• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2016.tde-27092016-112714
Documento
Autor
Nome completo
Washington Ramos dos Santos Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Lehman, Yvette Piha (Presidente)
Egler, Tamara Tania Cohen
Martins, Elvio Rodrigues
Ribeiro, Marcelo Afonso
Ribeiro, Sandra Maria Patricio
Título em português
Subjetividade, identidade e geografia: o nascimento da Barra da Tijuca e o cronos fusional (ou a 'morte' da alteridade)
Palavras-chave em português
Babel
Barra da Tijuca
Cronos
Ideal do eu
Ulisses
Resumo em português
Este trabalho tem por objetivo compreender o processo de constituição da Barra da Tijuca, bairro da cidade do Rio de Janeiro. Nomeada devido a um acidente geográfico, assim foi reconhecida por séculos, constituindo-se como recorte territorial apenas a partir da década de 1970. Seu desenvolvimento se fortaleceu a partir da década de 1950, como um prolongamento da Zona Sul do Rio de Janeiro. Para racionalizar essa ocupação, foi chamado o mesmo urbanista de Brasília, Lucio Costa, que em nenhum momento menciona a palavra condomínio no Plano-piloto, embora esse tenha sido a forma que se consolidou como moradia no bairro, tornando-se um modelo, associado ao consumo e à idealização, presente tanto no discurso de moradores quanto no estereótipo criado para eles, o do emergente, novo-rico. Parte do preconceito está associada à falta de equipamentos culturais de relevância, falta que a hoje nomeada Cidade das Artes tentou preencher. Esse projeto está de acordo com a mercadização das cidades e do planejamento estratégico e teve início com o prefeito César Maia. Nomeamos a subjetividade existente na vida em condomínio como morte da alteridade, pois decorre fundamentalmente do Ideal do Eu regressivo, dando origem à mimese e ao narcisismo das pequenas diferenças. Interpretamos os mitos gregos de Cronos e de Ulisses, relacionando-os, respectivamente, ao Ideal do Eu regressivo e ao Ideal do Eu maturativo. Ao comentarmos sobre o mito de Babel, trazemos à discussão a função precípua da cidade e do urbano, qual seja, a da individuação. Metodologicamente, utilizamos revisão bibliográfica e entrevistas para a realização dessa tese
Título em inglês
Subjectivity, Identity e geography: the arise of Barra da Tijuca and fusional cronus (or the end of alterity)
Palavras-chave em inglês
Babel
Barra da Tijuca
Cronus
Ego ideal
Odysseus
Resumo em inglês
This thesis aims to analyse Barra da Tijucas process of constitution, which is a neighbourhood in the city of Rio de Janeiro. It was named after a landform and were recognised as it for centuries, arising as a territorial limit only in the 1970s. Its development strengthened along the 1950s as an extension of Rio de Janeiros South Zone. Lucio Costa, the same urbanist that projected Brasilia, was invited by the government to rationalise its occupation and does not mention the expression town house complex at all on the Plan Lucio Costa, although this is the form that became the model of neighbourhoods occupation. Town house complex is associated to consumption and idealisation, which is shown as much dwellers speech as the stereotype created to them, the nouveau-riche. Part of prejudice is related to the hollowness of existent cultural facilities, which was planned to be fulfilled by Cidade das Artes. This project is in accord to cities marketing and competition and strategic planning that has started in Rio de Janeiro with the former mayor Cesar Maia. We named the subjectivity experienced in town house complexes as the end of alterity because of the regressivity of Ego ideal that corresponds to mimesis and the narcissism of minor differences. We interpret the Greek myths of Cronus and Odysseus relating them, respectively, to regressive Ego ideal and maturational Ego ideal. On the Tower of Babel myth, we bring to discussion the paramount essence of cities and the urban, videlicet, individualisation. Our methodology consists in literature survey revision and a few interviews
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-10-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.