• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.48.2011.tde-23052011-155307
Documento
Autor
Nome completo
Sonia Maria Pereira Vidigal
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Brolezzi, Antonio Carlos (Presidente)
Machado, Nilson Jose
Vinha, Telma Pileggi
Título em português
Formação de personalidade ética: as contribuições de Kohlberg e van Hiele
Palavras-chave em português
desenvolvimento cognitivo
desenvolvimento moral
dilemas
Kohlberg
personalidade ética
valores
van Hiele
Resumo em português
Tendo em vista a questão de como formar uma personalidade ética, o objetivo deste trabalho foi o de realizar uma investigação teórica visando à compreensão de como se desenvolvem dois aspectos que compõem tal formação: a moral e a cognição. Buscou-se ainda comparar as semelhanças entre esses aspectos e observar intervenções pedagógicas que propiciassem o desenvolvimento de ambos. Para o estudo do desenvolvimento moral, analisaram-se os trabalhos do psicólogo americano Lawrence Kohlberg, que baseou sua investigação nos estudos de Dewey e Piaget, aprimorando uma sequência de etapas pelas quais as pessoas passam em sua formação. Além disso, o psicólogo e seus colaboradores pesquisaram quais condições favoreciam esse avanço de forma a propiciar que níveis mais elevados de desenvolvimento fossem atingidos. Para o estudo dos aspectos cognitivos de tal questão, buscou-se um autor holandês, que elaborou, na área da matemática, um modelo para o desenvolvimento do pensar geométrico: Pierre van Hiele. Apesar de ele ter elaborado um modelo específico para o pensar geométrico, afirma ser possível utilizar esse modelo para o estudo da cognição em outras áreas do conhecimento, não se restringindo apenas à geometria. Ao se compararem as semelhanças entre os dois estudos, foram observados elementos comuns a ambos, entre eles, a necessidade de se favorecer a ocorrência de conflitos cognitivos para o avanço de uma etapa à outra. A partir da semelhança das teorias, buscaram-se ações possíveis de aplicação em sala de aula que propiciassem esses desenvolvimentos de forma eficaz. Quanto às intervenções pedagógicas, foi destacado o diálogo a conversação, a argumentação e a discussão de dilemas morais como condição favorável em sala de aula. Verificou-se que a conversação apresenta o ganho de propiciar que os pensamentos dos alunos fiquem mais claros pela explicitação de suas ideias, além de enriquecer seu repertório a partir da visão alheia; a argumentação acresce, aos proveitos da conversação, a tomada de decisão, pois exige do aluno o posicionamento e uma escolha; a discussão de dilemas morais acrescenta, às intervenções anteriores, o benefício do trabalho com os valores pessoais de cada um e da exigência de uma hierarquização desses valores. Essas intervenções buscam o aumento do nível de consciência dos alunos, essencial para a formação da personalidade ética.
Título em inglês
Forming an ethical personality: Kohlbergs and van Hieles contributions.
Palavras-chave em inglês
cognitive development
dilemmas.
ethical personality
Kohlberg
moral development
values
van Hiele
Resumo em inglês
Aiming at forming an ethical personality, this paper carries out a theoretical investigation designed to understand how to develop two aspects that make up such formation: morality and cognition. It also compares the similarities between these aspects and the observed pedagogical interventions that provide for the development of both such aspects. For the study of moral development, the American psychologist Lawrence Kohlbergs work was looked into. He based his research on the studies of Dewey and Piaget, by improving a sequence of stages through which people undergo their formation. In addition the psychologist and his colleagues investigated what conditions favored this advance in order to allow for higher levels of development. In order to study the cognitive aspects of this question, Pierre van Hiele, a Dutch author in the field of mathematics, was studied. He developed a model for the development of geometric thinking. Although this author has prepared a specific model for geometric thinking, he claims one should be able to apply it to cognition studies not only in Geometry but also in regard with other fields. When comparing the similarities between the two studies, elements common to both were observed - among them the need to enable cognitive conflicts to advance from one stage to another. Based on the similarity of theories, the paper looked into other possible actions for implementation in the classroom that could effectively provide such development. Regarding the pedagogical interventions, dialogue (conversation, argument and debate on moral dilemmas) was highlighted as a favorable condition in the classroom. One observes that conversation includes the benefit to provide for clearer thoughts on the part of the students when elucidating their ideas. Also, it enriches their repertoire based on the view of others. To the advantage of conversation, argument adds decision making, for it requires the student's attitude and choice. And, to the previous interventions, debating moral dilemmas adds the benefit of working with the personal values of each one and of the requirement of a hierarchy of those values. These interventions seek to increase the level of students awareness, which is essential for the formation of the ethical personality.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-06-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.