• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Luciano Ferreira Alves
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Ehrenberg, Mônica Caldas (Presidente)
Assunção, Luiz Carvalho de
Rivas, Maria Elise Gabriele Baggio Machado
Título em português
Conversa ao pé do fogão: subsídios artístico-pedagógico para a valorização da cultura afro-brasileira na escola
Palavras-chave em português
Diversidade religiosa nas escolas
Educação
Lei 10.639
Religiosidade
Tradição oral
Resumo em português
Num contexto de iniquidade social em que os matizes étnicos são escala de privilégio a partir da vinculação com os valores europeus advindos ainda do processo colonial, qualquer traço de negritude ou vinculação com as culturas nativas tende a ser fonte de discriminação. Tal realidade se reflete de forma potencializada em desrespeitos e perseguições nas escolas nos momentos em que estas pertenças têm de ser assumidas em função de preceitos religiosos.Este trabalho procura debater tensão entre a multiplicidade de matrizes que compõem a cultura, e por consequência a religiosidade brasileira, e a ascensão de um pensamento religioso hegemonizante no ambiente escolar. Esta discussão foi proposta a partir da implementação de oficina culinária tradicional com professores, funcionários e alunos de Educação de Jovens e adultos. A oficina, uma intervenção artístico-pedagógica chamada Conversa ao pé do fogão, calcada nas leis 10.639 e 11.645 versou sobre as matrizes étnicas afro-brasileiras por meio do resgate da Tradição Oral. Nas cozinhas dos estabelecimentos de ensino, rememorando os saberes dos mais velhos, os participantes prepararam pratos típicos afro-brasileiros amplamente difundidos enquanto discutiam os choques, atritos e tensões entre essa cultura e a escola. Reunir-se em círculo, contar histórias, cozinhar, comer e discutir foi o meio de trazer a tradição oral e a ancestralidade para um ambiente em que a suposta laicidade escolar esconde uma cosmovisão específica e excludente, tentando propiciar acolhimento e inclusão da miríade de formas de ver, pensar e entender o mundo presentes na cultura brasileira.
Título em inglês
A conversation near the stove: artistic and pedagogical subsidies for the appreciation of Afro-Brazilian culture in the school
Palavras-chave em inglês
Education
Law 10.639
Oral tradition
Religious
Religious diversity in schools
Resumo em inglês
In a context of social inequality where ethnic nuances are a scale of privilege based on the linkage with European values still derived from the colonial process, any trace of negritude or attachment to native cultures tends to be a source of discrimination. This reality is reflected in a potentialized way in disrespect and persecution in schools at a time when these belongings have to be assumed due to religious precepts. This work seeks to discuss tension between the multiplicity of matrices that shape the culture, and consequently the Brazilian religiosity, and the rise of a hegemonizing religious thought in the school environment. This discussion was proposed from the implementation of traditional culinary workshop with teachers, staff and adult students. The workshop, an artistic-pedagogical intervention called "Conversation at the foot of the stove", based on the laws 10.639 and 11.645, approached the Afro-Brazilian ethnic matrices through the rescue of the Oral Tradition. In the kitchens of educational establishments, recalling the knowledge of their elders, participants prepared typical Afro-Brazilian dishes that were widely disseminated while discussing the shocks, frictions and tensions between this culture and the school.To gather in a circle, to tell stories, to cook, to eat and to discuss was the means of bringing oral tradition and ancestry to an environment in which the supposed school secularism hides a specific and exclusive worldview, trying to foster acceptance and inclusion of the myriad forms of seeing, thinking and understanding the world present in Brazilian culture.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-06-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.