• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2010.tde-16092010-134349
Documento
Autor
Nome completo
Gema Galgani Rodrigues Bezerra
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Siqueira, Idmea Semeghini Prospero Machado (Presidente)
Belintane, Claudemir
Chamlian, Helena Coharik
Leite, Marli Quadros
Placco, Vera Maria Nigro de Souza
Título em português
Contingências do trabalho docente na escola pública: ensinar a ler e a escrever num contexto de mudança
Palavras-chave em português
bem-estar docente
contingências do trabalho docente
cotidiano escolar
ensino e aprendizagem de leitura e escrita
mal-estar docente
Resumo em português
O problema que deu origem a essa investigação foi o conflito resultante do descompasso entre opções teóricas conscientes e a prática de ensino que conseguíamos efetivamente implementar, ao assumirmos aulas de Língua Portuguesa para turmas do ciclo II do Ensino Fundamental, em uma escola pública estadual, logo após a conclusão do mestrado em Educação. No intuito de priorizarmos práticas que favorecessem a formação de alunos leitores e produtores de textos, e não apenas copistas e decifradores, verificávamos a interferência de diversos aspectos que repercutiam negativamente em nossa prática. Assim, partindo do pressuposto de que o desenvolvimento dessas capacidades requer um ensino deliberado e contínuo ao longo de toda a escolaridade básica, por professores de diferentes disciplinas, propusemo-nos a buscar respostas para as seguintes questões: qual a natureza das dificuldades enfrentadas pelos professores ao buscarem promover a aprendizagem dos seus alunos? Que contingências relacionadas ao ensino da leitura e da escrita, deliberado ou não, estão presentes no trabalho do professor da escola pública, facilitando ou dificultando os processos de ensino e aprendizagem? Para responder a essas questões, empreendemos um estudo situado no paradigma da pesquisa qualitativa em educação, empregando, em algumas etapas, procedimentos inspirados na etnografia educacional (Ezpeleta e Rockwell, 1986; Fonseca, 1998; Erickson, 1989). A análise dos dados fundamentou-se em um critério essencialmente semântico, à luz de parâmetros da análise do conteúdo (Bardin, 1978). Os trabalhos de Tiramonti (2005), Azanha (1990, 2004), Souza (2002, 2006) e Lapo (2005), entre outros autores, subsidiaram teoricamente a nossa investigação, na medida em que propõem considerar aspectos do contexto mais amplo em que atuam os professores, focalizando situações concretas das quais emergem fontes de mal-estar e de bem-estar docente que intervêm em suas práticas. Os dados indicaram que o contexto da sala de aula não é, muitas vezes, propício ao trabalho cotidiano focado em práticas de leitura e produção de texto, em função de diversos fatores: número elevado de alunos, dificuldade de acompanhamento particularizado desses alunos pelos professores; necessidade de gerir demandas individuais e coletivas do grupo; dificuldades inerentes à manutenção de certa ordem que permita a realização de atividades complexas e significativas na sala de aula; interesses pessoais divergentes e por vezes conflitantes; recursos materiais às vezes escassos ou precários; tempo acelerado para gerir inúmeros procedimentos cotidianos, que acabam ocupando grande parte do tempo das aulas em questões não diretamente relacionadas ao ensino e aprendizagem dos conteúdos, entre uma infinidade de outros fatores. Além de questões de ordem objetiva, interferem também nas situações concretas de sala de aula aspectos de ordem subjetiva, que envolvem conhecimentos e características pessoais dos docentes, seus valores, crenças, necessidades e desejos, os quais determinam maneiras muito peculiares de avaliar o contexto, agir e reagir às contingências cotidianas. Todos esses elementos precisam ser considerados quando se propõem ações de melhoria da educação pública. É preciso, pois, relativizar as expectativas quanto ao papel da escola e dos professores, que parecem superestimadas no conjunto de ações que a sociedade precisa implementar para que a qualidade do ensino melhore de modo significativo.
Título em inglês
Contingencies of the theacher´s work in public schools: teaching to read and write within a context of change.
Palavras-chave em inglês
contingencies of the teachers work
everyday school life
teachers uneasiness and easiness
teaching and learning to read and write
Resumo em inglês
The problem that gave rise to this investigation was the conflict resulting from the dissonance between theoretical conscious options and the teaching practice that we have actually managed to implement when we took over the Portuguese Language classes for Cycle II groups of Brazilian Middle School at a state public school, soon after completing the Masters Degree in Education. Aimed at prioritizing practices that would favor the education of text readers and producers, not just copyists and decoders, we verified the interference of many aspects that had a negative impact on our practice. Thus, starting from the premise that the development of such skills requires a deliberate and continuous teaching during the whole basic education by teachers of different subjects, we have proposed to look after the answers for the following questions: what is the nature of the difficulties faced by teachers when trying to promote their students learning? Which contingencies related to teach reading and writing, deliberate or not, are present in the work of public school teachers, making the teaching and learning processes easy or difficult? To answer such questions, we undertook a study within the paradigm of the qualitative research in education, using, in some steps, procedures inspired in the educational ethnography (Ezpeleta and Rockwell, 1986; Fonseca, 1998; Erickson, 1989). The data analysis was grounded on essentially semantic criteria, in the light of content analysis parameters (Bardin, 1978). The works of Tiramonti (2005), Azanha (1990, 2004), Souza (2002, 2006) and Lapo (2005), among other authors, gave theoretical support to our investigation, insofar they propose to consider aspects of the broader context where teachers act, focusing on concrete situations from which sources of teachers uneasiness and easiness emerge that intervene in their practices. Data indicated that the classroom context is often not proper for the everyday work focused on the practices of reading and producing texts, in view of many factors: high number of students, difficulty of individualized follow-up of these students by teachers; need of managing the groups individual and collective demands; difficulties inherent to maintaining a certain order that allows performing complex and meaningful activities in classroom; divergent and often conflicting personal interests; sometimes scarce or precarious material resources; having to rush to manage multiple everyday tasks that eventually take large amount of class time in issues not directly related to teaching and learning of contents, among a multitude of other factors. Besides questions of objective order, aspects of subjective order do also interfere with concrete classroom situations, which involve knowledge and personal characteristics of teachers, their values, beliefs, needs and desires, which determine very peculiar ways of evaluating the context, acting and reacting to everyday contingencies. All these elements must be considered when improvement actions in public education are proposed. Thus, it is necessary to frame the expectations as to the role of school and teachers, which seem to be overestimated in the set of actions that the society must implement so that there is significant improvement in the teaching quality.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
apendiced.pdf (537.39 Kbytes)
apendicee.pdf (641.21 Kbytes)
apendicef.pdf (121.14 Kbytes)
apendiceg.pdf (117.31 Kbytes)
apendiceh.pdf (104.97 Kbytes)
apendicei.pdf (83.11 Kbytes)
apendicej.pdf (221.38 Kbytes)
apendicek.pdf (216.81 Kbytes)
apendicel.pdf (231.99 Kbytes)
apendicem.pdf (297.09 Kbytes)
gema.pdf (1.65 Mbytes)
Data de Publicação
2010-09-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.