• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2013.tde-28062013-150641
Documento
Autor
Nome completo
Raquel Ana Castanharo Julio
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Duarte, Marcos (Presidente)
Bagesteiro, Leia Bernardi
Sacco, Isabel de Camargo Neves
Título em português
Diferenças nos movimentos da coluna, pelve e quadril entre idosos corredores e adultos jovens corredores
Palavras-chave em português
Biomecânica
Coluna vertebral
Corrida
Idosos
Locomoção
Resumo em português
A prática de atividade física, em especial a corrida de rua, vem atraindo bastante o interesse de idosos e a cada dia ganha mais adeptos com idade superior a 60 anos. Porém, o avanço da idade traz além de alterações estruturais, mudanças funcionais na coluna de idosos, o que pode influenciar o padrão de movimento do corpo durante a atividade esportiva. O objetivo deste estudo foi investigar as diferenças nos movimentos da coluna, pelve e quadril entre idosos corredores e adultos jovens corredores durante a caminhada e a corrida e paralelamente observar se os movimentos da coluna teriam relação com a absorção de impacto durante a corrida. Realizou-se uma análise cinemática dos segmentos de interesse nas duas tarefas e a força reação do solo vertical foi mensurada na corrida em dois grupos, um formado por adultos jovens corredores (n = 22) e outro por idosos corredores (n = 21). Na caminhada, a principal diferença entre os grupos foi a menor extensão de quadril e a maior anteversão pélvica nos idosos. Na corrida a amplitude de movimento torácica nos idosos se mostrou menor e a amplitude de movimento lombar positivamente correlaciona ao pico de impacto com o solo. A extensão de quadril nos idosos também foi menor na corrida, porém não apresentou correlação com a anteversão pélvica. Este trabalho mostrou diferenças entre idosos e adultos corredores como resultados de déficits articulares dos idosos e ressaltou possíveis pontos de intervenção, como a extensão de quadril, extensão torácica e movimento da coluna lombar
Título em inglês
Differences in spine, pelvis and hip movements between elderly runners and young adult runners
Palavras-chave em inglês
Biomechanics
Elderly
Locomotion
Running
Spine
Resumo em inglês
Practice of physical activity, especially running, has been attracting the interest of elderly people and gains more adepts older than 60 years old each day. However, aging brings structural and functional alterations on the spine, and this can influence the movement pattern of the body during sport practice. The aim of this study was to investigate the differences in spine, pelvis and hip movements between elderly runners and young adult runners during gait and running, and also to investigate the relationship between spine range of motion and impact absorption during running. Kinematic analysis of the segments of interest for both tasks was performed and the ground reaction force was measured during running for two groups, one formed by elderly runners (n=21) and the other formed by young adult runners (n=22). For gait, the main difference between the groups was the lesser hip extension and greater pelvic anterior tilt of the elderly. For running the thoracic range of motion of the elderly was lesser and the lumbar range of motion was positively correlated with the ground impact peak. The hip extension of the elderly was also lesser in running, but did not present correlation with the anterior pelvic tilt. This study showed differences between elderly and young adult runners as results of joint deficiencies of the elderly and directed treatment possibilities on the hip extension, thoracic extension and lumbar spine movement
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
castanharo_me.pdf (1.56 Mbytes)
Data de Publicação
2013-07-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.