• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.48.2012.tde-23082012-093912
Documento
Autor
Nombre completo
Lilian Alboz
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2012
Director
Tribunal
Nascimento, Maria Letícia Barros Pedroso (Presidente)
Aquino, Julio Roberto Groppa
Bujes, Maria Isabel Edelweiss
Título en portugués
Sobre infância e poder: o que diz a produção acadêmica de periódicos cinetíficos da educação de 2000 a 2010?
Palabras clave en portugués
Infância
Periódicos científicos
Poder
Produção acadêmica
Teoria pós-crítica
Resumen en portugués
Este trabalho dedica-se a observar quais contornos a produção acadêmica da educação de orientação pós-crítica sobre a infância, especialmente os trabalhos inspirados na obra do filósofo francês Michel Foucault, tem adquirido nos últimos anos, analisando em que medida coloca em xeque as relações de poder/saber que envolvem a infância e em que medida têm sido fiéis aos questionamentos pós-críticos. Para tanto, selecionamos artigos de periódicos científicos da educação publicados no período de 2000 a 2010, observando se os artigos possuíam referencial bibliográfico foucaultiano, se suas temáticas envolviam crianças ou a infância, se nos resumos havia referências a conceitos desenvolvidos por Michel Foucault. Na análise que procedemos, verificamos que a abordagem pós-crítica utilizada nos textos contribui para a desnaturalização de visões românticas e essencializadas a respeito da infância e das crianças e põe em evidência o caráter inventado tanto da própria infância, quanto das práticas e saberes que a ela se destinam, não havendo lugar para saberes e conhecimentos universais sobre a infância, mas para a multiplicidade de perspectivas, para a contingência dos saberes e visões sobre ela; que a escola e a pedagogia funcionaram e continuam operando como potentes máquinas na fabricação da infância e em seu governo e que os trabalhos elucidam mecanismos de poder-saber, tecnologias e aparatos que possibilitam o exercício do poder sobre os outros e sobre si mesmo, atuando na conformação e governo da infância. Assim, parece-nos que é significativa a contribuição dos textos analisados em fornecer elementos para que o campo da cultura e da educação sejam tomados como uma arena onde estão constantemente em jogo e em luta visões de mundo, representações, narrativas, significados sobre as coisas e seres do mundo e a tarefa da pesquisa e do pesquisador, entrelaçados que estão com estes elementos, seria travar uma batalha nesta arena, não em busca de estabelecer verdades a respeito da infância e sua educação, mas de interrogar constantemente a respeito das verdades estabelecidas.
Título en inglés
About childhood and power: what does the academic production of scientific journals of education say from 2000 to 2010?
Palabras clave en inglés
Academic production
Childhood
Post-critical theory
Power
Scientific journal
Resumen en inglés
This work is dedicated to observe which outlines academic production of education guidance post-critical about childhood, especially the works inspired by the French philosopher Michel Foucault, has acquired in recent years, analyzing in which measure put in check the relation of power-knowledge that involves the childhood and to what measure have been faithful to the post-critical questions. Thereunto, have selected scientific journals articles of education published in the period from 2000 to 2010, noting if the articles had Foucaults bibliographic references, if the issues involved children or childhood, if the summaries had references to the concepts developed by Michel Foucault. In the analysis, it was possible to verify that the post-critical approach utilized in the texts contribute to the unnaturalization of romantic and essentialized visions about childhood and the children and put in conspicuousness the character invented both as the own childhood as the practices and knowledge that it is destined, having no place to universal knowledge about childhood, but to the multiplicity of perspectives, for the contingency of knowledge and visions about it; that the school and pedagogy worked and keep operating as powerful machines in the manufacture of childhood and in its government and the works analyzed elucidate mechanisms of power-knowledge, technologies and tools which enable the power exercise on the others and on itself, operating in the conformation and childhoods government. It seems that a significant contribution of the analysed texts is to offer tools so that the culture and education field are gotten as an arena where are constantly in game and fight of world vision, representations, narratives, meanings about things and beings from the world and the task of the research and researcher, mixed that are with these elements, would be wage a battle in these arena, not searching for establish thruth about the childhood and their education, but of constantly question about the established thruths.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
LILIAN_ALBOZ_rev.pdf (713.09 Kbytes)
Fecha de Publicación
2012-08-29
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.