• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2010.tde-16122010-155200
Documento
Autor
Nome completo
Regina de Jesus Chicarelle
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Nicolau, Marieta Lucia Machado (Presidente)
Goulart, Áurea Maria Paes Leme
Mauro, Maria Adelia Ferreira
Pinazza, Monica Appezzato
Silva, Elisabeth Ramos da
Título em português
O lugar da fala da criança na ação docente em instituições de educação infantil
Palavras-chave em português
ação docente
educação infantil
O lugar da fala
Resumo em português
O objetivo geral da presente pesquisa é compreender e identificar o lugar que ocupa a fala da criança na ação docente realizada em instituições de educação infantil. Os objetivos específicos são: 1) evidenciar a importância atribuída à fala da criança na ação docente; 2) avaliar os fatores que dificultam ou favorecem a apropriação, o desenvolvimento e a ocorrência da fala da criança em seu ambiente escolar; 3) analisar as influências da ação docente no desenvolvimento e alargamento do lugar da fala da criança em seu ambiente educativo. Buscou-se a fundamentação acerca da fala nos argumentos e pressupostos das teorias psicológicas de Vigotski, Piaget e Wallon. São abordados alguns estudiosos divulgadores dessas teorias, bem como alguns interlocutores atuais de cada uma delas. Nessas três perspectivas teóricas, o ser humano é visto como um ser ativo, em processo de construção de si mesmo e de seu meio. Buscou-se, também, aprofundar estudos a respeito de questões concernentes à conceituação e contextualização de criança e infância, educação infantil, políticas públicas e legislação, formação e ação docente, bem como questões relativas ao atendimento às necessidades específicas da criança da educação infantil. Trata-se de uma pesquisa de campo, que se concretiza sob enfoque qualitativo. Para tanto, procedeu-se à observação dos sujeitos, à consulta dos documentos e à coleta de informações concedidas pelos profissionais de três instituições municipais de educação infantil do norte do Paraná. Os sujeitos da pesquisa foram crianças de quatro anos e suas respectivas professoras e atendentes de creche. Definiu-se um critério de análise para as situações observadas, divididas em dois grandes agrupamentos: no primeiro, estão as situações em que se demonstrou a não intencionalidade docente de promover a participação da criança por meio da fala; no segundo, estão as situações em que se demonstrou a intencionalidade docente em promover a participação da criança, envolvendo-a por meio da fala nas atividades realizadas. Nas situações do primeiro agrupamento, constatou-se uma prática pedagógica dissociada das atividades que compõem as dimensões das funções da educação infantil e, consequentemente, da ação docente da educação infantil de cuidar e educar. No segundo agrupamento, foi necessário delimitar os dados em duas grandes categorias: a fala e a participação. Assim, a partir dos dados, foram obtidos, para cada categoria, diferentes tipos de fala, bem como tipos de participação, tanto da criança como da docente, o que resultou em diferentes tipos de fala e de participação da criança e da docente. Constatou-se que a participação e a fala da docente possuem ação decisiva na fala e participação da criança. Evidenciou-se precariedade na qualidade das conversas, ausência de conversas, autoritarismo da docente com as crianças, ausência da proposição de liberdade e de oportunidades, restringindo-se, cada vez mais, um possível lugar da fala da criança. De modo geral, os dados demonstraram a inexistência da relação da criança com o adulto, de forma a contribuir para o desenvolvimento e alargamento do lugar de sua fala. Finalmente, constatou-se que, em três situações, a docente, de forma muito simples, envolveu as crianças em diferentes conversas, em um mundo imaginário, proposto nas diferentes brincadeiras. Esse tipo de ação representou pistas importantes à ação docente na educação infantil, apontadas como preponderantes no alargamento do lugar da fala da criança, desencadeando o seu desenvolvimento integral.
Título em inglês
The place of children's discourse in teaching activities in kindergartens
Palavras-chave em inglês
children's education
teaching activities
the place of discourse
Resumo em inglês
Current research aims at understanding and identifying the place that childrens discourse occupies in teaching activities in children educational institutions. Specific aims comprise 1) the importance given to childrens discourse in teaching activities; 2) the evaluation of factors that impair or favor the appropriation, development and occurrence of childrens discourse within the school environment; 3) the influences of teaching activities in the development and the broadening of the place of child discourse in an educational environment. Arguments and presuppositions of Vygotskys, Piagets and Wallons psychological theories were the bases for investigation on discourse, coupled to those formulated by other developers and by current interlocutors of the above theories. Within the context of the three theoretical perspectives, human beings are perceived as active beings in the process of building themselves and their environment. Issues on the concept and context of children and childhood, child education, public policies and legislations, teacher formation and activities, attendance to the specific needs of the child in children education were deepened. Actually it is a field research under a qualitative focus. Subjects observation, consultation of documents and information ceded by professionals of three municipal institutions for child education in the northern region of the state of Paraná, Brazil, were employed. The subjects were four-year-old children and their teachers and attendants in a kindergarten. A criterion for the analysis of situations in two big groupings was prepared: first, situations which show teachers non-intentionality to promote childrens participation through discourse; second, situations which show teachers intentionality in promoting and involving childrens participation through discourse in suggested activities. In situations of the first grouping a dissociated pedagogical practice exists with regard to activities in which the dimensions of child educations functions and teaching activities of caring and educating in child education are composed. The restriction of data in two big categories was required in the second grouping: speech and participation. Different types of childrens and teachers discourse and participation were obtained for each category, with different types of childrens and teachers discourse and participation. Results show that the teachers participation and discourse have a decisive effect on childrens discourse and participation. Quality of discourse was poor, coupled to lack of conversation and to the teachers authoritarianism with the children, without any suggestion of freedom and opportunity. These facts restrict more and more a possible space for childrens discourse. Data showed the lack of relationship between the child and the adult that would contribute towards the development and broadening of a space for discourse. There were three situations in which the teacher engaged the children, in a rather simple way, within three conversations, involving an imaginary world, in three different games. They are actually important ways in teaching activities in children's education and may be characterized as actions capable of favoring discourse space broadening, giving opportunity to childrens speech and triggering their integrated development.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-01-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.