• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.48.2011.tde-04082011-151447
Documento
Autor
Nome completo
Creusimari Conceição Pereira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Ribeiro, Maria Luisa Sprovieri (Presidente)
Baumel, Roseli Cecilia Rocha de Carvalho
Noffs, Neide de Aquino
Título em português
Inclusão de pessoas com deficiência em espaços não formais de educação: um estudo dos Centros para Crianças e Adolescentes
Palavras-chave em português
crianças e adolescentes
deficiência
educação não formal
inclusão
Resumo em português
Esta pesquisa de abordagem qualitativa teve por objetivo investigar como os Centros para Crianças e Adolescentes (CCAs) vêm tratando a questão da inclusão do público com deficiência em seus espaços. Nas suas ações, a educação não formal figura como perspectiva educativa subjacente às ações de proteção social, visando à promoção do desenvolvimento de competências sociais, cognitivas e afetivas, marcadas por valores de inclusão e protagonismo social, complementando, assim, o processo educacional escolar num conceito ampliado de educação. Nessa lógica, os CCAs podem ser considerados potencialmente qualificados como instituições aptas a desenvolver ações socioeducativas com crianças e adolescentes com deficiência, inclusive em complementaridade à educação escolar, indicando oportunidades para que a abordagem da deficiência seja refletida e reedificada em ambos os espaços. Os procedimentos metodológicos para a coleta de dados foram: entrevistas semiestruturadas com doze profissionais de três CCAs eleitos como campo de pesquisa, análise de documentos e observação participante; ainda, a análise dos dados das entrevistas referenciou-se na análise de conteúdo. A presente pesquisa revelou que a concepção dos profissionais acerca do trabalho que desenvolvem vem acompanhando o deslocamento do eixo assistencialista para o eixo socioeducativo das ações, em consonância com o novo modelo de atuação proposto pela vigente política de assistência social. No entanto, algumas inconsistências práticas foram identificadas no que concerne à tarefa educativa desses serviços e a ideia de complementaridade entre CCAs e escolas, educação formal e não formal e ações intersetoriais, seja para o público com ou sem deficiência. Foi identificado um incipiente avanço gradual, no âmbito da Secretaria Municipal de Assistência Social, ao indicar a inclusão de público com deficiência nos CCAs, porém sem a correspondência de adoção de medidas de acompanhamento técnico junto aos serviços para que esse atendimento seja implementado sob bases inclusivas. Em contrapartida, os CCAs reconhecem a importância e exibem predisposição para empreender tal ação, mas apresentam fragilidade discursiva e prática, a partir de concepções muito difusas e parciais que detêm sobre os temas inclusão e deficiência, evidenciando a necessidade de suporte técnico e formativo aos seus profissionais.
Título em inglês
Inclusion of children and adolescents with deficiency in not formal spaces of education: a study of the Centers for Children and Adolescents.
Palavras-chave em inglês
children and adolescents
deficiency
inclusion
not formal education
Resumo em inglês
This qualitative approach research had for objective to investigate as the Centers for Children and Adolescents (CCAs) are treating the subject on the inclusion of the public with deficiency in their spaces. In their actions, the not formal education appears as educational perspective underlying to the social protection actions, seeking to the promotion of the development of social, cognitive and affectionate competences, marked by inclusion values and social protagonism, complementing, like this, the school education process in an enlarged concept of education. In that logic, CCAs can be considered potentially qualified as institutions capable to develop social-educational actions with children and adolescents with deficiency, besides in complementarity to the school education, indicating opportunities so that the approach of the deficiency is contemplated and rebuilt in both spaces. The methodological procedures for the data collection were: semi-structured interviews with twelve professionals of three CCAs elected as research field, analysis of documents and participant observation; besides, the analysis of the data interviews based on the content analysis. This research revealed that the professionals' conception concerning the work that they develop is accompanying the displacement from the assistential axis to the social-educational axis of the actions, in consonance with the new model of performance proposed by the effective social welfare politics. However, some practical inconsistencies were identified in what concerns to the educational task of those services and the complementarity idea between CCAs and schools, formal and not formal education and inter-sectorial actions, so much for the public with as without deficiency. It was identified an incipient gradual progress in the extent of the Municipal General Office of Social Welfare, when indicating the inclusion of public with deficiency in CCAs, however without the correspondence of adoption of technical attendance measures close to the services so that it is implemented under inclusive bases. In compensation, CCAs recognize the importance and exhibit predisposition to undertake such action, but they present discursive and practical fragility, starting from very diffuse and partial conceptions that they have on the inclusion and deficiency themes, evidencing the need of technical and formative support to their professionals.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-08-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.