• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.47.2016.tde-08012016-104659
Documento
Autor
Nombre completo
Carlos Eduardo Tavares Dias
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2015
Director
Tribunal
Hunziker, Maria Helena Leite (Presidente)
Prestes, Maria Elice de Brzezinski
Tonneau, François Jacques
Título en portugués
Seleção natural e seleção por consequências: estudo sobre a transposição da teoria evolutiva selecionista à análise do comportamento de B. F. Skinner
Palabras clave en portugués
Seleção natural
Seleção por consequências
Selecionismo
Transposição teórica
Resumen en portugués
A Análise do Comportamento apresenta suas raízes nas Ciências Naturais, em especial, na Biologia. Estas raízes ofereceram uma transposição de modelos metodológicos e conceitos teóricos que foram incorporados na Análise do Comportamento. Dentre estes, encontra-se o modelo de Seleção por Consequências, proposto por B. F. Skinner. Tal modelo é baseado na teoria da Seleção Natural de Darwin. Com isto, o presente trabalho tem como objetivos analisar 1) as características da Seleção Natural e da Seleção por Consequências; 2) as aproximações e diferenças presentes na transposição proposta por Skinner; e 3) a apresentação de outros processos evolutivos concomitantes à Seleção Natural e a discussão da possibilidade e necessidade da incorporação destes. Assim, o Capítulo 1 apresenta a formulação da ideia selecionista, utilizando autores clássicos do pensamento evolutivo (Darwin e Wallace). O Capítulo 2 apresenta as características particulares do modelo de Seleção por Consequências de Skinner. Por fim, o Capítulo 3 apresenta as críticas gerais ao modelo selecionista e enuncia outros modelos evolutivos que podem ser passiveis de serem transpostos à Análise do Comportamento. Observa-se a partir das análises textuais a presença de convergências e divergências entre o modelo de Skinner e a teoria evolutiva. Ambos apresentam o ambiente como força motriz das mudanças comportamentais e evolutivas, colocando a pressão deste ambiente como consequência selecionadora das características variantes nos indivíduos. Entretanto, o modelo de Skinner apresenta disparidades e problemáticas: a) aproxima-se mais de autores como Wallace em relação à Darwin; e b) não apresenta uma atualização dos modelos disponíveis, negligenciando processos evolutivos que podem ser transpostos ao fenômeno comportamental. Ainda se discute a viabilidade da transposição, como o status teleológico do selecionismo, o caráter inédito da proposta de Skinner, e a natureza metafórica da analogia em si. Discute-se uma atualização dos conceitos por parte da Análise do Comportamento assim como a incorporação de modelos acessórios à Seleção Natural, com o objetivo de diminuir as fronteiras entre as ciências e aumentar o poder explicativo dos modelos propostos
Título en inglés
Natural selection and selection by consequences: study on the implementation of selectionist evolutionary theory to behavior analysis of B. F. Skinner
Palabras clave en inglés
Natural selection
Selection by consequences
Selectionism
Theoretical transposition
Resumen en inglés
The Behavior Analysis has its roots in the Natural Sciences, in particular in Biology. These roots offered a transposition of methodological models and theoretical concepts that have been incorporated in Behavior Analysis. Among these, there is the model of Selection by Consequences, proposed by BF Skinner. This model is based on Darwins theory of Natural Selection. Therewith, the present study aims to analyze 1) the characteristics of Natural Selection and Selection by Consequences; 2) the similarities and differences present in this transposition proposed by Skinner; and 3) the presentation of other concomitant evolutionary processes of Natural Selection and the discussion of the possibility and need to incorporate these. Thus, Chapter 1 presents the formulation of selectionist idea, using evolutionary classical authors (Darwin and Wallace). Chapter 2 presents the particular characteristics of Skinners Selection by Consequences model. Finally, Chapter 3 presents the general criticism of the selectionist model and sets out other evolutionary models that may be able to be translated at the Behavior Analysis. It is observed from the textual analyzes the presence of convergence and divergence between the model of Skinner and evolutionary theory. Both feature the environment as the driving force of the behavioral and evolutionary changes, placing the environmental pressure as the consequence that selects the characterizing variants of individuals. However, the model of Skinner presents disparities and problems: a) approaches over other authors, like Wallace, in relation to Darwin; b) does not present an update of the available models, neglecting evolutionary processes that can be transposed to the behavioral phenomenon. It has also been discussed the feasibility of implementation, as the teleological status of selectionism, the unprecedented character of Skinner's proposal, and the metaphorical nature of the analogy itself. It discusses need for an update of biological concepts by the Behavior Analysis field as well as the incorporation of accessories models to Natural Selection, in order to reduce the boundaries between sciences and increase the explanatory power of the proposed models
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
dias_corrigida.pdf (1,003.60 Kbytes)
Fecha de Publicación
2016-01-12
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.