• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Andrea Peterson Zomignani
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Piemonte, Maria Elisa Pimentel (Presidente)
Baptista, Abrahão Fontes
Grecco, Luanda André Collange
Helene, André Frazão
Machado, Kátia Karina do Monte Silva
Xavier, Gilberto Fernando
Título em português
Efeitos da estimulação transcraniana por corrente contínua sobre a aprendizagem motora de indivíduos jovens
Palavras-chave em português
Aprendizagem
Atividade motora
Estimulação transcraniana por corrente Contínua
Memória
Resumo em português
A aprendizagem motora é o processo pelo qual os comportamentos motores são modificados pela experiência. Esse processo implica modificações estruturais e funcionais em redes neurais relacionadas à tarefa treinada. Melhora do desempenho associada ao treino é medida comportamental de aprendizagem, assim como generalização e transferência. A estimulação transcraniana por corrente contínua (ETCC) é uma técnica que modifica a excitabilidade cortical, causando alterações em potenciais evocados motores que influenciam o processo de aprendizagem. Já foram descritas alterações similares à potenciação de longo prazo, essencial para os processos de aprendizagem, após aplicação. O córtex motor primário (M1) tem se mostrado alvo de estimulação com efeitos positivos sobre a aprendizagem motora. OBJETIVOS: investigar os efeitos da ETCC anódica aplicada na área motora primária concomitantemente ao treino sobre a aprendizagem, generalização e transferência intermanual de movimentos sequenciais de dedos, em indivíduos jovens. MÉTODOS: Participaram do estudo 40 indivíduos jovens, destros, sem deficiências motoras ou cognitivas. Foram divididos randomicamente em grupo experimental (GE) que realizou o treinamento motor de uma tarefa sequencial de dedos simultaneamente à ETCC anódica sobre M1 contralateral à mão treinada e grupo placebo (GP) que realizou o mesmo treinamento com estimulação simulada. O treinamento consistiu em 8 blocos com 300 repetições de movimentos sequenciais de dedos com o membro superior direito. As medidas de desempenho foram velocidade e acurácia dos movimentos sequenciais. Foram realizadas antes do treinamento, imediatamente após, 48h após, 7 e 28 dias após treinamento na mão treinada (MT) para avaliação da aprendizagem de curta e longa duração. Adicionalmente, foram realizadas avaliações de desempenho (1) da sequência não treinada, chamada controle (SC) na MT para investigação da generalização intersequências; (2) da sequência treinada (ST) na mão não treinada (MNT), para investigação da transferência intermanual. A análise estatística foi realizada por meio do teste de variância ANOVA para o desempenho em termos de sequências corretas completadas em 1 minuto, considerando-se como fatores grupos (GE e GP) e avaliações (AT, DT, 48hDT, 7dDT e 28dDT) para investigação da aprendizagem de curta e longa duração; grupos (GE e GP), avaliações (AT, DT, 48hDT, 7dDT e 28dDT) e sequência (ST e SC) para investigação da generalização; e grupos (GE e GP), avaliações (AT, DT, 48hDT, 7dDT e 28dDT) e mão (MT e MNT) para a investigação da transferência intermanual. RESULTADOS: Para aprendizagem de curta e longa duração, os resultados mostraram que houve efeito de avaliação, sem efeito de grupo. Na generalização, os resultados mostraram que houve efeito de sequência e avaliação, demostrando que a aprendizagem da sequência treinada foi parcialmente transferida para sequência controle, sem efeito de grupo. Finalmente, para transferência intermanual, os resultados mostraram que houve efeito de mão e avaliação, demonstrando que os ganhos com o treinamento da mão treinada foram parcialmente transferidos para a mão contralateral, sem efeitos de grupo. CONCLUSÃO: A ETCC aplicada concomitantemente ao treino sobre o córtex motor primário contralateral à mão treinada não produziu efeitos sobre a aprendizagem de curta e longa duração, generalização e transferência manual dos ganhos obtidos no treinamento em indivíduos jovens
Título em inglês
Influence of Transcranial Direct Current Stimulation on young adults motor learning
Palavras-chave em inglês
Learning
Memory
Motor activity
Transcranial direct current stimulation
Resumo em inglês
Motor learning is the process by which the motor behaviors are modified by experience. Such process implies structural and functional in neural networks related to the trained task. The performance improvement associated with the training is a behavioral measure of learning, as well as the generalization and transference of the new ability to non trained segments. The transcranial direct current stimulation (tDCS) is a brain activity modulation technique that modifies the cortical excitability, causing changes in motor evoked potentials which may influence the motor learning process. Changes similar to long term potentiation have already been described, essential for the learning processes, after tDCS application. The primary motor cortex has been presented as the stimulation aim with the most positive effects on the motor learning process. OBJECTIVE: to investigate the effects of one-sided applied anode tDCS to primary motor area concomitantly with the train over learning, generalization and intermanual transfer of sequential finger movements, in young adults. METHODS: 40 young right handed adults with no motor or cognitive disabilities took part in the study, randomly divided into an experimental group (EG) and a placebo group (PG). EG executed the motor training of a finger sequence task simultaneously with anode tDCS applied on the primary motor cortex contralateral to trained hand. PG executed the same training simultaneously with simulated stimulation. The training consisted of 8 blocks with 300 repetitions of finger sequence movements performed only with the right upper limb. Performance was measured by sequential movements speed and accuracy, taken before training, immediately after training, 48h after, 7 and 28 days after training considering trained hand (TH) for short and long term learning assessment. Additionally, performance assessments were done (1) in non trained sequence, named control sequence (CS) in TH for investigation on generalization; (2) in trained sequence (TS) in non trained hand (NTH), for investigation of intermanual transference. Statistical analysis was carried out using ANOVA variance test for performance over correct sequences within 1 minute considering groups (EG and PG) and assessments (BT, AT, 48hAT, 7dAT and 28dAT) as factors for short and long term learning investigation; groups (EG and PG), assessments (BT, AT, 48hAT, 7dAT and 28dAT) and sequence (TS and CS) for generalization investigation; and groups (EG and PG), assessments (BT, AT, 48hAT, 7dAT and 28dAT) and hand (TH and NTH) for intermanual transference investigation. RESULTS: For short and long term learning, results showed assessment effect, with no group effect. For generalization, results showed sequence and assessment effects, presenting that the trained sequence learning was partially transferred to the control sequence, with no group effect. Finally, for the intermanual transference, results showed hand and assessment effects, presenting that the gains with the trained hand training were also partially transferred to the contralateral hand, with no group effect. CONCLUSION: The tDCS concomitantly applied to training on primary motor cortex contralateral to trained hand did not produce effects over short and long term learning, generalization and manual transfer of gains obtained in young adults training
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ZOMIGNANI_DO.pdf (1.65 Mbytes)
Data de Publicação
2019-06-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.