• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2007.tde-04032010-115652
Documento
Autor
Nome completo
Marcos Roberto Vieira Garcia
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Lehman, Yvette Piha (Presidente)
Carvalho, Marilia Pinto de
Paiva, Geraldo Jose de
Paiva, Vera Silvia Facciolla
Título em português
Dragões: gênero, corpo, trabalho e violência na formação da identidade entre travestis de baixa renda
Palavras-chave em português
Corpo humano
Gênero
Identidade sexual
Trabalho
Violência
Resumo em português
O presente estudo se iniciou a partir de uma intervenção de cerca de quatro anos, na área da promoção de saúde, voltada a um grupo de travestis de baixa renda, que realizava encontros em uma instituição pública na região central de São Paulo. O método de pesquisa utilizado foi o da observação participante ativa, priorizando-se o caráter interativo e dialógico na obtenção dos dados. Buscou-se investigar a constituição da identidade social entre as referidas travestis, pela descrição e análise de quatro eixos fundamentais para o entendimento de seu universo - gênero, corpo, trabalho e violência - na perspectiva de transcender o privilégio dado à categoria gênero nos estudos existentes sobre travestis. Procurou-se submeter cada um destes eixos a uma análise social ampliada e referida à realidade brasileira. A partir de uma abordagem critica à categoria "identidade", foi proposto o entendimento desta, em relação ao grupo estudado, como uma "colcha de retalhos" ("patchwork"), formada a partir da assimilação de fragmentos de diferentes identidade sociais presentes em nossa sociedade. Considerou-se que as principais identidades incorporadas pelas travestis estudadas foram as da "mulher submissa", da "puta" e da "mulher super-sedutora", no campo da feminilidade e as do "viado", do "malandro" e do "bandido", no campo da masculinidade. A "identidade travesti" resultante mostrou não apenas a ambigüidade masculino/feminina, mas também contradições e tensões entre as próprias identidades femininas - e masculinas - incorporadas.
Título em inglês
Dragons: gender, body, work and violence in the identity formation among low-income brazilian travestis
Palavras-chave em inglês
Gender
Gender identity
Human body
Labour
Violence
Resumo em inglês
This study had its origin in a four-year health promotion work, directed to low-income travestis, within a public health institution in the central area of São Paulo, Brazil. The research method comprised active participant observation , with interactive, and dialogical data collection. The social identity formation among these travestis was investigated by description and analysis of four axis; gender, body, work, and violence, each of them fundamental for the understanding of their universe, attempting to transcend the status given to gender category in other studies with this population. Each one of these axis were submitted to a wider social analysis and referred to the current situation in Brazil. The identity category was subjected to a critical analysis and was proposed, in the referred group, the understanding of identity as a patchwork, built by the assimilation of different identity fragments that are common in Brazilian society. The major identities incorporated by the studied travestis were, in the field of feminility, the submissive woman, the puta (whore), and the seductress. In the field of masculinity the viado (queer), the malandro (rogue), and the bandido (bandit). The resultant travesti identity showed not only a masculine and/or feminine ambiguity, but also contradictions amongst the incorporated feminine identities, in the same way as the masculine ones.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
garcia_DO.pdf (1.76 Mbytes)
Data de Publicação
2010-03-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.