• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2011.tde-22072011-104245
Documento
Autor
Nome completo
Luiza Elena Leite Ribeiro do Valle
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Malvezzi, Sigmar (Presidente)
Assumpcao Junior, Francisco Baptista
Inocente, Nancy Julieta
Reimão, Rubens Nelson Amaral de Assis
Rossini, Sueli Regina Gottochilich
Título em português
Estresse e distúrbios do sono no desempenho de professores: saúde mental no trabalho
Palavras-chave em português
Distúrbios do sono
Professores
Saúde ocupacional
Sono
Stress
Resumo em português
O trabalho é um recurso de integração social que favorece o desenvolvimento pessoal e traz benefícios importantes, mas diante de fortes tensões pode gerar transtornos mentais, somáticos, sociais e estresse. O estresse interfere no desempenho, nas relações sociais e no sono. O equilíbrio entre as atividades diárias de trabalho e o sono é essencial para a saúde mental, merecendo cuidados especiais quando o trabalhador exerce influência na educação de pessoas, como ocorre com o professor. O objetivo desta pesquisa é investigar a presença de sintomas de estresse e a qualidade do sono de professores da rede pública de Poços de Caldas, buscando correlação com o padrão ocupacional. A pesquisa estudou uma população de 165 professores de Poços de Caldas, através do ISS-LIPP, do PSQI-BR e do QFEP, para avaliar o impacto do estresse na saúde do professor e na qualidade do sono. Os dados revelaram que 59% dos professores apresentaram estresse, a maioria na fase de resistência (39%) e com prevalência do estresse psicológico. Além disso, indicaram que 46,7% dos professores são maus dormidores, evidenciando associação entre os sintomas físicos e psicológicos de estresse e o sono. As mulheres, parcela predominante da população estudada (88,5%), apresentaram mais estresse físico que os homens (p=0,015). Este estudo revelou a importância da investigação do estresse e do sono na prevenção de transtornos na saúde mental do professor, e nas do estudo do estresse e do sono para prevenir transtornos na saúde mental do professor e consequências sociais no trabalho e na qualidade de vida
Palavras-chave em inglês
Occupational health
Sleep
Sleep disorderes
Stress
Teachers
Resumo em inglês
Work is a resource of social integration for it favors both personal development in society and brings about other important benefits, but under intense tensions it may produce mental, somatic and social disruptions as well as stress. Stress interferes in performance, in social relationships and sleep. The balance between work daily activities and sleep is an essential condition for mental health, and as such deserves proper care chiefly when the worker is in charge of children education as it occurs with teachers. The objective of this research is to investigate the relationship between the development of symptoms of stress and the quality of teachers sleep. The population here under scrutiny was the public schools teachers of Poços de Caldas. It was aimed at searching the rates of stress and the latter´s correlation with Brazilian occupational standards. That aim was accomplished in a population of 165 teachers, through the means of ISS-LIPP, PSQI-BR and QFEP, in order to identify and understand the impact of stress in teachers health and the quality of their sleep. The findings revealed that 59% of the teachers are stressed, being the majority at the resistance phase (39%) and a large amount of them under the prevalence of psychological stress. Moreover, they disclosed that 46.7% of the teachers sleep badly, pointing out undeniable association between sleep and both physical and psychological stress. Women, as the prevailing subgroup of the studied population (88.5%), presented more physical stress than men (p=0,015). The conclusion of this study also disclosed the call for further developments in the investigation of teachers stress as a means for the prevention of social disruptions, disturbances in teachers mental health as well as in quality of their lives
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
valle_do.pdf (5.42 Mbytes)
Data de Publicação
2011-09-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.