• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2009.tde-15122009-123157
Documento
Autor
Nome completo
Janaina Regina Bosso
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Sameshima, Koichi (Presidente)
Costa Filho, Orozimbo Alves
Ferrari, Deborah Viviane
Título em português
Ajustes das características eletroacústicas do aparelho de amplificação sonora individual com base em limiares auditivos tonais e resposta auditiva de estado estável
Palavras-chave em português
Auxiliares de audição
Deficiente auditivo
Limiar auditivo
Perda auditiva
Potenciais evocados
Resumo em português
A impossibilidade de obtenção de dados audiológicos comportamentais em crianças deficientes auditivas faz com que seja necessária a utilização de testes objetivos como a resposta auditiva de estado estável (RAEE) para estimar os limiares auditivos. O objetivo deste estudo foi verificar as diferenças encontradas na seleção de características eletroacústicas do aparelho de amplificação sonora individual (AASI) com base nos limiares auditivos estimados por meio da resposta auditiva de estado estável (RAEE) em comparação com o mesmo processo realizado com base em limiares auditivos tonais. Foram estudados 28 indivíduos com deficiência auditiva neurossensorial: grupo A, composto por 10 adultos (média da idade 46,3 anos) e grupo B, composto por 18 crianças (média da idade 10,38 anos). O método prescritivo utilizado foi o Desired Sensation Level (DSL) i/o versão 4.1. A medida individualizada da RECD foi utilizada como transformador acústico. Três diferentes programações foram geradas considerando os limiares auditivos tonais nas freqüências de 0,25 a 6kHz (programação tonal completa - ProTC), os limiares auditivos tonais apenas nas freqüências de 0,5, 1, 2 e 4 kHz (programação tonal - ProT) e os limiares auditivos estimados na RAEE nas freqüências de 0,5, 1, 2 e 4 kHz (programação eletrofisiológica - ProE). A verificação da amplificação foi realizada em acoplador de 2cc. Foi realizada avaliação da percepção da fala na presença de ruído (grupo A e B) e julgamento da qualidade sonora (grupo A). Os resultados mostraram que os valores da resposta em orelha real amplificada prescrita (REAR P) foram maiores para programação baseada em limiares auditivos estimados pela RAEE. As diferenças encontradas foram significativas, para todas as intensidades testadas, nas freqüências de 0,5, 1 e 2 kHz no grupo A e em todas as freqüências no grupo B. A diferença entre a REAR P e a REAR medida em acoplador de 2cc (REAR M) foi inferior a 1,4 dB em todas as freqüências e intensidades estudadas, para os grupos A e B. Não foram encontradas diferenças entre a REAR M obtidas na ProTC e na ProT. Os valores de REAR M obtidos na ProE foram maiores do que os obtidos nas programações ProTC e ProT. Não foram encontradas diferençam significativas na avaliação da percepção da fala em adultos. Por outro lado, em crianças, foi encontrada diferença significativa na obtenção da relação sinal/ruído na ProE quando comparada com às programações ProTC e ProT. No julgamento da qualidade sonora, os resultados mostraram pior julgamento das dimensões avaliadas, na ProE. Entretanto apenas para a dimensão conforto auditivo foi encontrada diferença significativa. O resultado do presente estudo mostra que os limiares auditivos estimados pela RAEE podem ser utilizados na determinação das características eletroacústicas do AASI em adultos e crianças.
Título em inglês
Hearing AID prescription based on audiometric thresholds and auditory steady state responses
Palavras-chave em inglês
Auditory thresholds
Aurally disabled
Evokad potentials
Hearing aids
Hearing loss
Resumo em inglês
The impossibility for obtaining behavioral auditory data in children with hearing loss brings the necessity of applying objective tests as auditory steady state responses (ASSR) in order to evaluate the auditory thresholds. The objective of this study was to verify the differences found on the selection of the eletroacoustic characteristics of the hearing aid (AASI) based on the auditory thresholds, obtained by the auditory steady state responses (ASSR) in comparison with the same procedure realized, based on audiometric thresholds: A total of 28 people with sensorineural hearing loss were studied: group A comprised 10 adults (average age 46,3 years) and group B comprised 18 children (average age 10,38 years). The prescriptive method applied was Desired Sensation Level (DSL) i/o version 4.1. The individualized measurement of RECD was applied as acoustic transformer. Three different programs were generated considering the audiometric thresholds on the frequencies from 0,25 to 6kHz (complete tonal program- ProTC), the audiometric thresholds just on the frequencies 0,5, 1, 2 and 4 kHz (tonal program- ProT) and the auditory thresholds obtained by the ASSR on the frequencies 0,5, 1, 2 and 4 kHz (electrophysiological program ProE). The verification of the amplification was realized by a coupler of 2cc. The evaluation of speech recognition in noise (group A and B) and the judgment of sound quality (group A) was performed. The results showed that the Real Ear Aided Response prescribed (REAR P) were higher for the program based on the auditory thresholds estimated by the ASSR. The differences were significant, for all the levels of intensity tested, for the frequencies 0,5, 1, 2 and 2 kHz in group A and in all the frequencies in group B. The difference between REAR P and the REAR measured in coupler of 2cc (REAR M) was lower than 1,4dB for all the frequencies and intensities studied, for groups A and B. Differences were not found between the REAR M obtained on the ProTC and ProT. The results for REAR M obtained on the ProE were higher than the ones obtained on the programs ProTC and ProT. Significant differences were not found in the evaluation for the speech perception in adults. For children, significant differences were found for S/N on the ProE when compared to the program ProTC and ProT. On the evaluation of the sound quality, the results showed worse judgment of the dimensions evaluated, on the ProE. However, a significant difference was found for auditory comfort dimension. The outcomes of the present study shows that the auditory threshold obtained by the ASSR can be employed for the determination of the electroacoustic characteristics of the hearing aids in adults and children.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Mestrado_Bosso.pdf (1.76 Mbytes)
Data de Publicação
2010-01-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.