• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2009.tde-22022010-102220
Documento
Autor
Nome completo
Lídia dos Santos Zacarias
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Kishimoto, Tizuko Morchida (Presidente)
Ferreira, Maria Elisa Caputo
Kobayashi, Maria do Carmo Monteiro
Neira, Marcos Garcia
Perrotti, Edmir
Título em português
Conflitos em jogo: a visão das crianças
Palavras-chave em português
Conflitos
Crianças
Educação Física
Jogos
Resumo em português
Este estudo tem como foco central os conflitos entre crianças durante as aulas de Educação Física, nas quais foram desenvolvidos jogos coletivos em uma turma da 2ª etapa do 1º ciclo do Ensino Fundamental, no contexto de uma escola municipal da cidade de Juiz de Fora, MG. Buscou-se refletir a forma em que os jogos coletivos, envolvendo crianças em torno de 10-11 anos, evocam conflitos entre seus jogadores, procurando saber, sobretudo, quais os significados atribuídos pelas crianças a seus conflitos. Na abordagem teórica, o conflito foi abordado em sua dimensão de desenvolvimento humano, delimitado a partir da diferenciação da violência e agressividade, e ainda buscou-se perceber a singularidade dos conflitos na base de compreensão do jogo. Com o aporte teórico de Bateson (1985, 1987, 1996), discutiu-se a comunicação no jogo, que tem seus ruídos, seus enquadres. As contribuições de Bateson e Ruesch (1984) estão no entendimento da comunicação como sistema dinâmico que funciona em reciprocidades, em oposição ao entendimento de um sistema estático, vistos por meio da lógica linear, e ainda em considerar a natureza paradoxal de certos tipos de comunicação, entre elas as do jogo. Fechando o quadro teórico, discorreu-se sobre o jogo no campo de conhecimento da Educação Física, numa tentativa de elucidar o tema conflito nas produções da área, buscando explicar como os autores tratam o tema, como utilizam o conceito de jogo e a finalidade atribuída a ele. Apresenta-se o percurso metodológico, com ênfase na pesquisa qualitativa e a possibilidade de criar metodologias, destacando-se a importância de pesquisas que valorizem as vozes da criança, considerando-as sujeitos completos em si mesmos, conscientes de sua condição e situação, e que se expressam de múltiplas formas. Mais sistematicamente, essa voz foi ouvida por meio da análise das videogravações, realizadas com todos os alunos da turma. Na análise dos dados gerados no contexto das aulas de Educação Física, apresentou-se um diálogo entre os depoimentos das crianças sobre seus conflitos sistematizados na análise dos vídeos e registro por escrito e os aportes teóricos da pesquisa. Por fim, nas considerações finais, retoma-se esse universo complexo em que se situa essa pesquisa, no qual, mostram-se algumas possibilidades de interpretação sobre o que aconteceu nesse lugar de relações conflituosas.
Título em inglês
Conflicts in game: children's view.
Palavras-chave em inglês
Children
Conflict
Games
Physical Education
Resumo em inglês
This paper has as its main focus the conflicts between children during their Physical Education classes, in which collective games were developed in a class of the second step of the first cycle of the Elementary School, in the context of a Council School of the city of Juiz de Fora, MG. It was tried to reflect the way in which the collective games, involving children around 10-11 years old, evoke conflicts between their players, trying to understand, especially, what are the meanings imputed by the children to their conflicts. In the theoretical approach the conflict was studied in its way of human development, delimitated from the differentiation of violence and aggressiveness and it was still attempted to realize the uniqueness of the conflicts on the grounds of the game awareness. With the theoretical support of Bateson (1985, 1987, 1996) it is discussed the communication in the game, which has its noises, its frames. The contributions of Bateson and Ruesch (1984) are in the understanding of communication as a dynamic system which works in reciprocity, in opposition to the understanding of a stationary system, seen by the mean of linear logics and still in considering the paradox nature of certain types of communication, such as those from the game. Concluding the theoretical view, it is talked about the game in the field of the knowledge of physical education, in attempt to clarify the theme conflict in the productions of this field, trying to explain how the authors handle the theme, how they use the concept of game and the usage given to it. It is shown the methodological path, with emphasis on the qualitative research and the possibility of making methodologies, considering them complete individuals inside themselves, aware of their condition and situation and who express themselves in multiples ways. More systematically, this voice was heard by the mean of the analysis of video recordings done with all the students from that class. In the analysis of the data generated in the context of the Physical Education classes it is shown a dialogue between the childrens testimonies about their conflicts described in the analyses of the videos and written data and the theoretical approach of the research. Finally, in the conclusions, it is returned to this complex universe where this research is in which is shown some possibilities of interpretation about what happened in this place of conflicting relationships.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-03-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.