• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2011.tde-04072011-145947
Documento
Autor
Nome completo
Susana Cecilia Almeida Igayara de Souza
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Sousa, Cynthia Pereira de (Presidente)
Bragança, Aníbal Francisco Alves
Hilsdorf, Maria Lucia Spedo
Martins, José Eduardo Gandra da Silva
Penna, Maura Lucia Fernandes
Título em português
Entre palcos e páginas: a produção escrita por mulheres sobre música na história da educação musical no Brasil ( 1907-1958)
Palavras-chave em português
1907-1958 (Brasil)
cultura escrita
educação musical
história cultural
história da educação (século 20)
história da mulher
música (século 20)
professoras de música
Resumo em português
Estudo histórico que tem por objetivo localizar e analisar a produção escrita por mulheres sobre música, relacionada a diversos contextos educacionais no Brasil, durante as primeiras cinco décadas do século XX. Como fontes, foram consultadas as publicações inventariadas na pesquisa, documentos manuscritos de arquivos históricos, documentos oficiais, periódicos, iconografia e arquivos pessoais de professoras. O 1º capítulo é dedicado a uma visão de conjunto sobre a produção escrita por mulheres sobre música. O capítulo 2 analisa as primeiras décadas e estabelece uma discussão sobre as representações de música brasileira e europeia na educação musical. O capítulo 3 trata da música na escola formal e da participação de mulheres no canto orfeônico, considerando o processo de institucionalização e escolarização da música e o papel da publicação de hinários, cancioneiros e livros didáticos nesse processo. O capítulo 4 aborda a formação de professores e a pedagogia da escola nova, destacando os conflitos na historiografia e na prática do canto orfeônico. O capítulo 5 concentra-se na formação artística, tendo por foco o ensino especializado de música, a presença de mulheres na atividade artística e as representações sobre o feminino. São analisados três exemplos da produção escrita, como dispositivos de inscrição no campo musical. Nas considerações finais, discute-se a função da memória (individual e coletiva) e sua relação com as práticas e as representações encontradas sobre a professora de música (em suas múltiplas atuações). Entre as principais noções e conceitos utilizados estão: campo (principalmente campo artístico), habitus, doxa e capital cultural, de Pierre Bourdieu; práticas, representações e apropriação, de Roger Chartier, bem como sua discussão metodológica (sobre a história do livro e da leitura) e teórica (sobre cultura escrita); estratégias e táticas, de Michel de Certeau, assim como sua análise da operação historiográfica. O conceito de gênero, presente em diversos autores, permitiu tratar a produção escrita por mulheres como conjunto, de forma relacional. Para a história das mulheres, tivemos como principal referência Michelle Perrot. A produção acadêmica em história da educação, sobretudo a brasileira, auxiliou a definição e exploração do tema, assim como as pesquisas musicológicas recentes. Um dos resultados da pesquisa foi um inventário de livros publicados (46 autoras e 100 obras), com a identificação de editoras, instituições, temáticas e modalidades de ensino musical praticadas na primeira metade do século XX no Brasil. Como parte das conclusões, a produção escrita sobre música é vista como intrínseca à profissão docente, utilizada como estratégia de valorização profissional e pessoal. As práticas de leitura e escrita (textual e musical) foram adquiridas no ambiente escolar, no espaço social da família e nas instituições de formação artística. Constata-se uma diversidade de processos de publicação, entre eles: iniciativas particulares das autoras; projetos editoriais, inclusive os patrocinados por governos estaduais ou pelo federal; programas institucionais para provimento de material didático adaptado às exigências legais; requisito formal para o ingresso no magistério superior.
Título em inglês
Between stages and pages: womens written production about music in the history of musical education in Brazil (1907-1958).
Palavras-chave em inglês
1907-1958 (Brazil)
cultural history
history of education (20th century)
history of women
music (20th century)
musical education
women music teachers
written culture
Resumo em inglês
Historical study that aims to situate and analyze the written production of women about music, related to several educational contexts in Brazil, during the first five decades of the 20th century. The sources include the publications collected during this research, manuscript documents from historical archives, official documents, periodicals, iconography, and educators personal archives. The first chapter is devoted to an overview of the production about music written by women. Chapter 2 analyzes the first decades and establishes a discussion about the representations of Brazilian and European music in music education. Chapter 3 is about music in formal school and the participation of women in canto orfeônico (school choir singing), analyzing the process of institutionalization and schooling of music and the role of hymnal, songbook and didactic book publishing in the process. Chapter 4 focuses on teachers training and the escola nova (new school) pedagogy, emphasizing the conflicts in the historiography and in the practice of canto orfeônico (school choir singing). Chapter 5 concentrates on artistic training, with focus on specialized teaching, the presence of women in artistic activity and the representations about the feminine. Three examples of written production are analyzed, as devices of inscription in the musical field. In the final considerations, the function of memory (both individual and collective) is discussed, inasmuch as its relation to practices and representations of female music educators (in their multiple roles). The main notions and concepts used are: field (specially artistic field), habitus, doxa, and cultural capital by Pierre Bourdieu; practices, representations and appropriation by Roger Chartier, as well as his methodological discussion (on the history of the book and the history or reading) and theoretical (on written culture); strategies and tactics by Michel de Certeau, as well as his analysis of the historiographical operation. The concept of gender, employed by numerous authors, allowed for a discussion of womens written production as a whole, in a relational manner. For the history of women, our main reference was Michelle Perrot. Academic production on the history of education, mainly the Brazilian one, facilitated the definition and exploration of the subject, as well as recent musicological research. One of the results of this investigation was an inventory of published books (46 authors and 100 works), with the identification of publishers, educational institutions and of the themes and modalities of music teaching that were current at the first half of the 20th century in Brazil. As part of the conclusions, the written production about music is seen as intrinsic to the teaching profession, used as strategy of both professional and personal valorization. The practices of reading and writing (of text and music) were acquired in the school environment, in the social space of the family and in the artistic training institutions. Diverse processes of publishing are detectable, such as: individual initiative of the authors; editorial projects, including those sponsored by state or federal governments; institutional programs for the provision of didactic material adapted to legal obligations; formal requirements to start a university teaching career.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-07-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.