• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2014.tde-24112014-112113
Documento
Autor
Nome completo
Paulo Rodrigo Unzer Falcade
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Ribeiro, Sandra Maria Patricio (Presidente)
Andriolo, Arley
Melo, Aurélio Fabrício Torres de
Título em português
Psicologia, modernidade e modos de subjetivação: a questão do morador de rua
Palavras-chave em português
Modernidade
Modos de subjetivação
Sem-teto
Resumo em português
A presente dissertação se propôs refletir acerca da situação de vida dos moradores de rua da cidade de São Paulo. Da articulação entre aquilo que pode ser apreendido na experiência de observação participante em um Projeto da Prefeitura de São Paulo destinado a esta população, em conjunto com as teorias de Luis Cláudio Figueiredo, acerca das matrizes e dos modos de subjetivação modernos, procurou-se pistas que ajudassem a entender o quadro atestado pela última Pesquisa Censitária: contínuo aumento numérico da população em situação de rua. A composição de uma narrativa mnêmica foi o recurso adotado para recapitular situações vividas no interior do projeto e, também, no contato com os moradores de rua. O relato procurou resgatar algumas passagens marcantes desse contato direto, privilegiando aspectos que coincidiam diretamente com dificuldades enfrentadas pelo Projeto no cumprimento de seus objetivos. Paralelamente, procurou-se delinear a estrutura que embasa o Projeto. Para tanto, recuperamos a Política Nacional para Inclusão Social da Pessoa em situação de rua: documento princeps para o trabalho com esta população. A partir disso, estabelecemos a hipótese de que a manutenção da dramática situação do morador de rua estaria relacionada com uma insuficiência na formulação da questão que orienta os trabalhos direcionados aos mesmos. Esta hipótese nos levou a compreensão de que este tipo de problema (insuficiência da formulação de questões) é intrínseco a hegemonia daquilo que Frederic Munné denominou Paradigma da Simplicidade, que por sua vez, tal qual a Psicologia Científica, se constitui no interior da própria Modernidade. Assim, com a análise de um política pública direcionada a um problema social, objetivou-se lançar luz sobre algumas das lacunas possibilitadas pela própria estrutura da Modernidade, destacando o papel ao qual a Psicologia é convidada a ocupar para, a partir disso, exemplificar o modo pela qual a mesma deveria se pautar para contribuir com a superação do impasse ao qual perpassa nossa civilização
Título em inglês
Psychology, Modernity and Subjectivity modes: the issue of the homeless
Palavras-chave em inglês
Homeless
Modernity
Modes of subjectivity
Resumo em inglês
This dissertation proposed a reflection on the life situation of the homeless in São Paulo . The articulation between what can be learned in the experience of participant observation in a project of the Municipality of São Paulo for this population, together with theories of Luis Claudio Figueiredo, about mothers and modern modes of subjectivity, we tried to ski which helped to understand the picture certified by the last Census search : continuous numeric increase in population on the streets . The composition of a mnemic narrative feature was adopted to recap situations encountered within the project and also in contact with the homeless . The report sought to rescue some striking passages of this direct contact, emphasizing aspects that coincided directly with the difficulties faced by the project in meeting its objectives . In parallel , we attempted to delineate the structure that supports the project . To do so , we retrieve the National Policy for Social Inclusion of People on the street : princeps to work with this population document. From this, we establish the hypothesis that the maintenance of the plight of the homeless would be associated with a failure in the formulation of the question that guides the work directed to the same . This hypothesis led us to understand that this type of problem ( failure of formulating questions ) hegemony is intrinsic to what Frederic Munné called Paradigm of Simplicity , which in turn , just like the Scientific Psychology , constitutes the interior of Modernity itself . Thus , the analysis of a public policy directed to a social problem , aimed to shed light on some of the gaps made possible by the structure of modernity , highlighting the role to which psychology is invited to occupy , as appropriate, exemplify the so why the same should be guided to contribute to overcoming the impasse to which pervades our civilization
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
falcade_me.pdf (933.15 Kbytes)
Data de Publicação
2014-12-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.