• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Ramaiana Freire Cardinali
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Dunker, Christian Ingo Lenz (Presidente)
Almeida, Jorge Mattos Brito de
Brose, Elizabeth Robin Zenkner
Título em português
O surrealismo na formação do conceito de real em Lacan
Palavras-chave em português
Ato
Psicanálise
Real
Surreal
Surrealismo
Resumo em português
O surrealismo foi vivido por sujeitos descontentes com a situação enfrentada pela sociedade no pós-guerra, que passaram a se exprimir através da poesia, da pintura, do ensaio e da conduta particular de suas vidas, através da critica ao realismo e uma nova visão da realidade, o surreal. Na psicanálise, Freud foi levado a superar a dicotomia entre interno/externo, assim como entre normal/patológico, para responder sobre os fenômenos que estavam sendo observados, mas que não eram apreensíveis dentro da cientificidade objetiva de sua época, implicando, com isso, uma nova concepção de realidade, que posteriormente foi reformulada por Lacan sob o conceito de real. Breton, líder do surrealismo, a partir de sua experiência clínica e das leituras de Freud, desenvolveu a escrita automática, primeiro método utilizado pelos surrealistas. Lacan teve conhecimento dos textos de Salvador Dalí e este, alguns anos depois, leu a tese de doutorado de Lacan, momento em que estava desenvolvendo a atividade crítico-paranoica, método utilizado pelos surrealistas a partir da publicação do Segundo manifesto do surrealismo. A hipótese que se coloca é que o surrealismo teve uma importância fundamental na formação do conceito de real em Lacan e que o real e o surreal possuem pontos de concordância. Assim, essa pesquisa percorreu alguns textos surrealistas, em especial de André Breton e Salvador Dalí, e de Jacques Lacan até 1964, ano em que este define o real enquanto impossível, ponto considerado relevante para a análise proposta aqui. Outro ponto subjacente, porém não menos importante, refere-se às consequências do entendimento do real para uma nova concepção da ética, para a clínica psicanalítica e para a arte surrealista. Assim como a psicanálise, o surrealismo é ato, regido por uma ética, e ambos pressupõem a autonomia do sujeito
Título em inglês
Surrealism and the formation of Lacans concept of real
Palavras-chave em inglês
Act
Psychoanalysis
Real
Surreal
Surrealism
Resumo em inglês
Surrealism was embraced by people who was unsatisfied with postwar society situation and engaged in expression through poetry, painting, essay and a particular attitude on their lives, by means of the critics of realism and a new vision towards reality, with the surreal. On psychoanalysis, Freud was led to overcome an internal/external dichotomy, as well as a normal/pathological one, in order to answer about observed phenomena which were not apprehensible by current objective scientificity, thus implying a new conception of reality, later reformulated by Lacan under the concept of real. Breton, surrealism leader, based on his clinical experience and readings of Freud, developed the automatic writing, first surrealist method. Lacan acquired knowledge of Salvador Dalis texts, and the artist, a few years later, read his doctoral thesis while was developing the paranoiac-critical activity, a method used by surrealists after the Second Surrealism Manifesto publication. The hypothesis put forward suggests that surrealism had a fundamental importance on the formation of Lacans concept of real and that there are points of convergence between real and surreal. This research covers some surrealist texts, especially André Bretons and Salvador Dalis, as well as Jacques Lacans until 1964, the year when he defines real as the impossible, a relevant turn for the present analysis. Another subjacent matter, not less important, refers to consequences on the understanding of the real for a new ethics conception, for both psychoanalysis clinic and surrealist art. As well as for psychoanalysis, surrealism is act, ruled by an ethic, and both presuppose the subject autonomy
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
cardinali_me.pdf (1.44 Mbytes)
Data de Publicação
2019-11-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.