• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.47.2013.tde-31032014-144344
Documento
Autor
Nombre completo
Cristina Maria Pozzi
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2013
Director
Tribunal
Assumpcao Junior, Francisco Baptista (Presidente)
Araujo, Ceres Alves de
Arita, Fernando Norio
Kuczynski, Evelyn
Moraes, César de
Título en portugués
Física intuitiva: avaliação de desempenho em autistas de alto funcionamento
Palabras clave en portugués
Autismo
Cognição
Física Intuitiva
Síndrome de Asperger
Sistematização
Resumen en portugués
Autismo é um transtorno do neurodesenvolvimento caracterizado por uma díade de sintomas que inclui anormalidades na comunicação, interação social e padrões restritos de comportamentos e interesses, numa idade precoce. Na ausência de um marcador biológico para o transtorno do espectro autista, são exploradas definições cognitivo-comportamentais que expliquem esse quadro. Um modelo cognitivo recente sugere a teoria da empatia-sistematização que explica as dificuldades sociais e de comunicação no autismo em virtude de um atraso e deficit na empatia e explica as aptidões em virtude de uma habilidade intacta ou superior em sistematização. O teste de física intuitiva é um instrumento utilizado para avaliar sistematização. O objetivo deste trabalho é analisar evidências de validade do teste em crianças brasileiras e verificar o desempenho de autistas de alto funcionamento neste teste e na bateria de provas de raciocínio. A análise da consistência interna do teste de física intuitiva revelou um coeficiente considerado insatisfatório. Entre os 330 participantes de escolas, observou-se diferença das pontuações estatisticamente significativa entre gêneros, com desempenho superior em meninos, assim como um incremento na pontuação conforme idade, série escolar e tipo de escola. Os participantes da escola particular apresentaram melhor desempenho. Já entre o grupo clínico (composto por 28 participantes com diagnóstico de autismo de alto funcionamento) e o grupo controle (composto por 28 estudantes de escola particular), observou-se melhor desempenho deste último no teste de física intuitiva, assim como na prova de raciocínio mecânico da Bateria de Provas de Raciocínio. As propriedades psicométricas do teste indicam baixo índice de precisão. O desempenho entre os participantes de escolas modificou-se de acordo com o desenvolvimento, resultado que pode refletir não apenas o desenvolvimento cognitivo da criança, mas também sua experiência diária e aprendizado escolar. Por outro lado, os pacientes com autismo de alto funcionamento não obtiveram melhor desempenho no teste, em relação ao grupo controle
Título en inglés
Intuitive physics in high functioning autism
Palabras clave en inglés
Asperger syndrome
Autism
Cognition
Intuitive physics
Systemizing
Resumen en inglés
Autism is a neurodevelopmental disorder characterized by symptoms that includes deficits in social interaction, communication and narrow interests and repetitive stereotyped behavior, in an early age. In the absence of a biological marker of the autism spectrum disorders cognitive-behavioral definitions are necessary for these conditions. A recent cognitive model suggests the empathizing-systemizing theory that explains the social and communication difficulties in autism spectrum disorders by reference to delays and deficits in empathy, whilst explaining the areas of strength by reference to intact or even superior skill in systemizing. The intuitive physics test is an instrument developed to assess systemizing. The aim of this study is to analyze the evidences of validity of this test in Brazilian children and to measure the performance of high functioning autists in this test and the Battery of Reasoning Tests. The analysis of the internal consistency of the intuitive physics test disclosed an unsatisfactory coefficient. Among the 330 schoolchildren there was observed statistically significant difference between the scores of the two genders, with superior performance in boys, as well as an increment in scores in accordance with age, grade in school and type of school. The best performance occurred in the children of private school. Between the clinical group (composed of 28 high functioning autism individuals) and the control group (composed of 28 from private schoolchildren), the latter showed the best performance in the intuitive physics test as well as in the mechanical reasoning test. The psychometric properties of the test showed a low consistency index. The performance among school participants changed according to the development, which may reflect not only cognitive development but also their everyday experience and school education. Otherwise, the high functioning autists didn´t have better performance in the intuitive physics test when compared with the control group
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
pozzi_do.pdf (5.63 Mbytes)
Fecha de Publicación
2014-04-16
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.