• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Édison Trombeta de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Piconez, Stela Conceicao Bertholo (Presidente)
Amaral, Sergio Ferreira do
Arroio, Agnaldo
Garbin, Mônica Cristina
Schlunzen, Elisa Tomoe Moriya
Título em português
EaD e ambientes virtuais de aprendizagem: dimensões orientadoras para seleção de mídias
Palavras-chave em português
Ambientes virtuais de aprendizagem
Aprendizagem (Taxonomia de Bloom revisitada)
Educação a distância
Ensino (TPACK)
Mídias
Resumo em português
Os Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA) têm apoiado a Educação a Distância (EaD) e objetivam integrar diferentes informações e tempos de aprendizagem dos estudantes. Seu constante desenvolvimento tecnológico tem gerado transformações para novos modos de ensinar e de aprender. Esta pesquisa de natureza qualitativa, inserida em contexto profissional do design instrucional, objetivou descrever e fundamentar a seleção de ferramentas, aplicativos e softwares em ambientes virtuais. A revisão de estudos sistemáticos (EaD, Ambientes Virtuais e Design Instrucional), inspirou as bases de fundamentação teórica para criação de material de análise que auxilie na seleção de mídias. A imersão em um AVA requer um conhecimento tecnológico de mídias, aplicativos e recursos que ele possui. Ao investigar as características das ferramentas tecnológicas presentes no AVA Canvas, em uso pela Univesp, ficou evidente a necessidade de uma fundamentação teórica que justifique sua seleção, tanto para o desenvolvimento de habilidades de aprendizagem como para competências de ensino. O planejamento com intencionalidade educacional atribuída a cada mídia do ambiente virtual requer equipe e pensamento integrado. Não é tarefa exclusiva do design instrucional. O material de apoio criado favorece a atribuição de intencionalidade educacional às mídias pois auxilia no alinhamento das diversas competências de uma cultura de conectividade e colaboração em EaD, assim como o planejamento das demandas sociais desejadas e previstas na legislação educacional. A imersão no contexto das atividades de design instrucional e de equipe de produção e avaliação de diferentes tipos de conhecimentos (Technological Pedagogical Content Knowledge - TPACK) permite o entendimento do planejamento integrado da equipe. A interação dos conteúdos presentes nas tecnologias e dos conteúdos específicos favorece reflexões sobre o desafio de ampliar fluxos e competências de aprendizagem. O uso educacional das tecnologias é essencialmente humano; não reside apenas nas tecnologias de per si. A criação de Fichas-Padrão para o estudo das competências e habilidades previstas para cada curso (Taxonomia de Bloom revisitada) aliada às características tecnológicas de cada mídia, estimula o intercâmbio de análise e produção das equipes responsáveis. A seleção de mídias de um AVA, fundamentada teoricamente, potencializa o desenvolvimento das dimensões existentes nas mídias: informação, comunicação, interação, colaboração e cocriação e permite a integração com diferentes tipos de conhecimentos.
Título em inglês
Distance education and virtual learning environments: orienting dimensions for selection of media
Palavras-chave em inglês
Distance education
Learning (Bloom taxonomy revisited)
Media
Teaching (TPACK)
Virtual learning environments
Resumo em inglês
The Virtual Learning Environments (VLE) have supported Distance Education (DE) and aim to integrate different information and learning times for students. Its constant technological development has generated changes for new ways of teaching and learning. This qualitative research, inserted in a professional context of instructional design, had as its objective to describe and to base the selection of tools, applications and softwares in virtual environments. The review of systematic studies (DE, Virtual Environments and Instructional Design), inspired the bases of theoretical foundation for the creation of material of analysis that assists in the selection of media. Immersion in an VLE requires a technological knowledge of the media, applications, and resources it possesses. It was evident the necessity of a theoretical foundation that justifies its selection, both for the development of learning abilities and for the teaching of competences, when investigating the characteristics of the technological tools present in the VLE, in use by Univesp. Planning with educational intentionality assigned to each media in the virtual environment requires integrated thinking and teamwork. It is not an exclusive task of instructional design. The support material created favors the attribution of educational intentionality to the media, as it assists in aligning the diverse competences of a connectivity culture and collaboration in Distance Education, as well as in planning the desired social demands and provided for in educational legislation. The immersion in the context of the instructional design activities and the team of production and evaluation of different types of knowledge (Technological Pedagogical Content Knowledge - TPACK) allows the understanding of the integrated planning of the team. The interaction of the contents present in the technologies and the specific contents favors reflections on the challenge of increasing learning flows and competences. The educational use of technology is essentially human; it does not lie only in per se technologies. The creation of standard fiches for the study of the skills and abilities for each course (Bloom Taxonomy revisited), combined with the technological characteristics of each media, stimulates the exchange of analysis and production of the responsible teams. The media selection of an VLE, theoretically based, enhances the development of existing dimensions in the media: information, communication, interaction, collaboration, and co-creation and allows integration with different types of knowledge.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-11-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.