• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2016.tde-19102016-151406
Documento
Autor
Nome completo
Rodrigo Pelegrini Ratier
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Setton, Maria da Graca Jacintho (Presidente)
Dayrell, Juarez Tarcisio
Esposito, Marilia Pontes
Koshiyama, Alice Mitika
Mick, Jacques
Título em português
Jornalismo e jornalistas de educação no Brasil: um olhar multifocal sobre história, estrutura, agentes e sentidos
Palavras-chave em português
Capital social
Jornalismo
Jornalismo educativo
Meios de comunicação de massa
Profissões
Socialização
Resumo em português
Esta tese mapeia o espaço social do jornalismo de educação brasileiro. Trata-se de trabalho exploratório que se propõe a descrever um universo não estudado no país e pouco abordado no mundo. Lança luz sobre um de seus principais atores o jornalista de educação por meio de uma análise sociológica multifocal que compreende três escalas de observação (macro, meso e micro). Apoia-se no referencial teórico das teorias de socialização para responder às seguintes perguntas de pesquisa: como se caracterizam as lutas e jogos que se desenrolam no espaço do jornalismo de educação, quem é o jornalista de educação brasileiro e como este constrói sua identidade profissional. Parte-se da hipótese de que, para analisar a dinâmica do jornalismo de educação, é preciso compreender sua relação com outros espaços do universo jornalístico e do universo do poder, a estrutura das relações profissionais de seu espaço social, os sentidos em jogo ao longo da história e as trajetórias de socialização dos agentes. O trabalho de terreno resultou em informações quantitativas e qualitativas a partir de três instrumentos de coleta de dados: um survey, que contou com a participação de 92 dos 96 profissionais que compunham a população pesquisada, uma série de entrevistas semiestruturadas com 12 respondentes e uma socioanálise de uma redação jornalística. A análise aponta para um espaço social pouco autônomo, de instituições fracas e altamente sujeito a pressões externas. Como consequência, a organização do espaço não se dá em função do grau de especialização em educação. Identificam-se diferentes vetores de hierarquização, que apontam para uma multiplicidade de perfis identitários e para a marginalização dos profissionais mais especializados. Argumenta-se que essa configuração se deve a uma especificidade do contexto social brasileiro: um modelo societal que denominamos de modernidade intermitente, que fragiliza instituições e amplifica a necessidade de autofabricação dos sujeitos. Estes têm o desafio de enfrentar, com recursos próprios e individuais, as provas impostas ao longo de suas trajetórias.
Título em inglês
Education journalists and journalism in Brazil: a multifocal outlook on structure, history, agents and senses
Palavras-chave em inglês
Education journalism
Journalism
Mass communication media
Professions
Social capital
Socialization
Resumo em inglês
This thesis maps the social space of the Brazilian education journalism. It is an exploratory work, which intends to describe a universe not yet studied in Brazil and poorly explored in the world. It sheds light upon one of its main actors the education journalist , using a multifocal sociological analysis, which comprises three scales of observation (macro, meso and micro). It relies on the theoretical framework of the theories of socialization to answer the following questions of research: how the disputes and the social games that take place in the space of education journalism are characterized, who is the Brazilian education journalist and how he/she builds his/her professional identity. The hypothesis proposed hereby is that, in order to analyze the dynamics of education journalism, one has to understand its relation with other spaces of the journalistic universe and the power universe, the structure of the professional relations within its social space, the senses at stake throughout its history and the agents trajectories of socialization. Fieldwork resulted both in quantitative and qualitative information extracted from three different instruments of data collection: a survey that comprised answers from 92 out of the 96 professionals of the researched population, a series of semi-structured interviews with 12 subjects and a socio-analysis of an education newsroom. The analysis points at a social space poorly autonomous, with weak institutions and heavily subjected to external pressures. Therefore, the organization of that space is not linked to the degree of specialization in education. One identifies different hierarchy vectors, which point to a multitude of identity profiles and to the marginalization of the most specialized professionals. One argues that this configuration is due to a specificity in the Brazilian context: a process that we call intermittent modernity, that weakens institutions and amplifies the subjects need of auto-fabrication. As a result, they must face the proofs throughout their trajectories relying mostly on their own individual resources.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-10-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.