• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.48.2018.tde-04122018-182319
Documento
Autor
Nome completo
Gabriela Marko
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Pataca, Ermelinda Moutinho (Presidente)
Figueirôa, Sílvia Fernanda de Mendonça
Gualtieri, Regina Cândida Ellero
Título em português
Concepções de ciência e educação: contribuições da história da ciência para a formação de professores
Palavras-chave em português
Formação de professores
História da ciência
Pedagogia
Resumo em português
No campo do ensino de ciências, nas últimas décadas, reflexões teóricas e atividades práticas vêm sendo desenvolvidas a fim de incorporar a abordagem da História, Filosofia e Sociologia das Ciências em currículos, metodologias de ensino, materiais didáticos e programas de formação de professores. Essas discussões, mais presentes nas licenciaturas, pouco aparecem na graduação de pedagogo(a)s, responsáveis pela educação no Ensino Fundamental I e mediadores de diversos conhecimentos, nas variadas áreas. Esta investigação pretende contribuir com esta lacuna e tem como objetivo destacar o processo de construção de concepções mais complexas e dinâmicas de ciência e educação que se desenvolveu ao longo da disciplina de História da Ciência, oferecida em 2017 na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo para alunos da pedagogia e para estudantes de outros cursos de licenciatura. Trata-se do entrelaçamento entre referenciais teóricos acerca da história da ciência, de ensino e de formação de professores e o estudo de caso empírico, por meio das percepções dos estudantes e da mediação da professora. Verificou-se o reconhecimento, por parte dos próprios educadores em formação, de contribuições dos debates e recursos didáticos desenvolvidos por eles para uma compreensão mais ampla e aprofundada da ciência. Pela concepção de ciência e sua historicidade, os alunos identificaram o caráter histórico do conhecimento, ou seja, reconheceram a importância do tempo, em suas diversas escalas, e do espaço como elementos fundamentais no contorno das construções científicas. Mais uma concepção elaborada nesse percurso aponta o atrelamento entre ciência e a sociedade, contemplando suas esferas social, política, econômica, cultural, ideológica, permeado por controvérsias, disputas e negociações, admitindo o caráter de credibilidade ao invés da ideia de verdade das asserções científicas. Além disso, conceber a ciência como cultura favoreceu o reconhecimento das práticas, técnicas e registros como atividades científicas, superando a imagem de ciência como uma atividade teórica e dogmática. Nesse processo, os professores em formação produziram associações com o ensino dos conteúdos científicos e escolares. Também elaboraram analogias com os fundamentos da educação, de maneira mais ampla. Essas relações entre história da ciência e atividade docente ocorreu tanto no cenário teórico, por meio de reflexões e discussões, como em atividades práticas: elaboração de dinâmicas e materiais didáticos. Isso favoreceu sua formação enquanto sujeitos críticos, emancipados e reverbera diretamente sobre suas práticas docentes.
Título em inglês
Concepts of science and education: contributions from the history of science to the formation of teachers
Palavras-chave em inglês
History of science
Pedagogy
Teacher training
Resumo em inglês
In the field of Science teaching, theoretical reflections and practical activities have been developed in the past decades in order to incorporate the approach of History, Philosophy and Sociology of Sciences in curricula, teaching methodologies, didactic materials and teacher training programs. These talks, more present in the Licentiate degrees, hardly appear in the graduation of pedagogues, who are responsible for the education in Elementary School I and mediators of knowledge in many areas. This research intends to fill this gap and aims to highlight the process of constructing more complex and dynamic conceptions of science and education that has been developed throughout the discipline of History of Science offered in 2017 at the Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo for students of Pedagogy and other undergraduate courses. It is the interweaving between theoretical references about the history of science, teaching and teacher education, and the empirical case study through the students perceptions and the teachers mediation. There was the recognition, by the training educators themselves, of contributions from the debates and didactic resources developed by them for a broader and more in-depth understanding of science. By the notion of science and its historicity the students identified the historical character of knowledge, that is, they recognized the importance of time, in its various scales, and space as fundamental elements in the outline of scientific constructions. Another notion that came up during this course points to the ties linking science and society, contemplating its social, political, economic, cultural and ideological spheres, permeated by controversies, disputes and negotiations, accepting the character of credibility rather than the idea of truth of the scientific assertions. Moreover, conceiving science as culture favored the recognition of practices, techniques and records as scientific activities, clearing away the image of science as a theoretical and dogmatic activity. In this process, the training educators produced associations with the teaching of scientific and educational contents. They also drew analogies with the fundamentals of education more broadly. These relations between the history of science and teaching activity occurred both in the theoretical setting, through reflections and discussions, as well as in practical activities, with the elaboration of dynamics and didactic materials. This favored their formation as critical, emancipated subjects, and reverberates directly on their teaching practices.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-12-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.