• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Aline Aparecida Angelo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Kruppa, Sonia Maria Portella (Presidente)
Arellaro, Lisete Regina Gomes
Rocha, Maria Isabel Antunes
Santos, Clarice Aparecida dos
Santos, Geraldo Marcio Alves dos
Título em português
Um estudo sobre a prática político social de egressos da licenciatura em educação do campo da FaE/UFMG: possibilidades e desafios para a formação de educadores do campo
Palavras-chave em português
Educação do campo
Egressos
Forma escolar
Licenciatura em educação do campo
Políticas públicas
Resumo em português
A presente tese se insere na área de concentração Estado, Sociedade e Educação, do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FE-USP). Tem como foco de interesse a política de formação de educadores do campo. Objetiva analisar a prática social de egressas da Licenciatura em Educação do Campo (LeCampo) da FaE/UFMG, a fim de compreender o ciclo de uma formação e apontar contribuições para a Política Pública de Formação de Educadores do Campo no Brasil. A pesquisa deu continuidade a estudos anteriores com a Turma de 2008 (Turma Dom Mauro) do LeCampo, objetivando compreender como as egressas dessa turma, em sua prática social, articulam as concepções políticas e de saberes teóricopráticos veiculadas pela formação na universidade e pelo Movimento da Educação do Campo. Em termos teóricos, a pesquisa valeu-se do Materialismo Histórico e Dialético e do pensamento de Antônio Gramsci, pautando-se no desafio de ancorar métodos de análise científica com as categorias centrais dessa perspectiva teórica. A investigação, de abordagem qualitativa, utilizou o Estudo de Caso como perspectiva metodológica para compreender as singularidades da realidade estudada, atenta ao seu contexto e interrelações, enquanto um todo orgânico, passível a generalizações. Para sua realização recorremos ao uso de documentos, entrevistas, observações participantes e questionários visando a obtenção de dados. O trabalho de campo foi realizado em duas regiões do estado de Minas Gerais, Zona da Mata Mineira e Vale do Rio Doce, com as egressas em suas práticas sociais no âmbito da docência, gestão de processos educativos escolares (direção escolar) e gestão de processos educativos comunitários (assessoria técnico-pedagógica), contemplando, no estudo, as três frentes de formação do LeCampo. Os resultados mostram importantes avanços nas localidades de atuação das egressas, que evidenciam como o Movimento da Educação do Campo tem alcançado conquistas no que tange às políticas públicas e à educação, enquanto teoria e prática, mas também identificou novos enfrentamentos para a continuidade desse percurso. Nas conclusões confirmamos a tese desse estudo de que as Licenciatura em Educação do Campo, junto com a luta do Movimento da Educação do Campo, formam educadores capazes de promoverem processos de mudanças em seus territórios. Relacionei esses processos de mudanças às lutas por políticas públicas e escolas do campo, que promovam práticas pedagógicas e sociais transformadoras. Identifico que o movimento de transformação é mais possível em situações onde o egresso esteja engajado em movimentos sociais e sindicais do campo, que estimulam e endossam suas práticas pedagógicas e sociais que, por sua vez, retroagem como impulso para seu engajamento.
Título em inglês
A study on the social-political practices of alumnae from the rural education undergraduate program of the college of education at the University of Minas Gerais (FaE/UFMG): the possibilities and challenges of training rural educators
Palavras-chave em inglês
Alumni
Public policies
Rural education
School system
Undergraduate course in rural education
Resumo em inglês
This thesis focuses on State, Society, and Education in the Education Graduate Program at USP College of Education (local acronym FE-USP), and on the training of rural educators. It aims at not only analyzing the social practices of alumnae from the Rural Education Undergraduate Program of the College of Education at the University of Minas Gerais (local acronym FaE/UFMG), but also understanding training programs, and highlighting how they contribute to public policies regarding the training of Rural Educators in Brazil. This research is a development of a previous study carried out by the class of 2008 (Dom Mauro Class) at LeCampo, which was a pilot experience promoted by the Higher Education Support Program for Undergraduate Courses in Rural Education (local acronym Procampo) at FaE/UFMG. The goal is understanding how alumnae from that class articulate political concepts as well as practical and theoretical knowledge obtained from the undergraduate program and the Rural Education Movement. The study is based on the Historical and Dialectical Materialism and on Antonio Gramsci´s ideas. We employed scientific analysis methods focusing on key aspects of this theoretical perspective. The qualitative approach to the investigation used a case study as a methodological perspective to understand the peculiarities of that reality. To that end, the context and the interrelationships were considered as an organic whole, which could be generalized. We have used documents, interviews, and questionnaires to obtain the data. The field work was carried out in two different locations at the state of Minas Gerais: the Zona da Mata region and the Rio Doce Valley. The alumnae´s social practices were analyzed during their work as teachers and administrators both of education (school directors) and community education processes (technical-pedagogical consultants). The study comprised alumnae from three different courses offered at LeCampo. The results revealed important advances in these locations where the alumnae work, which shows the significant achievements of the Rural Education Movement regarding public policies and theoretical practical education. However, the analysis also found new obstacles to the continuity of this work. We have recognized that the Undergraduate Program in Rural Education and the Rural Education Movement train educators who can promote change in locations where they work. We have linked these changes to public policies and schools of rural education which promote transformative educational and social practices. The conclusion was that transformation is more likely to happen when alumni are engaged in rural social and union movements that promote social educational practices, which leverages the alumni´s engagement.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-11-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.