• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.47.2009.tde-09122009-095213
Documento
Autor
Nombre completo
Renata Amaral Araujo
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2009
Director
Tribunal
Safra, Gilberto (Presidente)
Antúnez, Andrés Eduardo Aguirre
Barreira, Cristiano Roque Antunes
Cardoso, Carmen Lucia
Mahfoud, Miguel
Título en portugués
Uma tradição viva: raízes para a alma - uma análise fenomenológica de experiências de pertencer em uma comunidade rural de Minas Gerais
Palabras clave en portugués
Alma
Autopercepção
Psicologia fenomenológica
Tradição
Resumen en portugués
O tema abordado nessa tese refere-se à constituição do sujeito contemporâneo dentro de uma perspectiva cultural especificamente marcada pela experiência religiosa: a devoção a Nossa Senhora de Nazareth em Morro Vermelho (Caeté/MG). Utilizando-se desse campo fértil de expressão da nossa cultura brasileira as festas populares , buscamos investigar, descrever e discutir como, dentro desse contexto, emerge a experiência do pertencer como uma maneira de conceber a si mesmo. Para alcançar esse objetivo, verificamos como a experiência comunitária em Morro Vermelho, ordenada pela devoção mariana, contribui para a dinâmica do pertencer, ensejando a experiência de pertença local. Para isso, foi necessário: a) análise de três entrevistas coletadas durante os preparativos e a realização propriamente dita da festa de Nossa Senhora de Nazareth, em 2001, à luz da seguinte problematização: a relação entre o desenvolvimento da devoção, para os moradores de Morro Vermelho, e a emergência da experiência de pertencer a esse local; b) o delineamento dos elementos presentes na experiência comunitária dessa vila que favorecem a experiência do pertencer; c) a compreensão da dinâmica do pertencer, assim como vivida pelos entrevistados, e a sua influência na consciência que eles têm de si. Escolhemos a Fenomenologia Clássica de Husserl como método de análise, apoiando-nos também em alguns adeptos dessa escola filosófica, que nos auxiliaram na compreensão dos passos necessários para alcançarmos os significados essenciais da experiência assim como vivida pelos sujeitos reais, em consonância com a contribuição própria da Psicologia. Em seguida, mostramos o percurso comum da pertença entre os entrevistados, através da elaboração da experiência-tipo, identificando dois eixos comuns: a) conhecimento, verificação e relacionamento pessoal com Nossa Senhora de Nazareth: que ressalta o desenvolvimento da devoção para cada entrevistado, até o processo de verificação da tradição recebida; e b) do relacionamento pessoal com Nossa Senhora de Nazareth, nasce a construção da festa: que revela o comprometimento pessoal dos entrevistados com a festa, por meio do chamado a realizar uma tarefa específica nas comemorações marianas, a memória do relacionamento com a Santa como o lugar da pertença e a resposta ao chamado da Padroeira como uma manifestação de gratidão e expressão do pertencer. Após essa etapa, dialogamos com alguns autores, a partir de temáticas que apareceram na análise e na elaboração da experiência-tipo, tais como: a importância do conhecimento tradicional para a modernidade, a função da tradição oferecer raízes para a alma e como acontece a relação de pertença a um determinado povo. Por fim, realizamos o que a perspectiva fenomenológica intitula reconstrução teórica do vivido, a partir do confronto entre a estrutura da vivência de pertença dos entrevistados de Morro Vermelho como uma concepção de si e a contribuição de alguns autores, em conformidade com a elaboração da experiência dos depoentes, estruturada em três pontos: a) a origem do pertencer é uma tradição viva: a oferta de um referencial; b) a apreensão do significado da tradição: condição para um pertencer consciente; e c) a consciência de pertencer se concretiza na construção da festa: pertença como concepção de si mesmo.
Título en inglés
A live tradition: roots for the soul a phenomenological analysis of belonging experiences in a rural community of Minas Gerais
Palabras clave en inglés
Phenomenological psychology
Self perception
Soul
Tradition
Resumen en inglés
This thesis refers to the contemporary individual constitution in a cultural perspective specifically marked by the religious experience: the devotion to Our Lady of Nazareth in Morro Vermelho (Caeté/MG). We investigated, described, and discussed - through this fertile field of expression in our Brazilian culture, our popular celebrations how the experience of belonging emerges as a way of oneself´s conception in this context. To reach this objective, we analyzed how the community experience in Morro Vermelho, ordered by the Mariana devotion, contributes to the sense of belonging dynamic, giving opportunity to the local experience. For this it was necessary: a) the analysis of three interviews collected during the preparation and party of Our Lady of Nazareth, in 2001, facing the following situation: the relationship between the development of devotion, for the citizens of Morro Velho, and the manifestation of the sense of belonging experience to this place; b) the description of the elements in the community life of this village that help in the sense of belonging experience; c) the understanding of the dynamic of the sense of belonging, as it is experienced by the interviewees, and its influence in their self-awareness. We chose the Classic Phenomenology by Husserl as the analysis method, as well as some of his followers, what helped in the comprehension of the necessary steps to reach the essential meanings of the experiences lived by the real individuals, in accordance to the Psychology contribution. After that, we showed the common path of the belonging feeling among the interviewees, through the elaboration of the experience, identifying two common axes: a) knowledge, verification, and personal experience with Our Lady Nazareth: that emphasizes the development of the devotion for each interviewee, until the process of verification of the received tradition and b) from the personal relationship with Our Lady Nazareth, the party organization starts: which reveals the personal commitment of the interviewees to the party, through the requirement to make the specific task in the Mariana celebrations, the memory of the relationship with the Saint as a place of belonging and the answer to the requirement from the patroness as a manifestation of gratitude and expression of the belonging feeling. After this step, we interact with some authors, using themes from the analysis and elaboration of the experience, such as: the importance of the traditional knowledge for the modern life, the function of the tradition to offer roots for the soul and how the relation of the sense of belonging happens in a group of people. In the end, we made the theoretical reconstruction according to the a phenomenological perspective of the experiences, based on the confrontation between the structure of the sense of belonging experience of the interviewees from Morro Vermelho as a self-conception and the contribution of some authors, according to the experience elaboration of the witnesses, structured in three ways: a) the origin of the sense of belonging is a live tradition: the offer of a frame of reference; b) the apprehension of the meaning of the tradition: the basis for a conscious belonging feeling; and c) the conscience of belonging gets concrete in the construction of the party: sense of belonging as a self-awareness.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
araujo_inciais.pdf (595.34 Kbytes)
ARAUJO_RA_Tese.pdf (3.97 Mbytes)
Fecha de Publicación
2009-12-10
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.