• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2011.tde-29042011-155332
Documento
Autor
Nome completo
Rebeca de Cassia Daneluci
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Campos, Elisa Maria Parahyba (Presidente)
Heleno, Maria Geralda Viana
Scarcelli, Ianni Regia
Título em português
Psicologia e unidades básicas de saúde: contextualização das práticas na atenção básica
Palavras-chave em português
Centros de Saúde
Psicologia
Saúde pública
Sistema único de saúde
Resumo em português
O conceito de saúde sofre alterações à medida que ocorrem mudanças na condição socioeconômica e política de cada época. Assim, podemos dizer que o Sistema Único de Saúde (SUS) representa um novo modo de se conceber a saúde e a atuação dos profissionais da saúde nas últimas duas décadas. No entanto, se neste novo modelo e período o psicólogo teve sua participação particularmente aumentada, o mesmo não se pode dizer da produção científica da psicologia no que tange à Atenção Básica (AB). Assim, em nossa pesquisa objetivamos conhecer como os psicólogos inseridos em Unidades Básicas de Saúde (UBS), de uma cidade da região metropolitana de São Paulo veem o trabalho que realizam, ou seja, como é a prática dos psicólogos de acordo com seus próprios relatos, e discutir qual sentido do trabalho do psicólogo pode ser depreendido destes relatos. Para isso, optamos pelo método qualitativo, realizando três entrevistas semiestruturadas, e as analisando de acordo com Bleger (1982,1984) e outras produções relativas à atuação do psicólogo na Saúde Pública. Os dados foram então divididos em três núcleos estruturadores: a) prática no SUS, b) relação com a população, c) o psicólogo da saúde. Sendo que tais núcleos contêm categorias gerais e específicas. Os resultados mostraram: a) que permanece presente a discussão referente ao procedimento do psicólogo frente ao atendimento na Unidade Básica; b) a identidade específica do psicólogo enquanto profissional da Saúde Mental, distinguindo esta da Saúde em geral, c) o distanciamento entre a teoria e a prática, e por fim d) a presença de condutas normativas próximas à medicalização da vida. Não foi possível no entanto realizar uma generalização das três entrevistas, visto que as entrevistadas apresentaram divergências nas descrições das atividades desenvolvidas, assim como nas posturas e nos referenciais adotados
Título em inglês
Psychology and Basic Health Units: contextualizing the practice in Primary Care
Palavras-chave em inglês
Basic health units
Psychology
Public health
Single health system
Resumo em inglês
The concept of health undergoes changes as they occur and changes in socioeconomic policy of each season. So we can say that National Health System (SUS)- represents a new way of conceiving the health and performance of health professionals in the last two decades. However, this new model and the psychologist period had increased its participation particularly, the same cannot be said about the scientific psychology in relation to Primary Care (AB). Thus, in our research we aim to know how the psychologists included in the Basic Health Units (BHU) in a city in São Paulo metropolitan region, see the work they do, in other words, how the practice of psychologists is according to their own speech, and discuss which way the psychologist´s work can be understood from these speeches. For this, we chose the qualitative method, conducting three interviews, and analyzing them according Bleger (1982.1984) and other productions on the role of psychologists in public health. The data were then divided into three sections structuring: a) practice in the SUS, b) compared with the population, c) a health psychologist. Since these cores contain general and specific categories. The results showed: a) that remains to this discussion regarding the procedure against the psychologist in the Basic service, b) the specific identity of the psychologist as a professional Mental Health, distinguishing it from General health, c) the distance between theory and practice, and finally d) the presence of normative behavior near the medicalization of life. However, it was not however possible to make a generalization of the three interviews, the interviewees had showed differences in the descriptions of the activities, as well as, in attitudes and references used
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
daneluci_me.pdf (1.39 Mbytes)
Data de Publicação
2011-06-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.