals. The enrichment technique applied is justified by the fact that it is a new element on the routine of these animals, which helped them use their time, effort and cognitive capacity and interact socially
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2015-03-17
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.