• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2017.tde-21122016-112055
Documento
Autor
Nome completo
Antonio Roberto Giraldes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Rubio, Katia (Presidente)
Almeida, Rogério de
Leão, Lucia Isaltina Clemente
Saura, Soraia Chung
Silveira Junior, Mesac Roberto
Título em português
Aspectos da formação da identidade do migrante: pedagogia da escolha, imaginário e sociedade
Palavras-chave em português
História de vida
Identidade
Imaginário
Migrantes
Pedagogia da escolha
Pós-modernidade
Resumo em português
As teorias sobre a identidade, muito mais que se enveredarem por um enredo de métodos que, através do tempo, negam-se para se renovarem; tornam-se uma teia, mandala de observações, critérios e percepções diversos em si mesmos e entre o objeto em questão, num constructo fugidio, todavia, extremamente fascinante para o pesquisador, que se sente um eterno buscador da identidade do Homem, buscador de si mesmo. O objetivo deste trabalho é estabelecer uma discussão sobre as formas pelas quais esse caminho de identidades pode ser contemplado, relacionando-o com os migrantes e como eles se utilizam das suas experiências para recriarem seus sentidos no mundo e, consequentemente, suas identidades. Para tanto, partindo de EDGAR MORIN e sua concepção da razão complexa, faz-se um entrelaçamento entre alguns campos do saber: um enfoque sociocultural (CASTELLS, BAUMAN e HALL), a antropologia do imaginário e o trajeto antropológico (BACHELARD, DURAND e MAFFESOLI). Nesse entrelaçamento, articulamos conceitos de estereotipia, arquetipia, alteridade e alienação, vinculando-os à globalização, à modernidade tardia, à pedagogia da escolha e ao amor fati (NIETZCHE). Os sujeitos participantes do processo são migrantes, que, a partir de várias formas comunicativas vinculadas às suas histórias de vida (RUBIO), compõem, cada qual, sua identidade. O que se observou, nestes relatos, foram grandes possibilidades de encontros epistemológicos entre antropologia do imaginário e as teorias sociológicas, como se as pontes entre os conhecimentos, ao surgirem, trouxessem caminhos novos à nossa compreensão sobre identidades: coletiva, individual, social ou imaginária. Além disso, nota-se também a migração como ponte e descoberta de percepções sobre o moto-contínuo identitário por que passa a modernidade tardia no que se refere ao mosaico de culturas iluminado pela globalização, entendida tanto como causa quanto como consequência desses fenômenos sociais: o migrante/andarilho e suas histórias de vida ilustram e contemplam verdades e repertórios importantíssimos para uma realização existencial do homem diante da modernidade tardia.
Título em inglês
Aspects of migrants identity training : pedagogy of choice, imaginary and society
Palavras-chave em inglês
History of life
Identity
Imaginary
Migrants
Pedagogy of choice
Postmodernism
Resumo em inglês
The theories about identity, much more than tread on a place of methods that, throught the times, refuse to be renewed, become a web, observant mandalas, criteria and perceptions varied themselves and between the object in question, in an fleeting construct, however, extremely fascinating for researcher, who is an eternal seeker of the human identity and seeker from itself. The objective of this work is to establish a discussion about the ways in which this identities path can be contemplated, relating it to the migrants and to how they use their experiences to recreate their direction in the world and, consequently, their identities. Therefore, departing from EDGAR MORIN and his conception of complex reason, an interlacing among some fields of knowledge was made: a focus on culture and society (CASTELLS, BAUMAN and HALL), as well imaginary anthropology and anthropological path (BACHELARD, DURAND and MAFFESOLI). In this interlacing, we articulated stereotyped concepts, arquetipia, otherness and alienation, linking them to globalization, the late modernity, the pedagogy of choice and love fati (NIETZCHE). The subjects participants of process are migrants that, departing from various communicative forms linked to them life stories (RUBIO), make up, each one their identity. In these stories, great possibilities of epistemological meetings were observed, such between anthropology of the imaginary and sociological theories, as if the bridges between knowledge, by arising, bringed news paths for our understanding about identities: collective, individual, social or imaginary. In addition, migration is noted as bridge and discovery perceptions about identity, path on which late modernity spends itself, referring to the cultures mosaic illuminated for globalization, understood both as cause and consequence of those social phenomena: the migrant / wanderer and his life stories illustrate and contemplate truths and repertoires very important to an human existential accomplishment face of late modernity.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-01-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.