• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Diógenes Valdanha Neto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Jacobi, Pedro Roberto (Presidente)
Furlan, Sueli Angelo
Sorrentino, Marcos
Sulaiman, Samia Nascimento
Toledo, Renata Ferraz de
Título em português
Habitantes das águas em descompasso: processos de aprendizagem social desencadeados por situação de desastre
Palavras-chave em português
Amazônia
Aprendizagem social
Educação ambiental
Povos tradicionais
Sustentabilidade
Resumo em português
Nesta tese estudam-se processos de Aprendizagem Social ocorridos na comunidade ribeirinha de São Carlos do Jamari, localizada às margens do rio Madeira em Rondônia, desencadeados pela situação de desastre ocorrida na inundação total da comunidade durante cerca de quatro meses no ano de 2014. O contexto histórico é concomitante com a implantação de duas grandes usinas hidrelétricas no leito do Madeira: Santo Antônio e Jirau. A hipótese utilizada é a de que ocorreram e ocorrem processos de Aprendizagem Social na comunidade de São Carlos do Jamari decorrentes do desastre socioambiental vivido, mas que não são potencializados pelo poder público e, consequentemente, não influenciam os processos de tomada de decisão da gestão ambiental. O objetivo geral da pesquisa foi de compreender processos de Aprendizagem Social em São Carlos do Jamari decorrentes da inundação da comunidade em 2014. E os objetivos específicos foram: analisar qual a leitura dos principais atores sociais sobre o desastre causado pela inundação e de qual forma o poder público lida com isso; analisar o que e como os habitantes da comunidade de São Carlos do Jamari aprenderam e aprendem com a ocorrência do desastre; sistematizar os conhecimentos e práticas que os atores envolvidos consideram necessários para lidar com a nova situação de vulnerabilidade em que se encontram. A metodologia de pesquisa pautou-se no Estudo de Caso, com a realização de três idas a campo 2015, 2016 e 2017 , trabalhando-se com três atores sociais envolvidos no caso: moradores da comunidade, lideranças do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) e trabalhadores da Defesa Civil municipal de Porto Velho. Os instrumentos de coleta de dados utilizados foram entrevistas, grupos focais, conversas informais e observação direta. As entrevistas e grupos focais foram gravados e transcritos, e as observações diretas e conversas informais registradas em diário de campo. Por meio da Análise de Conteúdo dos dados, foi revelado que os comunitários manifestaram uma leitura do desastre associando suas causas ao barramento contemporâneo do rio Madeira. As lideranças do MAB expressam uma leitura do desastre complexa, articulando elementos da natureza maior precipitação com causas humanas, a instalação das usinas e sua operação orientada por interesses de maiores lucros. Já os trabalhadores da Defesa Civil têm uma leitura naturalizada da catástrofe, escamoteando as variáveis humanas que possam ter influenciado no fenômeno, e assumindo uma postura tecnicista de relação com a natureza. No tocante aos processos de aprendizagem estabelecidos na comunidade no contexto estudado, os dados revelaram três dimensões da aprendizagem que permeiam os momentos do desastre: a relação Comunidade-Comunidade, a relação Comunidade-Território e a relação ComunidadeEstado. Nesse contexto, os participantes da pesquisa elencam como conhecimentos e práticas necessárias para lidar com essa nova situação de vulnerabilidade que se encontram: a ampliação da democracia participativa, um novo modo de organização social, e meio suporte do poder público. Os achados são amplamente dialogados com a visão sociológica da Sociedade de Risco e a literatura científica do referencial da Aprendizagem Social. Confirmase a hipótese inicial de pesquisa, e apontam-se possibilidade de superação da situação atual, por meio da implantação de plataformas multiatores de processos de Aprendizagem Social.
Título em inglês
Inhabitants of misbehaved waters: social learning processes triggered by a disaster situation
Palavras-chave em inglês
Amazon
Environmental education
Social learning
Sustainability
Traditional people
Resumo em inglês
In this thesis are studied Social Learning processes occurring in the community of São Carlos do Jamari, located on the banks of the Madeira River in Rondônia, triggered by the disaster situation that occurred as a consequence of the complete flood of the community throughout four months in the year 2014. The historical context is concomitant with the implementation of two large hydroelectric plants in the Madeira river: Santo Antônio and Jirau. The hypothesis used is that Social Learning processes occurred in the community of São Carlos do Jamari due to the socioenvironmental disaster, but they are not promoted by the public power and, consequently, do not influence the decision-making processes of the environmental management. The general objective of the research was to understand Social Learning processes in São Carlos do Jamari resulting from the flood of the community in 2014. The specific objectives were: to analyze the reading of the disaster caused by the flood manifested by the main social actors involved and how the public power deals with this; analyze what and how the inhabitants of the community of São Carlos do Jamari learned and learn from the occurrence of the disaster; systematize the knowledge and practices that the actors involved consider necessary to deal with the new situation of vulnerability in which they are. The research methodology was based on the Case Study, with three field trips - 2015, 2016 and 2017 -, working with three social actors involved in the case: residents of the community, leaders of the Movement of People Affected by Dams (MAB) and workers of the Municipal Civil Defense of Porto Velho. As data collection instruments were used interviews, focus groups, informal conversations and direct observation. Interviews and focus groups were recorded and transcribed, and direct observations and informal conversations registered in field diaries. Through the Content Analysis of the data, it was revealed that the community showed a reading of the disaster associating its causes to the contemporary damming of the Madeira River. The MAB leaders express a complex reading of the disaster, articulating elements of nature - greater precipitation - with human causes, the installation of the power plants and its operations driven by interests of higher profits. On the other hand, Civil Defense workers have a naturalist reading of the catastrophe, veiling the human variables that may have influenced the phenomenon, and assuming a technicist position regarding nature. With regard to the learning processes established in the community in the context studied, the data revealed three dimensions of learning that permeate the moments of the disaster: the community-community relationship, the community-territorial relationship and the community-state relationship. In this context, the participants of the research list as knowledge and practices necessary to deal with this new situation of vulnerability: the expansion of participatory democracy, a new mode of social organization, and a stronger support of the public power. The findings are widely discussed with the sociological view of the Risk Society and the scientific literature of the Social Learning framework. The initial hypothesis of research is confirmed, and it is possible to overcome the current situation through the implementation of multi-platform platforms of Social Learning processes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-06-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.