• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Rita Dambros Hentz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Kupermann, Daniel (Presidente)
Brancaleoni, Ana Paula Leivar
Peron, Paula Regina
Título em português
O lugar atribuído aos pais no sofrimento do adolescente
Palavras-chave em português
Adolescência
Confusão de línguas
Pais
Psicanálise
Trauma
Resumo em português
Esta pesquisa de mestrado dedicou-se ao aprofundamento da compreensão da relação entre pais e filhos adolescentes. Seu objetivo geral foi investigar, a partir da narrativa de adolescentes sobre suas vivências, qual é o lugar atribuído às figuras parentais no seu sofrimento psíquico. Em decorrência disso, o objetivo específico foi explorar as estratégias de enfrentamento dos adolescentes diante dos conflitos experenciados com essas figuras parentais. Para isso, inicialmente, realizou-se um levantamento da literatura sobre o tema da pesquisa, percorrendo as contribuições de autores que se dedicaram ao estudo e ao atendimento de adolescentes, abordando desde as concepções freudianas relativas à puberdade até os postulados atuais sobre o adolescer. Além disso, ainda no levantamento bibliográfico, foi proposta uma reflexão sobre a idealização contemporânea da adolescência, acreditando que ela poderia estar servindo como um incremento ao sofrimento do adolescente em relação às figuras parentais. Posteriormente, para a coleta de dados, foi realizada uma entrevista aberta com eixos norteadores pré- estabelecidos com cada participante desta pesquisa. No total, foram entrevistados quatro adolescentes com idades entre 14 e 19 anos. A posteriori, as entrevistas foram transcritas e o material obtido foi analisado através do método de Análise Interpretativa proposto por Frederick Erickson e, para a interpretação dos achados, foi utilizado o referencial psicanalítico. A fim de apresentar a sistemática de trabalho que norteou este estudo, foram formuladas três asserções com os resultados da pesquisa. A Primeira Asserção foi intitulada A confusão de línguas entre os adolescentes e seus pais versus conflitos geracionais, a Segunda Asserção foi denominada A carência de relações significativas entre pares na adolescência, e a Terceira Asserção foi nomeada O corpo como campo de batalha diante de uma dor psíquica não legitimada. Na elaboração das asserções, o conceito ferencziano de confusão de línguas contribuiu para pensar sobre a dinâmica da relação entre pais e filhos adolescentes. Além disso, foi proposta uma diferenciação entre o conceito de confusão de línguas e de conflitos geracionais, sugerindo que, enquanto os conflitos geracionais possuem caráter estruturante para o adolescente e permitem o exercício da ambivalência, a confusão de línguas abole essa possibilidade e apaga a dissimetria entre o mundo adulto e o mundo adolescente. Discutiu-se ainda, no percurso, a falta de amizades na vida dos entrevistados, que pode estar relacionada a uma desconfiança do jovem no mundo. Frente à confusão de línguas, foi observada uma intensificação do sofrimento adolescente e percebeu-se o corpo como predominante nas tentativas dos jovens de aliviar a angústia. Salienta-se que esta investigação privilegiou a interpretação do adolescente sobre o sofrimento. Posto isso, os resultados encontrados indicaram a importância de demarcar a diferença entre as posições de adulto e de adolescente e evidenciaram a potencialidade traumática da confusão de línguas para os jovens. Acredita-se, assim, que a análise do material obtido junto aos participantes desta pesquisa ampliou as contribuições no campo da relação entre pais e filhos na adolescência
Título em inglês
The place attributed to parents in the suffering of the adolescent
Palavras-chave em inglês
Adolescence
Language confusion
Parents
Psychoanalysis
Trauma
Resumo em inglês
This master's research focused on deepening the understanding of the relationship between parents and adolescent children. Its general objective was to investigate, from the narrative of adolescents about their experiences, which is the place attributed to the parental figures in their psychic suffering. As a result, the specific objective was to explore the coping strategies of adolescents in the face of the conflicts experienced with these parental figures. To do this, initially a survey of the literature on the subject of research was carried out, tracing the contributions of authors dedicated to the study and care of adolescents, ranging from the Freudian conceptions related to puberty to the current postulates about adolescents. In addition, in the bibliographical survey, a reflection was proposed on the contemporary idealization of adolescence, believing that it could be serving as an increment to the adolescent's suffering in relation to the parental figures. Subsequently, for data collection, an open interview was conducted with pre-established guiding axes with each participant of this research. In total, four adolescents between the ages of 14 and 19 were interviewed. Subsequently, the interviews were transcribed and the material obtained was analyzed using the method of Interpretive Analysis proposed by Frederick Erickson, and the psychoanalytical framework was used to interpret the findings. In order to present the work systematics that guided this study, three assertions were formulated with the results of the research. The First Assertion was entitled "The language confusion between adolescents and their parents versus generational conflicts," the Second Assertion was called "The lack of significant relationships between peers in adolescence", and the Third Assertion was named "The body as a battlefield in regards to unrecognized psychic pain. " In the elaboration of the assertions, the Ferenczian concept of language confusion contributed to think about the dynamics of the relationship between parents and adolescent children. In addition, a distinction has been made between the concept of language confusion and generational conflicts, suggesting that, while generational conflicts have a structuring character for the adolescent and allow the exercise of ambivalence, the language confusion abolishes this possibility and extinguishes dissimetry between the adult world and the adolescent world. During this journey, the lack of friends in the lives of the interviewees was discussed, which may be related to a distrust of young people in the world. In the face of language confusion, an intensification of the adolescent suffering was observed and the body was perceived as predominant in the attempts of the young to relieve the anguish. It is importante to emphasize that this investigation privileged the adolescents' interpretation of suffering. With that beeing said, the results showed the importance of demarcating the difference between adult and adolescent positions and evidenced the traumatic potentiality of language confusion for young people. It is believed, therefore, that the analysis of the material obtained from the participants of this research increased the contributions in the field of the relationship between parents and children in adolescence
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
hentz_me.pdf (1.63 Mbytes)
Data de Publicação
2019-11-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.