• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2012.tde-03122012-102818
Documento
Autor
Nome completo
Viviane Manfre Garcia de Souza
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Tardivo, Leila Salomao de La Plata Cury (Presidente)
Colombo, Rosa Inés
Gil, Claudia Aranha
Título em português
Pessoas em minha vida: o apego e os vínculos afetivos de crianças vítimas de abuso sexual
Palavras-chave em português
Abuso sexual infantil
Apego infantil
IFVD
PIML
Resumo em português
O abuso sexual infantil (ASI) é um fenômeno de destaque em todo o mundo nas últimas décadas e é considerado uma questão de saúde pública, por tratar-se de um importante fator de risco para o desenvolvimento de psicopatologias. Seus efeitos têm sido amplamente estudados, devido à sua diversidade, magnitude e consequências, e podem ser observados inclusive nos vínculos afetivos que a criança estabelece. O presente estudo buscou verificar a qualidade do apego de vítimas de ASI, pois acredita-se que esta experiência tenha grande influência no desenvolvimento das relações afetivas da criança, podendo alterar seu padrão de apego até a vida adulta. Para isso, foi realizado um estudo piloto com o inventário Pessoas em minha vida (PIML), o qual foi elaborado com o objetivo de mensurar a qualidade destes vínculos em crianças. A amostra foi composta por 60 crianças de 09 a 12 anos, de baixo nível sócioeconômico, sendo 30 vítimas de ASI (grupo clínico). Também foi aplicado o Inventário de Frases auxiliar no diagnóstico de violência doméstica contra crianças e adolescentes (IFVD), a fim de coletar mais dados acerca dos efeitos da violência, além de ser utilizado como critério de exclusão no grupo comparativo, caso a criança apresentasse suspeita de vitimização. Após consentimento dos pais ou responsáveis pelas crianças, pesquisadores treinados realizaram aplicações individuais na própria escola ou instituição, que disponibilizaram salas para tal. Os resultados apontaram diferenças significativas entre os dois grupos (clínico e comparativo). As crianças vitimizadas apresentaram menores pontuações em relação ao apego quando comparadas a seus pares, indicando maior dificuldade em confiar nas pessoas e sentir-se segura na presença dos cuidadores. Além disso, apresentaram maiores pontuações em todos os níveis de sintomas referentes aos transtornos investigados pelo IFVD, demonstrando a variedade dos efeitos do ASI naqueles que o sofrem. A partir do estudo com o PIML, observou-se que este instrumento não é capaz de avaliar padrões de apego infantil, entretanto mostrou-se eficaz na avaliação dos vínculos e relações afetivas estabelecidas pelas crianças com as pessoas próximas a ela, bem como o sentido de segurança e confiança no mundo que a cerca. São feitas algumas ressalvas 4 acerca da estrutura e utilização do instrumento, além de sugestões no sentido de aprimorá-lo. Destaca-se ainda a necessidade de novos estudos e dados mais específicos sobre a incidência de ASI no Brasil e no mundo, a fim de desenvolver políticas públicas eficientes para prevenir e lidar com esse fenômeno
Título em inglês
People in my life: attachment and affective bonds of children victims of sexual abuse
Palavras-chave em inglês
Child attachment
Child sexual abuse
PIICA
PIML
Resumo em inglês
Child sexual abuse (CSA) is a worldwide phenomenon and should be considered a public health issue as an important risk factor for the development of psychopathologies. Its effects have been extensively studied because of its variety, magnitude and consequences, which can also be identified in the affective bonds that the child establishes. The present study aimed to evaluate the attachment quality of CSA victims, for it is believed that this experience has a great influence on the development of childrens emotional relationships and that it can change their pattern of attachment into adulthood. Therefore, a pilot study with the People in my life (PIML) inventory was conducted, which was created to measure the quality of childrens bonds. The sample comprised 60 children aged between 09 and 12 years, with low socioeconomic status, being 30 of them victims of CSA (clinical group). The Phrase Inventory of Intrafamilial Child Abuse (PIICA) was used in order to gather more data regarding the effects of violence, also to exclude any suspected victim from the comparison group. After parents or guardians concent, trained researchers conducted individual interviews with the children in their school or institution. The results showed significant differences between clinical and comparative groups. The victims obtained lower attachment scores when compared to their peers, indicating greater difficulty in trusting others and feeling safe in presence of their caregivers. Additionally, they got higher scores on all types of disorders pointed by the PIICA, demonstrating the variety of the effects of CSA on those who suffer it. This study also pointed that the PIML does not assess patterns of child attachment. However, it proved to be effective on evaluating the childrens bonds and affective relationships, the feeling of security and trust in the world around them. Notes and suggestions regarding the instrument are made and the need for further studies and more specific data on the incidence of CSA in Brazil and abroad is highlighted, in order to develop effective public policies to prevent and take care of this phenomenon
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
souza_me.pdf (559.06 Kbytes)
Data de Publicação
2012-12-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.