• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2010.tde-20042010-111749
Documento
Autor
Nome completo
Edleuza Ferreira da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Santos, Marcos Ferreira dos (Presidente)
Almeida, Rogério de
Chaves, Iduina Edite Mont'Alverne Braun
Nadaf, Yasmin Jamil
Silva, Doris Accioly e
Título em português
Leitura: deleites e angústias. Uma fisiologia simbólica da leitura em leitores habituais e leitores não-habituais
Palavras-chave em português
hermenêutica
imaginário
intelecção de textos
leitura
Resumo em português
Trata-se de pesquisa empírica e documental realizada com três grupos distintos de jovens e adultos leitores habituais e leitores não-habituais. Um grupo composto por alunos do Cursinho Comunitário Pré-Vestibular Sagrado Coração Pastoral Cultural -, sediado na Paróquia Nossa Senhora do Sagrado Coração, outro grupo constituído por assíduos frequentadores da Biblioteca Pública Paulo Setúbal, ambos localizados na Vila Formosa, Zona Leste da Cidade de São Paulo, e, o terceiro grupo formado por participantes do Núcleo da Palavra, do Laboratório Experimental de Arte- Educação & Cultura Lab_Arte, da Faculdade de Educação, da Universidade de São Paulo Feusp. O Objetivo é desvelar as principais questões comportamentais e educacionais geradoras das dificuldades e/ou facilidades com a leitura de obras literárias desenvolvidas no trajeto da formação do leitor. Formação para leitura que pressupõe, nesta tese, uma fisiologia simbólica da leitura, que se instaura nos espaços-tempos familiar, escolar e cultural, conformando-se através da pessoa do leitor, num processo que perpassa a corporeidade. A pesquisa reflete sobre os leitores a partir da reflexão dos mesmos sobre suas trajetórias com a leitura de obras literárias, registradas nas redações produzidas pelos alunos do cursinho, nas entrevistas concedidas pelos leitores da biblioteca e nas produções de textos de cunho poético e narrativo, escritas pelos participantes do Núcleo da Palavra, privilegiando assim uma hermenêutica pontuada pelo gradiente-holonômico, ou seja por múltiplos olhares que integram vários pontos de vista, inclusive o do leitor, focando o tema de modo a verificar as relações que as pessoas estabelecem com a leitura, interpretando-a de modo de deleitoso ou angustiante. O referencial teórico norteador fundamenta-se em Gilbert Durand nAs Estruturas Antropológicas do Imaginário e A Imaginação Simbólica, apoiado pela compreensão do imaginário em Gaston Bachelard, Danielle Perin Rocha Pitta, Marcos Ferreira-Santos, Maurice Merleau-Ponty, Paul Ricoeur, acrescidos dos pensamentos sobre literatura, arte e educação de Antônio Cândido, Edmir Perrotti, Paulo Freire, Michel de Certeau, dentre outros.
Título em inglês
Reading: pleasures and annoyances. A symbolic reading physiology in habitual and non-habitual young and adult readerships.
Palavras-chave em inglês
hermeneutics
imaginary
reading
text comprehension
Resumo em inglês
This paper deals with empirical and documentary research data culled from 3 different habitual and non-habitual readerships comprised of youngsters and adults. The first group comprehends students from the Sacred Heart Community Pre- College Preparatory Course, located in the Our Lady of the Sacred Heart parish. The second group comprehends regular readers from Paulo Setúbal Public Library. Both sites are located in Vila Formosa district, East Area of the city of São Paulo. The third group was formed by collaborators of the Literary Nucleus of the Art, Education and Culture Experimental Lab belonging to the School of Education of Universidade de São Paulo (FEUSP). The aim of the present work is to reveal the main behavioral and educational issues which generate both the difficulties and ease of understanding literary works, and which occur along the formation of readerships themselves. Reading formation presupposes herein a symbolic reading physiology, which settles upon family, school and cultural space-times and shows itself through the figure of the reader, in a process which lies beyond readers´ actions. The research reflects on readerships based on their own perception about their track records in reading literary works, which were registered in prep courses´ students´ essays, in interviews with library readers and in poetic and narrative texts written by Literary Nucleus collaborators. Thus there is herein the prevalence of hermeneutics marked by an emerging paradigm, that is, by multiple looks which belong to several viewpoints, including that of the reader, framing the subject matter so that relations between reader and reading process might be verified, the last being interpreted as either pleasant or annoying. Theoretical references are mainly Gilbert Durand´s works (Anthropological Structures of the Imaginary and The Symbolic Imagination), supported by the understanding of the imaginary in Gaston Bachelard, Danielle Perin Rocha Pitta, Marcos Ferreira-Santos, Maurice Merleau-Ponty and Paul Ricoeur, as well as by thoughts about literature, art and education in Antonio Candido, Edmir Perrotti, Paulo Freire, Michel de Certeau, among others.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-05-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2023. Todos os direitos reservados.