• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2012.tde-10052012-150625
Documento
Autor
Nome completo
Renata do Nascimento Vieira Munhoz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Mandelbaum, Belinda Piltcher Haber (Presidente)
Shine, Sidney Kiyoshi
Silva Junior, Nelson da
Título em português
A pertença estendida de adultos na família de origem
Palavras-chave em português
Adultos
Família de origem
Relações entre gerações
Relações familiares
Resumo em português
A pertença estendida de adultos na família de origem é um fenômeno multideterminado, que envolve fatores econômicos, culturais, familiares e psíquicos, gerando insatisfação e sofrimento em adultos que estão nessa situação. O objetivo desta dissertação é a compreensão de motivos, intenções e sentidos que determinam essa pertença estendida. Para isso, utilizamos o referencial teórico psicanalítico, tanto para nos ajudar no método que fundamenta esta pesquisa quanto na discussão das informações obtidas no estudo de campo. Entender como percebem, vivem e quais sentidos esses adultos atribuem para a convivência familiar, além de identificar suas perspectivas para o futuro, como percebem a si mesmos e a sua família, foram os interesses que construíram este objeto de estudo. Pesquisamos esse fenômeno através de sete entrevistas semiestruturadas com adultos da classe média da cidade de São Paulo, entre 26 e 37 anos, cinco do sexo feminino e dois do sexo masculino, que estavam morando com suas famílias de origem em 2010. Da análise das entrevistas, alguns temas emergiram: família: cultura, tradição, história e estrutura; ser adulto; expectativas para o futuro; trabalho e remuneração: vida profissional; e relações fora da família. Constatamos nas dinâmicas familiares de alguns dos entrevistados uma relação do tipo simbiótico com a figura materna, como também uma situação financeira precária para possibilitar a saída da casa da família. A perspectiva de futuro, para alguns, inclui a saída da casa da família mediante novo rumo profissional ou casamento e, para outros, não há sentido em deixar a casa dos pais; há alguns benefícios por estar na casa dos pais, mas há, em todos os entrevistados, desconforto e um sentimento de fracasso, por não corresponderem às expectativas familiares e pessoais
Título em inglês
The adults who remain with their original´s family
Palavras-chave em inglês
Adults
Family of origin
Family relations
Intergenerational relations
Resumo em inglês
The adults who remain with their original families are a multifactorial phenomenon, involving economic, cultural, familial and psychological factors, which generates discontentment and suffering for those who find themselves in this situation. The objective of this dissertation is the understanding of the motives, intentions and rationales that determine the prolonged stay of adults within their original families. In order to accomplish this, we used psychoanalytical theory both to aid our research design and to inform our analysis of the data collected through our fieldwork. Our interests in understanding how such adults perceive, attribute meaning to and live their everyday lives alongside their original families, and in identifying their perspectives on the future, themselves and their families have built the objectives of this study. We studied this phenomenon via semi-structured interviews with seven middle class adults from the city of São Paulo, aged between 26 and 37 years old, five women and two men, who lived with their original families in 2010. Some themes have emerged from the analysis of the interviews: family: culture, tradition, history and structure; being an adult; expectations about the future; work and salary: professional life; and relationships outside of the family. We ascertained in the family dynamic of some of our interviewees a symbiotic relationship with the mother figure, and also a precarious financial situation that hindered leaving the family home. The perspective of the future, to some, include leaving the family home in the case of a new professional/career path or marriage and, to others, it makes no sense to leave the parental home; there are some benefits in staying in the parental home, but in all interviewees there are a discomfort and a sense of failure, for not meeting familial and personal expectations
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
munhoz_me.pdf (2.27 Mbytes)
Data de Publicação
2012-05-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.