• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2008.tde-01122009-105523
Documento
Autor
Nome completo
Mauricio Castejon Hermann
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Rosa, Miriam Debieux (Presidente)
Bicalho, Helena Maria Sampaio
Kupfer, Maria Cristina Machado
Palombini, Analice de Lima
Pereira, Mario Eduardo Costa
Título em português
Acompanhamento terapêutico e psicose: um articulador do real, simbólico e imaginário
Palavras-chave em português
Acompanhamento terapêutico
Psicanálise
Psicose
Reforma psiquiátrica
Transferência (Lacan)
Resumo em português
Esta tese de doutorado problematiza a função clínica do Acompanhamento Terapêutico (AT) com pacientes psicóticos a partir do pensamento de Sigmund Freud e Jacques Lacan. Seu ponto de partida é a caracterização do AT por meio de alguns recortes das experiências institucionais de substituição dos manicômios (comunidades terapêuticas da Inglaterra, psiquiatria democrática italiana e psicoterapia institucional francesa), no intuito de caracterizar a função clínica do AT, função cuja contribuição para a reforma brasileira consiste em promover uma clínica de circulação do psicótico pela cidade. Em seguida, há dois capítulos teóricos nos quais se revêem o modo como Freud abordou a psicose e a releitura que Lacan faz dessa abordagem de Freud. Esses capítulos circunscrevem uma primeira indicação clínica para o tratamento possível das psicoses, no caso, a escuta do delírio na função de secretário do alienado. Essa indicação clínica será pertinente para que se possam trabalhar questões específicas da função clínica do AT, tais como: a de esta ser uma estratégia privilegiada para a instalação do dispositivo de tratamento e a do procedimento ético denominado olhar em rede procedimento que acompanha os tempos do sujeito em seu percurso clínico. Quanto à instalação do dispositivo de tratamento, sabe-se que alguns pacientes, em crise e com um sofrimento brutal, encaram o outro como alguém aterrorizante, o que impõe desafios na hora de o acompanhante terapêutico manejar a transferência e respeitar os tempos do sujeito (na crise quando um outro é o perseguidor até a condição da erotomania) para a instalação do dispositivo de tratamento. Quanto à questão do olhar em rede, propõe-se problematizá-lo desde suas raízes institucionais até seu uso no AT, ao analisar a criação do AT em uma montagem institucional, além de inúmeras passagens clínicas, nas quais o sujeito é sempre considerado na perspectiva ética da psicanálise. O olhar em rede é de grande valia para a construção de um projeto terapêutico para o AT. Em seguida, apresenta-se outro capítulo teórico no qual será abordada uma segunda indicação clínica oriunda do pensamento de Lacan, a teoria dos nós borromeanos e a construção do sinthoma. O sinthoma, com th, assume uma função de amarração dos três registros o real, o simbólico e o imaginário e é considerado o quarto elemento da cadeia, o Nome-do-Pai. Na psicose, porém, esse quarto elemento é foracluído, o que convoca o sujeito a construir suplências possíveis ao Nome-do-Pai ou construir o próprio sinthoma. Finalmente, definimos outra função clínica do AT, ou seja, sua contribuição para a construção do sinthoma, função que desemboca em uma ArTiculação dos três registros referidos. O AT, portanto, assume um estatuto psicanalítico, na medida em que propicia ao sujeito psicótico construir uma suplência favorável a sua aproximação ao laço social, o que permite concluir que o AT é uma estratégia importante para o tratamento possível das psicoses.
Título em inglês
Therapeutic Accompaniment and Psychosis: inTerrelAting the Real, the Symbolic and the Imaginary
Palavras-chave em inglês
Psychiatric reform
Psychoanalysis
Psychosis
Therapeutic accompaniment
Transference (Lacan)
Resumo em inglês
The overall purpose of this doctoral thesis is to problematize the Therapeutic Accompaniment (TA) of psychotic patients by drawing on the thought of Sigmund Freud and Jacques Lacan. It initially characterizes the TA through depictions of experiences from reforms in the mental health care (therapeutic communities in England, democratic psychiatry in Italy and institutional psychotherapy in France) aimed at determining the function of TA in the psychoanalytic clinic, the contribution of which to the Brazilian reform merely consists in promoting a clinic of circulating psychotics around the town. Next, two theoretical chapters revisit the Freudian approach to psychosis and Lacans rereading of it. These circumscribe a first clinical indication for the possible treatment of psychoses, in this case, the listening to the delusions in the position of secretary to the alienated. This clinical indication is deemed pertinent to enable working with specific aspects of the function of TA in the clinic, such as that of its being a privileged strategy for the installation of the treatment device and that of the ethical procedure called networked gaze a procedure that follows the times of the subject in his or her clinical path. As for the former, the installation of the treatment device, patients in a crisis, wounded by brutal suffering, are known to face the other as someone terrifying, which imposes challenges when the therapeutic escort has to deal with transference whilst respecting the subjects times (in a crisis when an other is the persecutor until the condition of erotomania) in order to install the treatment device. Concerning the issue of a networked gaze, this work proposes to problematize it from its institutional roots to its use in the TA, by analyzing the creation of the TA in an institutional framework, along with several clinical passages, in which the subject is always considered under the ethical perspective of psychoanalysis. This networked gaze is of great value to building a therapeutic project for the TA. The next theoretical chapter presents a second clinical indication arising from Lacans formulation of the Borromean knot and the construction of the sinthome, which knots together the three registers - real, symbolic and imaginary and is considered the fourth element of the signifying chain, the Name-Of-The-Father. In psychosis, however, this fourth element is foreclosed, in which case the subject is convoked to build possible supplementations to the Name-Of- The-Father or build his/her own sinthome. Finally, another clinical function of the TA is defined, i.e., its contribution to the construction of the sinthome; a function that evolves into an interrelation among the three registers referred. The AT, therefore, takes on a psychoanalytical statute, insofar as it allows the psychotic subject to build a favorable supplementation to its approximation to the social link, which leads to the conclusion that the TA is an important strategy in the possible treatment of psychoses.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-12-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.