• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.48.2017.tde-02052016-143400
Documento
Autor
Nombre completo
Mario Lopes Amorim
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2004
Director
Tribunal
Piletti, Nelson (Presidente)
Lima Filho, Domingos Leite
Moraes, Carmen Sylvia Vidigal
Queluz, Gilson Leandro
Sousa, Cynthia Pereira de
Título en portugués
Da Escola Técnica de Curitiba à Escola Técnica Federal do Paraná: projeto de formação de uma aristocracia do trabalho (1942-1963)
Palabras clave en portugués
Aristocracia do trabalho
Comissão Brasileiro-Americana de Educação Industrial (CBAI)
Ensino industrial
Lei orgânica do ensino industrial
Racionali
Resumen en portugués
Este trabalho tem como objetivo analisar o projeto de criação de uma aristocracia do trabalho a partir do ensino industrial, através do estudo de caso da Escola Técnica de Curitiba, posteriormente Escola Técnica Federal do Paraná, entre os anos de 1942 a 1963. Num primeiro momento, faz-se um breve apanhado da citada instituição quando era Escola de Aprendizes Artífices do Paraná, considerando que a concepção de ensino então desenvolvida era destinada aos desfavorecidos da fortuna, portanto direcionada principalmente para a disciplinarização das chamadas classes perigosas. Mas ao longo da década de 1920 e de 1930, tal concepção foi sendo modificada, até que em 1942, com a Lei Orgânica do Ensino Industrial, consolidou-se a idéia de formação de uma aristocracia do trabalho pela via do ensino industrial. Essa elite ocuparia postos no setor fabril que exigissem uma maior qualificação, acompanhando o processo de desenvolvimento industrial do Brasil, não bastando, porém, um melhor adestramento técnico, mas que fosse bem disciplinada, através de um processo educacional marcado pela presença intensiva de conteúdos de moral e civismo, notadamente durante o Estado Novo (1937-1945), servindo assim de exemplo para a classe trabalhadora como um todo. O pós-guerra foi marcado pela Guerra Fria e pela influência cada vez maior do american way of life na vida brasileira. A presença da Comissão Brasileiro-Americana de Educação Industrial (CBAI), programa de cooperação firmado entre os governos do Brasil e dos Estados Unidos em 1946, veio caracterizar esse momento no ensino industrial do país, através da adoção de métodos sistemáticos na formação de docentes para esse ramo do ensino, baseados na Racionalização Científica. A fim de dinamizar o treinamento dos professores, a CBAI criou, em 1957, o Centro de Pesquisas e Treinamento de Professores (CPTP), na Escola Técnica de Curitiba, cuja função era preparar docentes para atuarem nas escolas industriais e técnicas de todo o Brasil, de forma a capacitá-los para a tarefa de formação da aristocracia do trabalho. Em 1963 o acordo entre a CBAI e o governo brasileiro não foi renovado, e o Centro encerrou suas atividades no ano seguinte. A Lei nº 3.552/59 estabeleceu uma reforma no ensino industrial, fixando um curso único de 1º Ciclo com finalidade propedêutica para os cursos técnicos de 2º Ciclo. A Lei de Diretrizes e Bases de 1961 promoveu a equivalência entre o ensino técnico e o ensino secundário. Tais modificações, ligadas à nova etapa vivida pela industrialização, inclusive em relação às demandas do mercado de trabalho, aliadas à possibilidade de chegar ao ensino superior ao mesmo tempo em que se obtém uma formação de nível médio em escolas de elevada qualidade de ensino, promoveram alterações no perfil dos alunos que procuravam o ensino industrial, que gradativamente foi sendo ocupado por estudantes originários da classe média, deixando de ter validade a concepção de formação de uma aristocracia do trabalho exclusivamente a partir da classe trabalhadora.
Título en inglés
From Technical School of Curitiba to Federal Technical School of Paraná: project to formation of an aristocracy of labour (1942-1963)
Palabras clave en inglés
Comisão Brasileiro-Americana de Educação Industrial (CBAI)
Industrial teaching
Labour aristocracy
Organizer law of the industrial teaching
Scienti
Resumen en inglés
This thesis have the objective of analyze the project of creation of the labour aristocracy based in the industrial teaching, by case study of the Escola Técnica de Curitiba, posteriorly Escola Técnica Federal do Paraná, between 1942 and 1963. On a first moment, making a succinct summary of the named institution when denominated Escola de Aprendizes Artífices do Paraná, seeing that the educational intention developed was destined to luckless, therefore reserved to the discipline the dangerous classes. But during the 1920 and 1930 decades, this intention was going modify, and in 1942 the idea of conformation of the labour aristocracy based in the industrial education was consolidated, with the Organizer Law of the Industrial Teaching. This elite must occupy functions in the manufacturing sector what demanding a superior qualification, accompanying the industrial development of Brazil, however dont being enough a better technical training, but was very much disciplined, in through of the educational process marked for intensive carriage of moral and civic contents, notedly during the Estado Novo (1937-1945), what a example for all the working class. The period after the Second World War was marked for the Cold War and to the growing influence of American way of life in Brazil. The presence of the Comissão Brasileiro-Americana de Educação Industrial (CBAI), a cooperation program signed between Brazilian and American governments in 1946, marked this moment in the industrial teaching of Brazil, through the adoption of systematical methods to the formation of instructors for this kind of teaching, based on Scientific Management. With the aim of to pep the instructors training, in 1957 CBAI created Centro de Pesquisas e Treinamento de Professores (CPTP), on the Escola Técnica de Curitiba, and your function was to prepare instructors to work on the Industrial and Technical Schools in Brazil, capacitating them to the assignment of to educate the labour aristocracy. In 1963 the accord between CBAI and the Brazilian government is not renovated, and the CPTP was closed your activities in 1964. The 3.552/59 Act determined a reform at the Industrial Teaching, fixing a unique course of First Level with propaedeutics finality to the technical courses of Second Level. The Guidelines and Basis Act of 1961 furthered the equivalency between Technical and Secondary Teaching. These modifications, linked with the new stage of industrialization and connected with the work markets demands, allied to the possible incoming of students go to College while graduate in high quality schools of Second Level, make changes in the profiles of students that searched the Industrial Teaching, which was occupied for students of midclass, invalidating the conception of conformation of the labour aristocracy originating exclusive of working class.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2017-03-09
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2019. Todos los derechos reservados.