• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2008.tde-13062008-153058
Documento
Autor
Nome completo
Patricia Perez Morales
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Santos, Marcos Ferreira dos (Presidente)
Araújo, Miguel Almir Lima de
Cortazzo, Uruguay
Fonseca, Joao Pedro da
Oliveira, Luciane Monteiro
Título em português
Espaço-tempo e ancestralidade na educação ameríndia: desdobramentos de Paulo Freire na província de Chimborazo, Equador.
Palavras-chave em português
Ancestralidade
Antropologia educacional
Educação ameríndia
Educação intercultural
Mitohermenêutica
Resumo em português
O objeto deste trabalho é a reflexão sobre as noções de Espaço-tempo e Ancestralidade na Educação Ameríndia: desdobramentos de Paulo Freire na província de Chimborazo, Equador, como proposta para compreender os processos educativos não escolarizados desenvolvidos ao interior dos povos de matriz ameríndia, especificamente os grupos de língua kichwa da Província de Chimborazo e como neste diálogo educativo as noções de espaço-tempo e ancestralidade são fundamentais para compreender a educação como processo coletivo, cultural e simbólico. Se procura caracterizar também como é apropriado o diálogo educativo entre os educadores Paulo Freire (Brasil) e Leonidas Proaño (Equador), pelas comunidades Kichwa através da figura arquetipal e cosmológica da árvore. Entre os objetivos centrais deste trabalho está apresentar a educação ameríndia como uma dimensão educativa cotidiana na realidade destas comunidades que se enraíza e fundamenta na relação com os ancestrais, na relação com a natureza, na cultura andina, na coletividade e na vivência simbólica, mantendo uma lógica, uma estrutura e uma proposta própria, que não está nem pensada, nem estruturada com os parâmetros e padrões filosóficos e lógicos da cultura ocidental de matriz européia. Para tanto,os referenciais teórico-metodológicos para esta investigação estão embasados na própria filosofia ameríndia (ainda que não reconhecida como tal por parte de estudiosos ocidentais e exemplificada em Leopoldo Zea, José María Arguedas, Estermann e outros) e a tradição ocidental mais próxima para este diálogo que é, principalmente, a fenomenologia existencial (M. Merleau-Ponty e Gastón Bachelard) e a mitohermenêutica (Ortiz-Osés e Ferreira Santos), que auxiliam a compreender melhor o existir ameríndio.
Título em inglês
Space-time and ancestry in amerindian education: unfoldings of Paulo Freire in the province of Chimborazo, Ecuador.
Palavras-chave em inglês
Amerindian education
Ancestry
Educational anthropology
Intercultural education
Myth herneneutics
Resumo em inglês
The object of this work is a reflection on concepts of Space-time and Ancestry in Amerindian Education: unfoldings of Paulo Freire in the province of Chimborazo, Ecuador, as a proposal to understand educative processes not schooled, developed in the matrix of amerindian people, specifically groups of Kichwa language from province of Chimborazo and how concepts of space-time and ancestry are fundamental in this educative dialogue to understand education as a collective, cultural and symbolic process. It also demands characterize how educative dialogue between educators Paulo Freire (Brazil) and Leonidas Proaño (Ecuador) is appropriated by Kichwa communities through archetype and cosmological picture of the tree.One of the central objectives of this work is to present amerindian education as an educative dimension in daily reality of these communities that is fixed and based on the relationship with ancestors, the relationship with nature, in the Andean culture, in the community and in the symbolic experience, maintaining a logic, a structure and a peculiar proposal, which is neither designed nor structured with philosophical and logical parameters and patterns of western culture from European matrix. Thus, theoretical and methodological references for this research are based on the amerindian philosophy (though not recognized as such by western researchers and exemplified in Leopoldo Zea, José María Arguedas, Estermann and others) and the closer western tradition to this dialogue that is, mainly, the existential phenomenology (M. Merleau-Ponty and Gastón Bachelard) and myth herneneutics (Ortiz-Osés and Ferreira Santos), which help better understand the amerindian being.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-07-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.